Brasil vence Bulgária e encerra participação do time feminino na Grécia

Grécia – A equipe feminina do Brasil, representada pelo Colégio COC Semeador, de Foz do Iguaçu, encerrou sua a participação no Mundial Escolar de Basquete na manhã desta quinta-feira (18), em Heraklion, na Grécia, com uma vitória dramática contra a seleção da Bulgária, pelo placar de 54×53. A vitória foi conquistada nos segundos finais com uma cesta de Verônica.

Uma partida que se apresentava fácil no início devido ao domínio das brasileiras, que colocaram uma vantagem de 6×0 tornou-se dramática, porque a partir da metade do primeiro quarto, a seleção da Grécia cresceu, equilibrou o jogo e foi marcando uma cesta atrás da outra, até chegar ao empate e depois superar as brasileiras, quando faltavam 1,30 segundos para o final. No primeiro quarto, o Brasil chegou ao placar de 12×6, mas levou uma virada de 14×12. A Bulgária encerrou o primeiro quarto com uma vantagem de oito pontos, 22×12.

A partir daí as deu branco nas meninas do Brasil. As bolas insistiam em não cair e elas perderam o segundo e o terceiro quartos. A recuperação só veio no split final, no último quarto, quando as meninas se superaram na quadra, reagiram consolidando a dramática vitória por um ponto de 54×53.

Segundo e terceiro quartos – no segundo quarto a Bulgária foi soberana na quadra. Começou marcando, chegando a colocar 25×19. O Brasil reagiu timidamente. Rafaela marcou uma cesta de três que deu moral ao time brasileiro, mas mesmo assim, a vantagem neste quarto foi surpreendente de nove pontos, 39×28.

No terceiro quarto, o Brasil começa com uma cesta de três pontos de Maria Eduarda. Esse lance acordou as brasileiras que foram crescendo, diminuindo a vantagem, vislumbrando que dava para vencer o jogo. O time brasileiro mostrou evolução e encerrou o terceiro quarto com a diferença de apenas dois pontos, ainda a favor das búlgaras com placar de 46 x 44.

Virada na final – No inicio do último quarto, a Bulgária aumenta a diferença para quatro pontos 48×44. Mas foi só isso mesmo. O técnico Cláudio Lisboa solicitou tempo, reorganizou a equipe e o Brasil começou a reagir com o início da virada. O Brasil empata em 48×48, virou o jogo em 50×48. A Bulgária ainda empatou em 50 pontos. Mas o Brasil vai a 52×50. Faltando 6 segundos, a Bulgária marca uma cesta de três e passa a frente 53×52. Seria o fim para o Brasil. Mas o Brasil ataca, marca e Verônica faz 54×53. Faltavam seis segundos. Foi só controlar a partida e esperar o apito final do árbitro.

Para o técnico Cláudio Lisboa, a vitória nos segundos finais, mostrou que as meninas poderiam ter tido um caminho mais tranquilo nessa partida, não fosse a sequência de erros e obter uma melhor colocação na competição. A vitória contra a Bulgária coloca o Brasil na 19ª. Colocação dentre as 29 equipes participantes.

Nesta sexta 19, a equipe feminina enfrenta a equipe da Macedônia, às 12h na Heraklion Arena 1.

Masculino

Ainda nesta quinta-feira (18), a equipe masculina representada pelos meninos do Colégio Amorim, de São Paulo, perdeu para a Grécia 2, por 78 x 67. Com este resultado, o Brasil ganhou o direito de disputar o sétimo lugar se despede nesta sexta-feira contra adversário a ser ainda conhecido.

Jesus Filho
Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira do Desporto Escolar
Informações: +55: 061 99136-0090 / +55: 061 3967-7176
Texto e foto: Givaldo Batista
E-mail: imprensa@cbde.org.br
Endereço sede: Setor Bancário Norte, Quadra 2, Lote 12
Bloco F, Brasília – Distrito Federal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *