Brasil é campeão no futebol feminino nos Jogos Mundiais Escolares Sub-15 em Belgrado

 

A Seleção Escolar Brasileira conquistou, neste sábado (18.09), em Belgrado, na Sérvia, o título dos Jogos Mundiais Escolares Sub-15 no futebol feminino. A vitória sobre a Ucrânia na final, por 6 x 1, representou um resultado histórico para o país na modalidade, já que o Brasil nunca tinha sido campeão mundial em nenhuma categoria de base do futebol feminino.

A capitão da seleção brasileira, Carol Zacharias, da Escola Fundação Bradesco de São Paulo, comentou a vitória:

Muitas meninas nunca tinham saído do Brasil e tivemos uma competição fantástica. Conhecemos pessoas de outros países, fizemos amizades, e é muita emoção representar nossa família, nossos amigos e nosso país”

Antes da partida, ainda no hotel, as brasileiras receberam um apoio e um incentivo de peso, já que a rainha dos gramados Marta, seis vezes eleita a melhor jogadora do mundo, enviou um vídeo parabenizando as jogadoras pela campanha e desejando sucesso na final.

A decisão do torneio foi acompanhada pelopresidente da Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE), Antônio Hora Filho e seus convidados. O secretário Especial do Esporte do Ministério da Cidadania, Marcelo Magalhães, osecretário adjunto da pasta, André Alves, embaixador do Brasil na Sérvia, Eduardo Barbosa, e sua esposa, Monique, que receberam parte da delegação em almoço na sexta (17.09) e fizeram questão de prestigiar a partida.

Além do futebol feminino, o Brasil competiu em Belgrado no wrestling e conquistou cinco medalhas com a equipe feminina. Destaque para a brasileira Rafaela da Luz, única técnica mulher de toda a competição.

“Esse é o meu primeiro mundial e, ter sido convocada pela CBDE como técnica da equipe de wrestling escolar para mim é uma grande honra. Estou extremamente feliz em poder vivenciar um momento como esse onde as mulheres no esporte têm o reconhecimento e incentivo em participar de competições em situações de igualdade de gênero. Acredito que a política da CBDE deve ser estendida a outras federações, não só no Brasil como no mundo. Ser a única técnica mulher do campeonato mundial de wrestling me faz acreditar que o Brasil, através do desporto escolar, saiu a frente dando um exemplo de equidade de gênero para o mundo”.

Vale destacar também que a CBDE optou por levar equipes de apenas duas modalidades à Sérvia em função da pandemia. No total, 28 atletas do país competiram nos Jogos Mundiais Escolares Sub-15. A competição termina neste domingo (19.09) e a delegação retorna na segunda-feira (20.09) para o Brasil.

Correspondentes esportivos em Belgrado:

Alexandra Alves, Airton Lima (Queridão) e Marcus Cicarini.

Brasil faz bonito e vence na estreia do mundial

As meninas da seleção feminina de futebol deram um show na manhã de hoje, em jogo realizado no estádio do FK Sindjelic, em Belgrado. O duelo aconteceu às 13h30 no horário local (09h em Brasília), com temperatura de 28 graus. As adversárias foram as meninas do time da França.

O Brasil dominou totalmente a partida, criou muitas chances e abriu o placar aos 17 minutos do primeiro tempo com Gabi Tomé. Na volta do intervalo, a atacante Aline entrou em campo e marcou duas vezes para ampliar o marcador e fechar o placar: Brasil 3×0 França.

Quem prestigiou a partida e acompanhou in loco foi o Embaixador do Brasil na Sérvia, Eduardo Barbosa:

“É uma felicidade muito grande receber os brasileiros aqui na Sérvia e poder dar todo o suporte da embaixada para que durante essa estadia em Belgrado, a delegação brasileira possa ter sua logística facilitada e estar livre para poder desempenhar o melhor papel possível e representar bem nosso país”. Disse o embaixador.

O presidente da CBDE, Antônio Hora Filho, ressaltou o suporte dado pela embaixada brasileira:

“A embaixada do Brasil na Sérvia, através do embaixador Eduardo, está fazendo a diferença para que nossa delegação possa estar com todo o aparato necessário para que essa campanha na Gymnasíade seja fundamentada nos princípios da CBDE, que pensa em muito mais que a competição esportiva, o intercâmbio cultural e a experiência que agragerá para o resto da vida dessas crianças.”

Também marcaram presença o Chefe da delegação brasileira em Belgrado, Milton Dantas (Presidente da federação sergipana de futebol, que veio representando a CBF), Marcelo Ferreira Viana (Secretário de esportes do Mato Grosso do Sul, chefe da delegação do futebol), Robson Aguiar (Vice presidente da ISF e CBDE), Luiz Delphino (CEO da CBDE), Simone Simon (Secretária especial) e Dhieisy Bolsanelo (Presidente da comissão de atletas).

O próximo compromisso das nossas meninas será nesta terça, 14, às 04h da manhã (horário de Brasília) contra a seleção da Ucrânia com transmissão ao vivo no youtube.com/cbde

Por: Alexandra Alves, Airton Lima (Queridão) e Marcus Ciccarini.

Brasil fará sua estreia amanhã em novo campeonato mundial

Por: Alexandra Alves

Tudo pronto para que a equipe brasileira escolar realize sua primeira participação no ISF U15 WORLD SCHOOL SPORT GAMES 2021” que é o novo Mundial Escolar Gymnasiade para atletas entre 13 e 15 anos de idade.

O Mundial é um evento multiesportivo que nesta primeira edição reúne 35 países em 14 modalidades esportivas e, 2500 participantes. Seu objetivo é criar um contexto único em competições esportivas escolares de alto rendimento que possui o olhar voltado para além do esporte levando também em consideração o desenvolvimento educacional, social e o intercâmbio cultural de seus participantes.  A CBDE trouxe para Sérvia equipes em duas modalidades: futebol feminino e Wrestling.

“A CBDE está engajada em fortalecer estas duas modalidades esportivas que tem um grande potencial no país. O futebol, por sua tradição esportiva e a necessidade imediata de oportunizar mais espaço as meninas e o Wrestling, pelo potencial de crescimento e busca pela ampliação de sua prática nas escolas”, disse o presidente da CBDE, Antônio Hora Filho, que ainda destacou a política de equidade e justiça de gênero da entidade que reafirma o compromisso da CBDE de contribuir para a promoção da igualdade e oportunidade, com a eliminação de todas as formas de discriminação, possibilitando oportunidades de desenvolvimento pessoal e desportivo de forma igualitária para os atletas.

“Desenvolvemos e incentivamos projetos que valorizam e promovam a diversidade de gênero e étnica, bem como ampliem a participação de pessoas com deficiências, enquanto ações de combate à intolerância e que tornam o ambiente desportivo escolar mais inclusivo e diverso. Tais projetos contemplam, por exemplo, a participação nas competições nacionais de forma equitativa, ou seja, as delegações devem ser compostas por 50% de atletas do gênero feminino e 50% masculino, ” destacou Hora Filho.

Quem também está em Belgrado juntamente a delegação com a missão de observar os protocolos internacionais para aprimorar os eventos escolares promovidos pela CBDE é Anne Affiune, especialista de governança e gestão da CBDE que falou sobre planejamento estratégico e as ações de governança voltadas a adotar e fortalecer políticas institucionais sólidas para a promoção da igualdade de género e o empoderamento de todas as mulheres e meninas em todos os níveis da entidade.

“Com a política de gênero da CBDE, claramente, houve avanços consideráveis para as mulheres e meninas como: maior visibilidade e participação nos órgãos de colegiado da CBDE, com a garantia estatutária de participação feminina nos Conselhos de Administração e Fiscal; nos cargos de Diretoria; e, igualmente, na esfera administrativa e técnica. Soma-se à criação da Comissão Especial de Diversidade, encarregada de elaborar e propor política de igualdade, diversidade e inclusão, assim como buscar mecanismos de conscientização e sensibilização da sociedade, de forma que a inserção da diversidade no ambiente esportivo se torne cada vez mais natural e dinâmica.”

O Brasil inicia sua participação no Mundial com o futebol feminino no dia 13/09 onde enfrentará a França no  FK Sinđelić às 13h30 (no horário de Brasília, 8h30). A equipe escolar de futebol está sob o comando dos professores David Jr (RS) e Rodrigo Coelho (SP).

O time brasileiro é formado pela atletas:

Eluiza Kavalek (SC) – goleira

Tayná Lima (SP) – lateral direita

Ana Beatriz Lopes (DF) – zagueira

Carolina da Silva (SP) – volante

Erica Gomes (PR) – lateral esquerda

Gabrielle Tomé (PR) – ponta

Livia Mendes (MA) – meia

Icyla Queiroz (SP) – atacante

Maria Vitória Sales (DF) – meia

Karolayne Batista (RS) – atacante

Lara Favoreto (DF) – goleira

Amanda Vital (SP) zagueira

Karoline Pavarin (PR) – lateral esquerda

Ana Beatriz Silva (RJ) – meia

Mariana Feitosa (SP) – volante/meia

Anna Clara Rocha (MG) – meia/atacante

Aline Bergamann (PR) -atacante

No Wrestling nossos atletas iniciam as lutas no dia 14/09 no, Hall Mladenovac, a partir das 10h na categoria Greco Romano. A equipe está comanda pelos professores Rafaela Santos (SP) e

Anderson Souza (AM).

A equipe do Wrestling é composta pelos atletas escolares:

Wilson Gabriel Soares – 68kg

Ryan Soares – 57kg

Wenzo da Silva – 52kg

Claudomir Jr – 62kg

João Pedro Moura – 48kg

Amanda Januário – 36kg

Laysla Barbosa – 58kg

Giovana Pimenta – 42kg

Stefany Calheiros – 66kg

Brenda Gomes – 50kg

Nesta segunda-feira (13) você acompanha Brasil x França no YouTube da CBDE clicando no endereço abaixo:

Correspondentes esportivos em Belgrado:

Alexandra Alves, Airton Lima (Queridão) e Marcus Cicarini.

Delegação Brasileira Escolar de volta aos mundiais

Por: Alexandra Alves

CBDE – SÉRVIA 2021

Delegação Brasileira Escolar de volta aos mundiais

Brasil embarca na tarde desta quinta-feira (09) rumo a Gymnasiade U15 em Belgrado

Os atletas escolares brasileiros estão retomando suas participações em torneios internacionais. A delegação formada pela Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE) parte rumo a Belgrado/Sérvia para representar o Brasil nas modalidades de futebol feminino e Wrestling no ISF U15 SCHOOL SPORTS GAMES 2021 @isfsports , nova competição da Gymansaíade para atletas sub-15. Participam do mundial 43 países em 13 modalidades.

Quem acompanha a delegação brasileira é o Secretário Especial do Esporte, Marcelo Magalhães @marcellomaga , que estará na missão para pleitear a candidatura do Brasil para ser sede do próximo mundial que será disputado em 2023.

A Secretaria Especial do Esporte, por meio do Ministério da Cidadania, teve participação fundamental dando todo o suporte para que a CBDE organizasse a parte logística.
O Presidente da CBDE, Antônio Hora Filho @horafilho , destacou a importância da parceria:
“A Secretaria Especial dos Esportes, através do Secretário Marcello, está fazendo a diferença no desporto escolar brasileiro. Essa oportunidade de intercâmbio esportivo e cultural para as nossas crianças farão com que elas se tornem exemplos nas escolas onde estudam, nas cidades onde vivem. Essa é uma parceria que renderá grandes frutos para nosso país e o Brasil só tem a ganhar “.

Os jogos para a categoria sub-18 são disputamos desde 1974, com a primeira edição tendo sido realizada na Alemanha. O Brasil foi sede em 2013. Pela primeira vez a competição será disputa por alunos com até 15 anos de idade, antes o limite era 17 anos.

Muito mais que o resultado esportivo, oportunizar crianças com experiências culturais farão com que elas se tornem adultos preparados e conscientes.

Acompanhe as redes sociais oficiais da CBDE para acompanhar os bastidores, entrevistas e transmissões ao vivo:
YouTube.com/CBDE ::: @cbdeoficial

CBDE, o esporte começa aqui.

::
:::
::::

Por: Airton Queridão e Alexandra Alves (Comunicação CBDE)

Mundial de futebol: há um ano, Brasil conquistava o título na Sérvia; relembre

Por: Jesus Filho / Fotos: ISF, Givaldo Batista e Alexandra Alves

Brasília – 13 de abril de 2019. Há exatamente um ano os alunos do Colégio Amorim (SP) levantavam a taça de campeões do mundo em meio à primavera gelada da cidade de Belgrado, na Sérvia, depois de vencerem a Eslováquia por 3 a 0. Mas antes de contar a trajetória da equipe até a decisão do Mundial ISF de Futebol é preciso relembrar a história da conquista que pois fim a um tabu que agora faz parte do passado.

Carimbar o passaporte para um torneio internacional não é uma tarefa fácil. Mas quem quer ter a chance de viver essa experiência precisa estar preparado para enfrentar os desafios que encontra pela frente. E foi bem isso que o time do Amorim fez durante sua participação no Brasileiro Escolar de Futebol. Realizado em 2019, na cidade de Aracaju, em Sergipe, o evento reuniu atletas escolares de todo país que viram a forte equipe paulista vencer o Paraná por 4 a 0 na decisão, iniciando ali uma campanha que meses depois entraria para a história.

Com uma proposta de jogo que explorava as laterais e tinha um ataque eficaz, a equipe do técnico Vinicius de Morais brilhava a cada confronto. Por isso, era o time a ser batido no brasileiro. “A classificação para o mundial foi difícil em razão do nível técnico que encontramos na seletiva nacional. Mas a equipe estava focada e taticamente conseguimos encaixar o que era proposto entre a comissão técnica e o grupo. Graças a isso e ao talento individual dos nossos meninos conquistamos o título e a classificação para o mundial”, revela o treinador.

Depois de uma discreta participação no último mundial realizado em Praga, na República Tcheca, Morais sabia que sua equipe, mesmo que renovada, poderia fazer diferente em Belgrado. Mas para que isso ocorresse, um dos desafios era o de iniciar bem a competição para que o time aos poucos pudesse sentir o peso de vestir a camisa do Brasil. “A experiência do último mundial foi decisiva para que pudéssemos chegar à Sérvia com uma nova postura tática. O empate na estreia contra o Líbano acordou o time que acabou crescendo ao longo do torneio. A fase classificatória serviu para que pudéssemos sentir o que viria pela frente”, relembra.

O tropeço na estreia não apagou o brilho dos brasileiros que conquistaram a vaga para as quartas de final depois de passarem pela fase classificatória. Mas o que não se imaginava era que o time teria que enfrentar os então ‘campeões do mundo’ tão cedo, fator que não intimidou o capitão Matheus Araújo. “A equipe do Catar jogou um futebol bonito e organizado. Ouvi muitas pessoas dizerem que aquele jogo foi a final antecipada pela campanha que os dois países fizeram no torneio. Foi tenso do início ao fim. O goleiro deles fazia defesas ajustadas, mas o nosso também. Mas dessa vez não deu para o Catar e nós vencemos por 1 a 0 com um golaço do Riquelme”, contou o capitão.

Com a classificação assegurada para a semifinal, o próximo desafio era o de enfrentar a Áustria. Com um futebol que em nada foge aos padrões da Europa, a equipe foi para cima do Brasil do início ao fim da partida, como relembra o lateral-esquedo, Murilo Santiago. “Nossa equipe entrou em campo focada com o objetivo de assegurar a vaga para a decisão. A Áustria começou o jogo com o time todo na frente e nós soubemos aproveitar bem isso. Tanto que o gol da vitória saiu logo no início do primeiro tempo, justamente dos pés do Matheus. Segurar o resultado foi difícil. Mas conseguimos a vitória e a classificação para a decisão”, revelou.  

A vitória por 1 a 0 contra a Áustria depois de mandarem o Catar de volta para casa encheu de moral a equipe que foi para a decisão contra a Eslováquia apontada como favorita ao título. Trabalhar a ansiedade e a cabeça do time era um dos desafios que Vinícius de Morais precisava enfrentar. “Com certeza foi uma noite de pouco sono e muita ansiedade. Estávamos em uma final inédita. O time já tinha feito história, mas sabíamos que poderíamos mais. Nós queríamos mais. O jogo começou com alguns erros, o que é normal até que a ansiedade fosse controlada. A Eslováquia vinha com tudo e nós avaliávamos de que maneira conseguiríamos furar o bloqueio da zaga deles, pois eram atletas mais altos e fisicamente bem preparados”, relembra.

Com um gol de Murilo e dois de Marquinhos, o Brasil venceu a Eslováquia por 3 a 0 e levou o título Mundial ISF de Futebol fazendo uma geração que trará muitas alegrias para o esporte nacional entrar para a história. E essa data não poderia passar em branco, tendo em vista a importância da conquista que até hoje emociona Antônio Hora Filho, presidente da CBDE.

– Foi teste pra cardíaco do início ao fim. Somos o país do futebol e faltava esse título em nossa galeria. Como ex-árbitro da modalidade, sentia essa vontade de gritar ‘É CAMPEÃO’ há muito tempo. E graças a esse time de guerreiros pude soltar a voz ao lado de milhares de pessoas que torceram pelo nosso futebol no mundial. Aproveito mais uma vez para parabenizar a equipe do Colégio Amorim e espero que nos próximos torneios os nossos estudantes possam continuar conquistando posições de destaques com o nosso futebol.

Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar

Brasil atropela a Eslováquia e conquista título inédito para o país

BELGRADO – Primavera fria em Belgrado mas, não para os meninos do Colégio Amorim de São Paulo que mais uma vez fizeram história defendendo o Brasil com a camisa verde e amarela da CBDE.

Numa campanha durante o Mundial Escolar de Futebol com apenas um empate na estreia contra o Líbano, os paulistas seguiram firme, sob o comando do professor Vinicius Moraes na busca pelo título inédito para o Brasil.

Num jogo com plateia lotada o Brasil mostrou toda a sua superioridade e favoritismo em campo. A Eslováquia, com um time de estatura alta, não conseguia avançar seu ataque e era sempre barrada pela zaga formada por Júlio, Carlos, Murilo e Arthur.

E quem abriu o placar no final do primeiro tempo foi Murilo que num cruzamento na área com direito a bate e rebate, girou e fez o gol com a perna direita

Na volta do intervalo o Brasil parecida estar ainda mais inspirado e não deu chance alguma para a Eslováquia que começou a se perder em campo e, com o grito da torcida que só chamava pelo Brasil.

O segundo gol veio de uma jogada bem trabalhada, numa inversão de bola da direita pra esquerda e finalização de fora da área do Marquinhos não dando chance alguma de defesa para o goleiro eslovaco. E, para colocar a vitória no campeonato numa jogada construída pelo lateral esquerdo, Arthur, veio o terceiro gol da partida e segundo de Marquinhos. Final: Brasil 3×0 Eslováquia.

Igor Borges, da equipe de fisioterapeutas do Brasil era um dos que mais vibrava com os garotos o título: “E CAMPEÃO….É CAMPEÃO. Feliz demais por estes meninos, por estar aqui e poder ter desenvolvido um trabalho com a delegação ao longo destes 10 dias. O título é nosso”, disse o fisioterapeuta em meio a gritos e euforia dos atletas.

Marquinhos, autor do último gol brasileiro agradeceu a Deus e ao Colégio Amorim pela oportunidade: “Essa conquista veio coroar todo o trabalho que nos fazemos no colégio, todo treino. Queria agradecer a Deus, ao Amorim e a CBDE pela oportunidade de representar o meu país aqui no mundial. Estou muito feliz com essa medalha que conquistamos”, disse Marcos.

Quem levou o bronze para a casa no masculino foi a equipe da Áustria.

Foi a segunda vez que o Amorim representou o Brasil num Mundial de Futebol. A primeira vez foi na República Tcheca em 2017 com a conquista do 4º lugar.

E o Brasil, além do título no masculino conquistou também o terceiro lugar no feminino, completando assim, a sua melhor participação em mundiais da modalidade.

As meninas da Escola Lourdes Lago de Chapecó, liderada pelo técnico João Romeu de Almeida Filho fizeram um jogo limpo e cercado de confraternização com a equipe da Áustria. Antes mesmo do início da partida, as atletas se reuniram na arquibancada para dançar, cantar e fazer muitas selfies, exatamente como deve ser o espírito de fair play de um campeonato escolar.

Em campo, o respeito prevaleceu com jogadas limpas e poucas faltas. O gol da vitória veio com Mariza, encerrando em Brasil 1×0 Áustria. Vale destacar que a campanha do Lourdes Lago foi de vitórias sucessivas tendo perdido apenas os jogos das semifinais para as vencedoras do mundial, Alemanha. Em segundo lugar no feminino ficou a França.

O Brasil agora lidera o ranking do futebol escolar no masculino, entre os 24 países participantes e, o terceiro no feminino entre 16 equipes, neste, que foi o mundial que reuniu o maior número de países da história de mundiais da ISF.

Jesus Filho
Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira do Desporto Escolar
Informações: +55: 061 99136-0090 / +55: 061 3967-7176
Texto e foto: Alexandra Alves
E-mail: imprensa@cbde.org.br
Endereço sede: Setor Bancário Norte, Quadra 2, Lote 12
Bloco F, Brasília – Distrito Federal

Com gol de Matheus Araújo Brasil conquista vaga na final

E o Brasil mais uma vez faz bonito na história dos mundiais promovidos pela Federação Internacional do Desporto Escolar ISF. Em Belgrado/Sérvia os brasileiros já garantiram a melhor colocação em mundiais de futebol chegando as finais da competição.

Em meio a chuva, frio e muito vento o dia de competições para o Brasil teve seu início com a disputa da semifinal feminina com a forte equipe da Alemanha. O time da Escola Lourdes Lago de Chapecó entrou em campo concentrada mas encontrou a barreira alemã que impedia os ataques e contra ataques brasileiros. Aos treze minutos do primeiro tempo, a zagueira camisa 13 da Alemanha, Nicole Vuker faz o gol que garantiria a vaga para a final. As guerreiras chapecoenses fizeram um bom jogo no segundo tempo, com destaque para a zagueira Carol que bloqueava e desarmava todas as bolas que via pela frente e lateral esquerda, Gisseli (Formiga), que com sua agilidade armou ataques e contra ataques de tirar o fôlego.

Amanhã, o Brasil buscará um lugar no pódio na disputa pelo bronze com a equipe da Áustria. Independentemente do resultado a equipe de Chapecó, que representa o Brasil, já iguala a posição alcançada no último mundial na República Tcheca em 2017.

Mas o dia ainda reservaria mais bons resultados para o país. Jogando pela primeira vez num campo de grama natural, desde que chegou a Belgrado, a equipe do Colégio Amorim de São Paulo pode demonstrar toda a sua força, habilidade e técnica e, aos cinco minutos do primeiro tempo, dos pés do goleador Matheus Araújo, sairia o gol da vitória brasileira.
A Áustria bem que tentou reverter o placar mas, o passaporte para as finais do mundial já havia sido carimbada e registrada. Matheus, autor do gol, dedicou a vitória ao pai, que faz aniversário hoje: “Obrigada família, pai este gol foi pra você”, disse o jogador.

Amanhã a grande final do Mundial Escolar de Futebol acontece as 11h (horário de Brasília) entre Brasil x Eslováquia. Monte sua torcida e acompanhe ao vivo conosco, cada lance do mundial.

Jesus Filho
Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira do Desporto Escolar
Informações: +55: 061 99136-0090 / +55: 061 3967-7176
Texto: Airton Lima e Alexandra Alves
Foto: Alexandra Alves
E-mail: imprensa@cbde.org.br
Endereço sede: Setor Bancário Norte, Quadra 2, Lote 12
Bloco F, Brasília – Distrito Federal

Brasil conquista vagas na semifinal do Mundial Escolar de Futebol

Belgrado – No primeiro desafio brasileiro do dia, a seleção feminina encarou nada menos que a maior vencedora da história da competição, a Finlândia, que detém cinco títulos. Com um jogo ofensivo, o time da Escola Lurdes Lago tomou conta das ações e abriu o placar aos onze do primeiro tempo com a meia campo, Paty. O Brasil seguiu criando, e as finlandesas tentavam os contra ataques, até que na etapa final a camisa 10 Rafa, bateu de fora da área e sacramentou a classificação rumo a semifinal. Final, Brasil 2 a 0 Finlândia.

Patricia Maldaner, camisa 08, embora muito tímida falou sobre a vitória do time brasileiro: “O jogo foi bem disputado, as finlandesas eram bem mais altas do que nós mas, viemos com um pouco mais de agilidade e técnica e conseguimos esse resultado e a vaga para a próxima fase”, disse Patricia.

No masculino, o Colégio Amorim teve pela frente o Qatar, atual campeão do mundo. O jogo foi tenso, disputado, porém com domínio brasileiro. Até que no fim do jogo, Riquelme em grande jogada fez o gol que deu a classificação para a seleção, 1a 0 e vaga garantida.

O técnico do Colégio Amorim, Vinicius Moraes comentou a vitória: “Foi um jogo difícil e tenso, a equipe do Qatar tem seus méritos, afinal são os atuais campeões do mundial mas, nosso time demonstrou ter mais talento em campo e vamos agora tentar a vitória sobre a Áustria amanhã”, disse o técnico.

As semifinais serão disputadas nesta sexta-feira (12) e ambos os jogos terão transmissão ao vivo pelo face da CBDE, confira os confrontos:
06h30 – feminino: Brasil x Alemanha
10h – masculino: Brasil x Áustria

Jesus Filho
Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira do Desporto Escolar
Informações: +55: 061 99136-0090 / +55: 061 3967-7176
Texto: Airton Lima e Alexandra Alves
Foto: Alexandra Alves
E-mail: imprensa@cbde.org.br
Endereço sede: Setor Bancário Norte, Quadra 2, Lote 12
Bloco F, Brasília – Distrito Federal

