Pênalti e placar ampliado marcam o 2º dia do Brasil no Mundial de Futebol

Belgrado

– O segundo dia de confrontos no Mundial ISF Escolar de Futebol reservou fortes emoções para o Brasil. A seleção masculina entrou em campo duas vezes. Às 04h (horário de Brasília) os meninos do Colégio Amorim-SP golearam a Bulgária por 8 a 1, com destaque para Matheus Araújo, Kevin e Marquinhos que fizeram dois gols cada. Denilson e Arthur completaram o marcador.

Às 10h o time canarinho voltou ao gramado sintético do Estádio Gladiador para enfrentar os donos da casa, que saíram na frente em rápido contra-ataque. O Brasil foi melhor durante todo o jogo e chegou ao empate com um golaço do zagueiro Murilo, chutando firme de fora da área conquistando assim o empate em 1 a 1 com a Sérvia.

Com os resultados, a equipe masculina soma cinco pontos em três jogos e entrará em campo outras duas vezes nesta terça: às 4h (horário de Brasília) contra China Taipei e às 10h contra a Bélgica. Ambos os jogos você poderá acompanhar ao vivo pela fanpage oficial da CBDE, no Facebook.

Já a seleção feminina representada pela Escola Lourdes Lago de Chapecó-SC, venceu a República Tcheca por 2 a 0 e garantiu de forma antecipada sua classificação para a próxima fase. Em um jogo bem disputado, as meninas só chegaram aos gols no segundo tempo com Rafa (cobrando pênalti) aos três minutos e Mariza aos trinta e dois, depois de uma linda jogada de contra-ataque.

Marisa dedicou a vitória para a família que mora em Tocantins: “Fiquei muito feliz em poder contribuir com a minha equipe, demonstrar que os treinos estão dando resultado e, quero dedicar o meu gol e a vitória para a minha família que, com certeza, tem acompanhado os jogos lá do Tocantins”, disse a atleta.

Para fechar a primeira fase, o Brasil jogará amanhã às 10h contra a já eliminada Croácia e o técnico João Romeu entrará com um time todo de reservas para preservar as titulares para a fase final.

Jesus Filho
Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira do Desporto Escolar
Informações: +55: 061 99136-0090 / +55: 061 3967-7176
Texto: Airton Lima e Alexandra Alves
Foto: Alexandra Alves
E-mail: imprensa@cbde.org.br
Endereço sede: Setor Bancário Norte, Quadra 2, Lote 12
Bloco F, Brasília – Distrito Federal

Brasil estreia com vitória no Mundial Escolar de Futebol

Belgrado – Numa partida pra lá de emocionante a equipe feminina brasileira conquistou sua primeira vitória no Mundial Escolar de Futebol. As meninas da Escola Lourdes Lago de Chapecó/SC venceram o tradicional time da Itália por 3 a 0, com gols de Manu aos seis minutos do primeiro tempo. Carol ampliou aos quatorze e no segundo tempo, Joice que havia entrado no intervalo, fechou o placar.

Para a meio campista, Manu, abrir o placar foi sinal de entrosamento da equipe: \”Bom ter feito o gol cedo para amenizar a ansiedade da estreia. Estou muito feliz pelo desenvolvimento do time que sempre trabalha para ter um bom entrosamento dentro e fora de campo, o que ajuda muito”, disse a jogadora que ofereceu a vitória para a família: “O meu gol eu dedico à toda a minha família que está lá no Brasil assistindo\”.

A zagueira Carol, que fez o segundo gol, afirmou: \”Feliz em poder ajudar a equipe com um gol, nosso objetivo é levar a taça para o Brasil\”.

No outro jogo da chave, a República Tcheca venceu a Croácia por incríveis 14 a 0. As equipes que formam o grupo D são: Brasil, Itália, República Tcheca e Croácia.

O Brasil volta a campo nesta segunda-feira, 08 de abril, 10h (horário de Brasília), para jogar contra a República Tcheca. Uma nova vitória já garante classificação de forma antecipada.

Estreia masculina deu empate com sabor de vitória

E deu empate do Brasil contra o Líbano. A equipe do Colégio Amorim, de São Paulo, jogou contra um estreante em mundiais, a equipe do Líbano, que fez jogo duro e de forte marcação, com ênfase na parte defensiva.

O Brasil abriu o placar ainda no final do primeiro tempo com Murilo, porém o time libanês chegou ao empate restando cinco minutos para o término da partida, final 1 a 1.

O técnico da equipe, professor Vinicius Moraes, atribuiu o resultado a adaptação dos jogadores no novo ambiente: “A equipe sentiu o fato da partida ser no gramado sintético e, o campo ter uma dimensão menor. Por isso tivemos um rendimento menor do que o esperado, sem falar, que a equipe do Líbano chegou com muito comprometimento técnico e tático. Já me reuni com a equipe e faremos os ajustes para a próxima partida”, disse Vinicius.

Amanhã a equipe masculina terá dois confrontos. Pela manhã, à partir das 4h, tem Brasil x Bulgária e, às 10h, Brasil x Servia.

O jogo contra a Bulgária pelo masculino e, contra a República Tcheca pelo feminino, serão transmitidos ao vivo pela fanpage oficial da CBDE no Facebook.

Jesus Filho
Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira do Desporto Escolar
Informações: +55: 061 99136-0090 / +55: 061 3967-7176
Texto: Airton Lima e Alexandra Alves
Foto: Alexandra Alves
E-mail: imprensa@cbde.org.br
Endereço sede: Setor Bancário Norte, Quadra 2, Lote 12
Bloco F, Brasília – Distrito Federal

Definidas as chaves do Mundial Escolar de Futebol

Belgrado – Na noite de ontem foi realizado em Belgrado, capital da Sérvia o sorteio das chaves do Mundial Escolar de Futebol. O evento é promovido pela ISF – Federação Internacional do Desporto Escolar e contará com 24 países.

No masculino o Brasil ficou no grupo D onde enfrentará as equipes do Líbano, China Taipei, Bélgica FL, Bulgária e, os anfitriões, Servia. Já no feminino o Brasil, que também está no grupo D, enfrenta Itália, Croácia e República Tcheca.

Para o professor Amauri Giordan, a competição terá um nível técnico elevado: “Estamos numa chave com duas equipes tradicionais e a equipe que sedia o mundial que com certeza estará muito preparada. Acredito que com 16 equipes no feminino teremos um campeonato de nível técnico muito bom, o que é excelente para o evento”, contou.

Quem tem um opinião também parecida é Vinicius Morais, técnico do Colégio Amorim, de São Paulo, que irá representar o país pelo masculino: “As chaves são muito fortes e ainda é cedo para identificar o nível de cada equipe. Temos no campeonato países que por tradição tem times muito fortes e países menos expressivos no futebol que podem nos surpreender, ainda mais por se tratar de um Mundial sub 18 e, a equipe brasileira, em sua maioria, vem com alunos entre 16 e 17 anos”, disse Vinicius.

O Brasil vem representado no feminino pela equipe da Escola Lourdes Lago, de Chapecó, Santa Catarina comandada pelo técnico João Romeu. As jogadoras são: Yasmin Casmann, Mariza Silva, Rafaela Marostica, Lais Sartori, Evelin Torsetto, Laura Gieseler, Caroline Bedendo, Camila Rodrigues, Brendha Santos, Julia Ferronatto, Caroline Santos, Patricia Maldaner, Naiane Batista, Emanuela Balbinot, Gisseli Calixto, Joice Pires, Natalie Rodrigues, Daniely Silva.

No masculino, a equipe do Colégio Amorim é formada por Cauã Godoy, Pedro Henrique Silva, Julio Henrique Paula, Murilo Santos, Leonardo Queijo, Carlos Eduardo Lima, Riquelme Mendes, Matheus Andrade, Arthur Ferreira, Denilson Júnior, Keven Sil, Bruno Silva, Marco Antonio Júnior, Matheus Oliveira, Jimin Young, Marcus Rocha, Kayo Barbosa, Gustavo Giordano.

O Mundial Escolar de Futebol ocorre de 6 a 14 de abril na cidade de Belgrado, na Sérvia e será transmitido ao vivo através da fanpage oficial da CBDE, no Facebook.

Jesus Filho
Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira do Desporto Escolar
Informações: +55: 061 99136-0090 / +55: 061 3967-7176
Texto: Alexandra Alves
E-mail: imprensa@cbde.org.br
Foto: ISF/divulgação
Endereço sede: Setor Bancário Norte, Quadra 2, Lote 12
Bloco F, Brasília – Distrito Federal

Brasileiros prometem fazer bonito no Mundial Escolar de Futebol

Brasília – A etapa nacional que definiu as equipes que irão defender o Brasil no Mundial Escolar de Futebol foi um sucesso. Aracaju e Maceió fizeram uma festa linda que agitou não só os times dentro de campo, mas também aqueceu a economia das capitais fora dele.

Ao todo, quase mil atletas escolares de várias partes do Brasil participaram do maior Campeonato Brasileiro Escolar de Futebol já realizado no Brasil, fator que comprova não só a capacidade de execução da Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE) e suas federações parceiras, como também que o segmento no país vem tendo um salto de qualidade capaz de realizar eventos de porte internacional em nosso país.

Semelhante ao que ocorreu na última edição do Mundial Escolar de Futebol, o Brasil será representado pelas escolas que vestiram a amarelinha em 2017 na República Tcheca. O Colégio Amorim, de São Paulo, compõe a equipe masculina. Já a Escola Lourdes Lago, de Chapecó, Santa Catarina, a feminina. Para o meia Calixto do time paulista, no Mundial não há favoritismo até porque o nível técnico este ano deve ser superior ao que vimos em Praga no último torneio.

Estamos treinando para fazer bonito em Belgrado. Sabemos que não vai ser fácil, sobretudo em razão da qualidade das equipes, ainda mais as da Europa. Entretanto nosso time tem futebol para disputar o título e vamos pra cima fazer valer o “peso” de vestir a amarelinha em um evento como esse.

Para Amauri Giordan, coordenador técnico da equipe feminina, o Brasil tem reais condições de conquistar uma posição de destaque neste Mundial, mas para isso, é necessário focar nos treinamentos e chegar lá com os pés no chão.

Não tem essa de favorito. Mesmo sendo conhecido em todo o mundo como “país do futebol”, sabemos que dentro de campo a história não é bem assim. É notório que temos dois times de qualidade que irão ao Mundial, mas eu prefiro sempre a cautela. Vamos dando um passo de cada vez.

O Mundial Escolar de Futebol ocorre de 6 a 14 de abril na cidade de Belgrado, na Sérvia. O evento é uma realização da Federação Internacional do Desporto Escolar (ISF). As equipes que formam a delegação brasileira são do Colégio Amorim (masculina), de São Paulo, e da Escola Lourdes Lago (feminina), de Santa Catarina.


Jesus Filho
Assessoria de Comunicação da Confederação
Brasileira do Desporto Escolar
Informações: +55: 061 99136-0090 / +55: 061 3967-7176
E-mail: imprensa@cbde.org.br
Foto: CBDE/divulgação
Endereço sede: Setor Bancário Norte, Quadra 2, Lote 12
Bloco F, Brasília – Distrito Federal

Pará é campeã da Série Bronze do Brasileiro Escolar de Futebol

Aracaju – Na manhã desta quarta-feira (27), foi decidido quem receberia a medalha de bronze da Série Prata, do IX Campeonato Brasileiro de Futebol Escolar. A partida foi entre o Colégio Teorema (PA) e Escola Estadual de Ensino Médio Emílio Nemer (ES), o placar foi 3 a 1 para a equipe paraense.

Foi um jogo difícil para as duas equipes, a temperatura e o desgaste físico não colaboraram para a partida. As duas equipes tiveram grandes chances de gols, que saiam pela linha de fundo deixando a decisão ainda mais fervorosa.

O camisa 14 da equipe paraense, Ronald Moura, já espera a festa com que serão recepcionados na cidade de Belém do Pará.

– Acho que a nossa cidade vai ficar feliz com a nossa atuação aqui. Nós ficamos muito felizes com o terceiro lugar. Dedico o gol a toda minha família e aos amigos que tanto me apoiam e a toda equipe. Dedico principalmente a minha mãe, que deve estar muito feliz – comemorou o atacante autor de um dos gols da partida que deu a medalha de bronze para a equipe do Pará.

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira do Desporto Escolar
Informações: +55: 061 99136-0090 / +55: 061 3967-7176 – Jesus Filho
E-mail: imprensa@cbde.org.br
Texto: Givaldo Batista / Carol Vieira
Fotos: Carol Vieira
Endereço sede: Setor Bancário Norte, Quadra 2, Lote 12
Bloco F, Brasília – Distrito Federal

Maranhão é medalha de ouro da Série Prata do Brasileiro Escolar de Futebol

Aracaju – Na manhã desta quarta-feira (27), foi decidido quem receberia a medalha de bronze da Série Prata, do IX Campeonato Brasileiro de Futebol Escolar. A partida foi entre o Colégio Teorema (PA) e Escola Estadual de Ensino Médio Emílio Nemer (ES), o placar foi 3 a 1 para a equipe paraense.

Foi um jogo difícil para as duas equipes, a temperatura e o desgaste físico não colaboraram para a partida. As duas equipes tiveram grandes chances de gols, que saiam pela linha de fundo deixando a decisão ainda mais fervorosa.

O camisa 14 da equipe paraense, Ronald Moura, já espera a festa com que serão recepcionados na cidade de Belém do Pará.

– Acho que a nossa cidade vai ficar feliz com a nossa atuação aqui. Nós ficamos muito felizes com o terceiro lugar. Dedico o gol a toda minha família e aos amigos que tanto me apoiam e a toda equipe. Dedico principalmente a minha mãe, que deve estar muito feliz – comemorou o atacante autor de um dos gols da partida que deu a medalha de bronze para a equipe do Pará.

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira do Desporto Escolar
Informações: +55: 061 99136-0090 / +55: 061 3967-7176 – Jesus Filho
E-mail: imprensa@cbde.org.br
Texto: Givaldo Batista / Carol Vieira
Fotos: Carol Vieira
Endereço sede: Setor Bancário Norte, Quadra 2, Lote 12
Bloco F, Brasília – Distrito Federal

Colégio Amorim constante incentivo ao esporte

Aracaju – O Instituo de Ensino Colégio Amorim é uma referência no desporto escolar em São Paulo. Não só no futebol, mas também em outras modalidades, o Amorim tem se destacado e representado o Brasil em competições internacionais. Agora mais uma, vez representará o Brasil no futebol. No Mundial de Praga, lá estava o colégio Amorim. Agora o passaporte está carimbado para Belgrado, n Sérvia.

O diretor do Colégio Amorim, Élcio de Oliveira estava aqui em Aracaju prestigiando a sua equipe e assistiu às duas últimas partidas que classificaram sua escola para o Mundial na Sérvia. Na oportunidade, ele falou como é realizado o trabalho de seus alunos, no recrutamento e desenvolvimento esportivo.

– O trabalho ele é feito pelos professores qualificados. Nós temos todas as modalidades orientadas por especialistas. Temos uma parceria com alguns clubes. Os atletas revelados no Amorim, são encaminhados às grandes equipes do futebol paulista. A Grand maioria dessa equipe que está aqui é da base do Corinthians, que é uma junção escola-clube, que nós fazemos lá dentro da escola – revelou o diretor Élcio Oliveira.
Sobre a fama de referência e incentivo ao desporto escolar, emocionado, o diretor do Colégio Amorim revelou os fundamentos seguido pela instituição.

– O esporte é cidadania e isso não é segredo é fundamental. A educação vem através do esporte, sem dúvidas. Estou emocionado e feliz com a postura deles. Feliz pelo resultado e por poder participar de um campeonato desse nível. Feliz porque a CBDE está se especializando e organizando essas competições, de uma forma cada vez melhor. Isso faz com o que a gente trabalhe mais, eleve o nível de nosso trabalho e possamos acolher mais alunos- comemorou o diretor do Colégio Amorim.

O Colégio Amorim é um dos mais tradicionais de São Paulo e oferece cerca de 250 bolsas, no valor de cerca de R$ 1.7000 para alunos com bons desenvolvimento esportivo, sem receber nenhum retorno específico dos poderes públicos.

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira do Desporto Escolar
Informações: +55: 061 99136-0090 / +55: 061 3967-7176 – Jesus Filho
E-mail: imprensa@cbde.org.br
Texto: Givaldo Batista / Carol Vieira
Fotos: Givaldo Batista
Endereço sede: Setor Bancário Norte, Quadra 2, Lote 12
Bloco F, Brasília – Distrito Federal

São Paulo vence Paraná e leva o título de bicampeão brasileiro de futebol

Aracaju São Paulo é o bicampeão brasileiro de futebol escolar masculino. O estado representado pelo Colégio Instituo Amorim, conquistou o título do IX Campeonato Brasileiro Escolar de Futebol realizado em Aracaju, no período de 21 a 28 de fevereiro, ao vencer na Arena Batistão o Colégio Carolina Lupion, do Paraná por 4×0. É o segundo título consecutivo conquistado pelo colégio paulista.

A conquista garante ao Colégio Amorim, o direito de representar o Brasil no mundial da modalidade, que este ano será disputado na Sérvia entre os dias 6 e 14 de abril. O terceiro lugar ficou com o Colégio Júlia Fialho do Ceará, que venceu o IDFG de Sergipe por 2×0, no campo do Anchietão.

Melhor equipe da competição, São Paulo deixou isso demonstrado desde a estreia, até a partida final contra o Paraná. Além das emoções proporcionadas pelo futebol em uma decisão, a partida teve um alto índice técnico. A equipe do Paraná vinha de uma decisão desgastante na semifinal e sentiu a responsabilidade de enfrentar a melhor equipe da competição, em uma decisão. Mesmo assim, os paranaenses ainda resistiram todo o primeiro, tempo que terminou em 1×0, para São Paulo.

Na segunda fase Paraná cansou, se desarticulou e abriu caminho para a goleada. Os gols foram marcados por Mateus (2), aos 3’ do primeiro tempo. Na segunda fase novamente Mateus fez aos e 5’. Marco Antônio aos 23’ e Denilson aos 29’ completaram. Depois foi só comemoração e a certeza de que cada um deu o máximo para chegar a essa brilhante conquista.

Sobre a organização do evento que reuniu cerca de 500 atletas de 28 equipes dos 26 estados do país mais o Distrito Federal, o técnico paulista Vinicius Moraes só teve elogios.

– O Paraná é uma equipe muito qualificada. Respeito demais e parabenizo o adversário. Graças a Deus vencemos e somos bicampeões brasileiros. Aproveito o momento para parabenizar a CBDE pela organização dessa competição, pelas estruturas de alimentação, transporte, equipe médica e estádio e pelos profissionais envolvidos – destacou o técnico paulista Vinicius Moraes.
Destaque da equipe, o atacante Mateus autor de dois gols ressalta a emoção de ser bicampeão brasileiro: “Não tenho nem palavras para descrever esse momento. Agora é comemorar a nossa classificação e aproveitar o mundial da Sérvia, para representarmos muito bem o Brasil e saímos de lá como campeão do mundo – comemorou o atleta de 17 anos, que já atua no time de base do Corinthians paulista.

Premiação – A festa de encerramento e premiação do IX Campeonato Brasileiro Escolar de Futebol Masculino aconteceu à noite no Centro de Convenções do Orion Hotel. O vice-presidente da CBDE, Robson Aguiar abriu a solenidade, agradeceu a todos os participantes, atletas, dirigentes, técnicos, professores, presidentes de entidades estaduais, equipe de organização. “Enfim a todos que contribuíram para o sucesso dessa competição, a maior já realizada no país com 28 equipes, mais de 500 atletas e a participação de todos os 26 estados, mais o Distrito Federal. Muito obrigado aa todos”, disse Robson Aguiar.

A cerimônia de premiação teve sequência com a entrega das medalhas e troféus aos campeões, vice-campeões e terceiro colocados das Series Ouro, Prata e Bronze. A classificação final ficou assim:

Série Ouro ​
Colégio Amorim (SP) – medalha de ouro
Colégio Carolina Lupion (PR) – medalha de prata
Colégio Júlia Fialho (CE) – medalha de bronze

Série Prata
Instituto Educacional Magnólia (MA) – medalha de ouro
Escola Sonia Henrique Barreto (AP) – medalha de prata ​
Colégio Acreano (AC) – medalha de bronze

Série Bronze
Colégio Teorema (PA) – medalha de ouro
Escola Emilio Nemer (ES) – medalha de prata
Escola Adelaide Tavares Macedo (AM) medalha de bronze

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira do Desporto Escolar
Informações: +55: 061 99136-0090 / +55: 061 3967-7176 – Jesus Filho
E-mail: imprensa@cbde.org.br
Texto: Givaldo Batista
Fotos: Givaldo Batista
Endereço sede: Setor Bancário Norte, Quadra 2, Lote 12
Bloco F, Brasília – Distrito Federal

São Paulo e Paraná decidem o título brasileiro em Aracaju

Aracaju As equipes que representam os estados de São Paulo e Paraná decidem nesta quarta-feira (27), o IX Campeonato Brasileiro Escolar de Futebol, uma promoção da Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE), em parceria com o Governo do Estado, através da Superintendência Especial de Esporte, Federação Sergipana de Futebol e Prefeitura Municipal de Aracaju. A decisão será entre as equipes de São Paulo, atual campeã brasileira e Paraná.

Para chegar à grande final, o estado de São Paulo, atual campeão brasileiro, representado pelo Colégio Amorim, goleou o Ceará, representado pelo Colégio Dinorah Teixeira por 4×0. O Colégio Carolina Lupon, representando o Paraná eliminou a equipe do IDFG, representante de Sergipe no shout-out, depois de um empate em 1×1 no tempo normal.

A partida final está marcada para a noite desta quarta-feira, às 18h00 na Arena Batistão, na preliminar de Confiança e Lagarto, partida válida pelo certame estadual. A partida terá a duração de 60 minutos, com dois tempos de 30 minutos. Em caso de empate no tempo normal, haverá uma prorrogação de 20 minutos (10×10) com intervalo de 5 minutos. Persistindo o empate, o campeão será conhecido através do shout-out.

A equipe que conquistar o título de Brasileiro Escolar de Futebol, representará o Brasil no Mundial da modalidade, que acontece entre os dias 6 e 14 de abril, em Belgrado, na Sérvia. O atual campeão brasileiro é o estado de São Paulo, através desse mesmo Colégio Amorim, que hoje pode se sagrar bicampeão brasileiro escolar de futebol masculino.

Os jogos – O campo da Unit foi o placo de uma tarde de muito futebol escolar. Torcedores vibrando, atletas dentro de campo dando tudo por uma vaga na grande final. As emoções invadiram o gramado e as arquibancadas.

Na partida preliminar, São Paulo não teve dificuldades para vencer a equipe do Ceará. O time cearense resistiu apenas ao primeiro tempo, quando o placar terminou em um apertado 1×0, que não representava o domínio da equipe paulista. Mesmo sendo um jogo de linha contra a defesa, com total domínio de São Paulo.

Na segunda fase, porém, São Paulo mostrou sua superioridade e fez mais três gols, definindo a vitória que o coloca na grande final. Mas as emoções estavam por vir na partida principal. O IDFG – SE e o Carolina Lupion, do Paraná, fizeram um jogo muito equilibrado. 0 primeiro tempo foi 0x0. Na segunda fase, aos 14 min pênalti para Sergipe. Os paranaenses não aceitaram a marcação, alguns jogadores partiram para cima do árbitro, o time teve três jogadores expulsos, dois estavam no banco. O goleiro defendeu a cobrança e no rebote Luís Henrique marcou o gol sergipano.

Esperava-se que o Paraná caísse mais ainda de rendimento. Aconteceu o contrário. Com um jogador a menos, o time paranaense foi para cima de Sergipe e aos 37 minutos, já nos acréscimos dado pelo árbitro devido às paralisações, o atacante foi derrubado dentro da área. Pênalti que Luís Felipe cobrou e converteu. Com o jogo em 1×1, a decisão foi para o shout-out e deu Paraná que venceu por 3×1.
Paraná[a e São Paulo decidem o título de campeão. Enquanto Sergipe e Ceará, perdedores na semifinal, decidem o terceiro lugar da Série Ouro.

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira do Desporto Escolar
Informações: +55: 061 99136-0090 / +55: 061 3967-7176 – Jesus Filho
E-mail: imprensa@cbde.org.br
Texto: Givaldo Batista
Fotos: Givaldo Batista
Endereço sede: Setor Bancário Norte, Quadra 2, Lote 12
Bloco F, Brasília – Distrito Federal

São Paulo e Ceará avançam em busca do título da Série Ouro

Aracaju – As equipes do Colégio Amorim (SP) e do Colégio Dinorah Teixeira Júlia Fialho (CE) classificaram-se para a próxima fase na busca do ouro no IX Campeonato Brasileiro de Futebol Escolar. As partidas que aconteceram no campo do Estádio João Cruz, na cidade da Barra dos Coqueiros foram decisivas para as duas equipes. O São Paulo venceu o Mato Grosso do Sul facilmente por de 4 x0. Rio Grande do Norte e Ceará empataram em 1×1 no tempo normal. A decisão foi para o shout-ou e deu Ceará 3×1.

Dominando a partida por todo o tempo, a equipe paulista atual campeã brasileira e uma das favoritas ao título manteve uma postura tranquila e de ataque, características quem tem exibido durante todos os jogos da competição até o momento.

Matheus Araújo atleta da equipe de São Paulo e autor do primeiro gol da equipe na partida se mostrou realizado com o feito. “Eu fico muito feliz por ter ajudado minha equipe fazendo um gol. Mas isso não é só um trabalho meu e sim de toda equipe, que vem trabalhando bem, jogando e bem e obedecendo o técnico”, declarou o atacante.
Para o também atacante da equipe paulista Pedro Henrique, o resultado da partida e o desenvolvimento da equipe, só tem crescido com o decorrer do campeonato.

– Acho que todos os jogadores cresceram tecnicamente nesse campeonato. Estamos aprendendo a jogar de acordo com os diversos campos e com o clima forte também – revelou o camisa quatro da equipe paulista.

Foi no shout-out – A segunda decisão da tarde na Barra dos Coqueiros, ficou por conta de Rio Grande do Norte e Ceará. A partida no tempo normal acabou no empate em 1×1. De acordo com o regulamento, por se tratar de uma decisão o vencedor foi decidido nos shout out. E deu Ceará 3×1.

Um dos jogos mais emocionantes da competição. Os atletas norte-rio-grandense e os cearenses sabem muito bem como é deixar para decidir a partida nos shout-out.

O protagonista da tarde foi o goleiro cearense Érico Pablo, que fez duas defesas das três cobranças do time do Rio Grande do Norte. Sob a responsabilidade de carregar todo o estado nos minutos finais da partida ele revela. “Pedi muito a Deus para me abençoar e contei com ajuda dos companheiros também. Porque se os companheiros não tivessem marcado, a gente não teria se classificado. Só tenho a agradecer a Deus por esse momento que a gente está vivendo até agora.

O Lateral esquerdo Vinicius Emanuel da equipe do Ceará foi um dos responsáveis pela vitória do time, comemorando com os colegas de equipe ele comenta a partida.

– Foi uma partida muito difícil. O time do Rio Grande do Norte é muito bom, mas a gente conseguiu impor nosso jogo e graças a Deus, conseguimos sair com a classificação. A gente não conseguia se encontrar dentro do campo, mas no finalzinho conseguimos fazer um gol e graças a Deus nos shout-out conseguimos a classificação – comemorou o atleta.

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira do Desporto Escolar
Informações: +55: 061 99136-0090 / +55: 061 3967-7176
Jesus Filho
E-mail: imprensa@cbde.org.br
Texto: Givaldo Batista / Carol Vieira
Fotos: Carol Vieira
Endereço sede: Setor Bancário Norte, Quadra 2, Lote 12
Bloco F, Brasília – Distrito Federal