Definidas as seleções brasileiras de Tênis de Mesa, que representarão o Brasil na Gymnasiade 2022

Encerrada na noite desta quinta-feira (17) em Aracaju, a Seletiva de Tênis de Mesa,definiu as seleções brasileiras masculina e feminina, que representarão o Brasil na Gymnasiade 2022, na Normandia. A competição teve início na terça-feira (15) com a participação de mais de 200 atletas, representado os 26 estados da federação mais o Distrito Federal.

Na manhã desta quinta-feira (17),aconteceram as semifinais femininas,classificando as quatro mesatenistas, que formarão a seleção brasileira são elas:Sabrina Miyabara (SP), Beatriz Kanashiro (SP), Victória Strassburger (RS) e Eduarda Magagnin (SC). As duas representantes de São Paulo venceram as semifinais e se classificaram para a grande final. Uma final genuinamente paulista, vencida por Sabrina Miyabara, que levou a medalha de ouro. A prata foi para Beatriz Kanashiro (SP). Vitória Strassburger e Eduarda Magagnin ficaram com as medalhas de bronze.

No masculino, a disputa foi muito mais acirrada, principalmente a grande final,entre o mineiro João Pimenta e o paulista Henrique Noguti. O vencedor por 3×2 foi Henrique Noguti, que garantiu medalha de ouro. João Pimenta ficou com a prata e o bronze foi para Eduardo Fragoso (SC) e Bruno Bandeira (RS). Estão classificados para Normandia no masculino Henrique Noguti (SP), João Pimenta (MG), Eduardo Fragoso (SC) e Bruno Bandeira (RS).

Premiação –  Encerradas as disputas e conhecidos os vencedores masculino e feminino, foi iniciada a solenidade de premiação, com desfile das delegações, seguida da palavra do presidente da Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE), Antônio Hora Filho. O presidente agradeceu a participação dos atletas, elogiou o nível técnico da competição e agradeceu aos patrocinadores.

– Aqueles que não conseguiram a classificação para Normandia, muito obrigado pelo participação, pela luta em busca do objetivo. Outras competições virão e esperamos contar com vocês. Agradeço a todos. Para os que conquistaram a vaga, nos veremos no mês de maio na Normandia – disse o presidente Antônio Hora.              

Depois da palavra do presidente, a solenidade prosseguiu com a entrega de medalhas e troféus aos atletas e técnicos vencedores.

A Superintende Especial de Esportes, Mariana Dantas, prestigiou a solenidade. Mariana fez uma alusão da competição às comemorações do aniversário dos 167 anos da capital sergipana.

– Aracaju não poderia receber um melhor presente hoje, nos seus 167 anos. Fomos presenteados com essa final de Tênis de Mesa, no dia do seu aniversário e aqui, nós conhecemos as seleções brasileiras, que representarão nosso pais na França- disse Mariana Dantas.

Quem vibrou com o sucesso do evento foi o presidente Antônio Hora Filho. Presente ao ginásio durante todos os dias de competição, Antônio Hora parabenizou os jovens atletas, que formarão as seleções brasileiras masculina e feminina.  

– Conseguimos filtrar entre esses mais de 200 participantes, quatro garotos e quatro garotas, que representarão o Brasil na Gymnasiade, na Normandia e, sobretudo uma grande competição, com todos os participantes muito satisfeitos com a forma calorosa, com que os sergipanos sabem acolher seus visitantes – disse o presidente.

Antônio Hora elogiou a organização do evento e os citou os elogios recebidos dos participantes. “Os participantes estão muito satisfeitos. É um orgulho para os organizadores, fazerem o maior evento de Tênis de Mesa do Brasil, nessa faixa etária. A competição transcorreu sem nenhum problema e as pessoas estão muito felizes,com a organização de um grande evento como este. Fizemos o maior evento de Tênis de Mesa do Brasil, nessa faixa etária-concluiu o presidente Antônio Hora.  

Por: Givaldo Batista

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.