Em dia de folga delegação do Brasil visita a fortaleza Kalemegdan na Sérvia

<b> Belgrado</b> – Hoje foi um dia cheio de descobertas e surpresas para a delegação brasileira no Mundial ISF de Futebol Escolar que está sendo realizado na Sérvia.<br/><br/>Depois de garantirem a classificação em primeiro lugar tanto no feminino quanto no masculino, nossos meninos e meninas ganharam um merecido dia de folga com direito a passeio e celebração.<br/><br/>Pela manhã, visitaram o Parque Kalemegdan que fica no encontro entre os rios Danúbio e Sava. Trata-se de um dos maiores símbolos da capital do país. A Fortaleza fica no Parque Kalemegdan e é um dos mais nítidos legados da longa história da Sérvia. <br/><br/>Durante o passeio a delegação brasileira conheceu um pouco da história do país e se divertiu com muitas poses e selfies tiradas ao longo do percurso. A paisagem totalmente diferente do que se vê no Brasil foi o que mais encantou a atleta Caroline Bedendo: “Nossa! Tudo aqui é muito lindo. Esse parque enorme que é uma fortaleza, o rio logo atrás, nunca tinha visto nada igual” disse a estudante. <br/><br/>Na volta do passeio os atletas tiveram a tarde livre para descansar, afinal, amanhã começam as disputas pelas quartas de final e todos devem estar recuperados e sem lesões para que possam ter um bom jogo.<br/><br/>A noite aconteceu a tradicional \”Feira das Nações\”, um momento de confraternização em que as delegações montam uma banca com comidas típicas e apresentam uma dança local. Nossa culinária fez sucesso com os quitutes trazidos do Brasil e claro que nossa turma deu show na hora de dançar.<br/><br/>Amanhã você acompanha, ao vivo, Brasil vs Finlândia, pelo feminino, às 5h (horário de Brasília) e, às 6h30 tem Brasil vs Qatar, pelo masculino. Monte sua torcida e não perca nenhum detalhe do Mundial ISF Escolar de Futebol. <br/><br/>Jesus Filho<br/>Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira do Desporto Escolar <br/>Informações: +55: 061 99136-0090 / +55: 061 3967-7176<br/>Texto: Airton Lima e Alexandra Alves <br/>Foto: Alexandra Alves <br/>E-mail: imprensa@cbde.org.br<br/>Endereço sede: Setor Bancário Norte, Quadra 2, Lote 12 <br/>Bloco F, Brasília – Distrito Federal

Brasil se classifica pra as quartas de final do Mundial Escolar de Futebol


Belgrado – As duas equipes brasileiras representadas pelo Colégio Amorim (SP) e Escola Lourdes Lago (SC), se classificaram nesta terça-feira (9), para a quartas de final do Mundial ISF Escolar de Futebol. O evento que acontece até o dia 14 de abril em Belgrado capital da Sérvia. A equipe brasileira vem fazendo bonito e conseguiu classificação em primeiro lugar tanto no feminino quanto no masculino.

O time masculino entrou em campo duas vezes e venceu ambas. No primeiro jogo derrotaram Taipei por 2 a 1. A equipe brasileira comandada pelo professor Vinicius Moraes, não teve descanso em campo. Com uma equipe veloz, Taiwan fez os meninos de São Paulo suarem um pouco mais. No primeiro tempo, Matheus Araújo foi o autor do primeiro gol. Na volta do intervalo foi a vez da China Taipei empatar o jogo e visionar uma possível vitória. Felizmente o sonho não durou muito e, Keven, num bate rebate dentro da área marcou o segundo gol brasileiro.

O segundo jogo do dia pelo masculino foi marcado por tensão. Brasil e Bélgica Flanders entraram em campo com a difícil tarefa de se classificarem para a próxima fase. Ambos com o mesmo saldo de pontos no campeonato mas, dependendo do resultado dos adversários do grupo D corriam o risco da eliminação. A partida foi marcada por faltas pesadas e muita reclamação belga da arbitragem, o que não afetou o Brasil que conseguiu a classificação com uma vitória por 2 a 0 carimbando a primeira colocação do grupo.

O Colégio Amorim fechou assim a primeira fase com três vitórias e dois empates. A outra seleção do grupo a passar de fase foi o surpreendente Líbano, estreante em mundiais.

Já as meninas confirmaram o favoritismo e com um time reserva venceu com facilidade a seleção da Croácia por 5 a 0, com gols de Manu, Brendha, Dani, Lais e Natanie. O feminino, representado pela Escola Lurdes Lago de Chapecó-SC, passa a próxima fase numa campanha invicta. República Tcheca é a outra classificada do grupo.

Os confrontos válidos pelas quartas de final acontecerão na quinta-feira (11). Horários e adversários dos jogos serão divulgados em breve e você ficará sabendo através dos nossos canais de comunicação.

Jesus Filho
Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira do Desporto Escolar
Informações: +55: 061 99136-0090 / +55: 061 3967-7176
Texto: Airton Lima e Alexandra Alves
Foto: Alexandra Alves
E-mail: imprensa@cbde.org.br
Endereço sede: Setor Bancário Norte, Quadra 2, Lote 12
Bloco F, Brasília – Distrito Federal