Wrestling escolar: da base ao alto rendimento

Por: Alexandra Alves 

As Olimpíadas de Tóquio foram um marco este ano para a retomada dos campeonatos esportivos. Estar novamente em campo para quem é ou acompanha alguma modalidade é tão libertador quanto motivador.

E, essa motivação tem sido o motor da delegação brasileira formada pela CBDE que está em Belgrado participando doISF U15 WORLD SCHOOL SPORT GAMES 2021” que é o novo Mundial Escolar Gymnasiade para atletas entre 13 e 15 anos.

O Wrestling é uma das modalidades disputadas pelo Brasil e com expectativas de obter bons resultados o que, para o desporto escolar, significa uma evolução sem precedentes pois estamos: falando de atletas que ficaram praticamente 2 anos com treinos suspensos e atividades realizadas de maneira online; uma volta gradual, tendo em vista que ainda estamos atravessando a pandemia e, a participação num mundial que acaba de ser criado. Independente do resultado o Brasil já faz parte da história da GymnasiadeU15.

Para a técnica da equipe escolar CBDE de Wrestling, Rafaela da Luz, a modalidade tende a crescer e muito nas categorias de base, sobremaneira impulsionada pelo escolar: “Hoje, a grande maioria dos técnicos do wrestlingvieram de outras lutas como o judô e jiu-jitsu e, assim como seus atletas. O movimento que percebemos é que atletas de gerações anteriores que estão próximos de sua formação universitária são os profissionais que desenvolverão a modalidade. Nos que somos professores percebemos que cada vez mais outros colegas nas escolas têm tentado incluir o Wrestling como uma das modalidades dos currículos escolares. Quando tivermos isso consolidado, com certeza, haverá uma avalanche de atletas de alto rendimento vindos do escolar”, disse a técnica.

Um exemplo da base para o alto rendimento vem da família Pimenta que, no novo Mundial Escolar Gymnasiade U15 está representada pela caçula da família, a atleta escolar Giovana Pimenta, de 14 anos de idade.

Giovana é irmã da judoca Larissa Pimenta (22 anos) que esteve nas olimpíadas de Tóquio na categoria até 55kg e, iniciou na modalidade com apenas 08 anos de idade.

Outra irmã Pimenta de destaque é Leticia. Atleta do Wrestling ela é uma das promessas de medalhas para o Brasil no próximo ciclo olímpico.  Entre suas principais conquistas estão o bicampeonato Sul-Americano, os Jogos Escolares Brasileiro, o terceiro lugar no Pan-Americano e muito mais.

A caçula da família Giovana diz que a família é sua maior inspiração e da realização de um sonho que também se torna realidade ao participar em 2021 de seu primeiro mundial representando o Brasil: “Estou muito feliz pela oportunidade que a CBDE me deu em participar deste mundial. A minha família é minha maior incentivadora e, amamos a luta. Espero continuar treinando e poder cada vez mais representar o meu país e estar numa olimpíada assim como as minhas irmãs”, disse Giovana.

A estreia da equipe brasileira do Wrestling no ISF U15 WORLD SCHOOL SPORT GAMES 2021 acontece nesta terça-feira (14/09) na categoria greco-romano, a partir das 5h (horário de Brasília). Siga nossas redes sociais e acompanhe os resultados em tempo real.

Correspondentes esportivos em Belgrado:

Alexandra Alves, Airton Lima (Queridão) e Marcus Cicarini

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *