CBDE 20 anos: relembre eventos e conquistas que fizeram parte de nossa história

Por: Jesus Filho

Brasília – Fundada em 25 de maio de 2000, a Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE) realizou uma série de competições esportivas ao longo de sua história. Com a missão de disseminar a prática esportiva nas escolas, milhares de estudantes que tiveram a oportunidade de participar dos nossos eventos tanto no Brasil, quanto fora dele, foram beneficiados ao longo do tempo fortalecendo a base esportiva do nosso país.

Ao longo desses 20 anos, a CBDE participou de 98 torneios internacionais e realizou 11 mundiais. O último feito no Brasil, foi em 2019, no Rio de Janeiro, utilizando com palco principal as águas históricas do Parque Aquático Maria Lenk que ditaram moda no Mundial ISF de Natação. Ainda assim, foram realizados desde sua fundação até aqui, 73 campeonatos brasileiros movimentando a economia das cidades-sede e fazendo história na vida de tantos estudantes que até hoje nos ajudam contá-la.  

Mas não se pode falar da história sem recordar a primeira participação brasileira em torneios fora do país. Em 2001, estudantes do mineiro Colégio Magnum representaram o desporto escolar nacional no Mundial ISF de Futebol. O evento foi realizado na França dando o pontapé inicial para um futuro que reservaria grandes desafios e novas conquistas pela frente.

O primeiro campeonato brasileiro escolar realizado pela CBDE ocorreu também em 2001 com a natação. Na oportunidade, atletas escolares de todas as regiões do Brasil disputaram em São Paulo a competição. O evento foi realizado em parceria com a Federação do Desporto Escolar de São Paulo (Fedeesp), que à época, tinha como presidente o professor Sérgio Pranchevicius.

Um dado importante ao longo da trajetória de sucesso do desporto escolar nos últimos anos é que o Brasil venceu todos os campeonatos sul-americanos em que participou. Ao todo, foram 25 conquistas no torneio, patamar que coloca os estudantes brasileiros em uma posição de destaque no cenário sul-americano. Na última edição, realizada no Paraguai, o Brasil somou 103 medalhas, entre elas: 52 de ouro, 28 de prata e 23 de bronze.

O primeiro mundial que a Federação Internacional do Desporto Escolar (ISF), realizou no Brasil, foi em 2003. Na ocasião, a cidade de Goiânia-GO, foi a grande anfitriã do torneio que contou com a participação expressiva de estudantes de vários continentes. Não diferente do que ocorreu no primeiro Brasileiro CBDE de Futsal, realizado em 2007, na cidade de Aracaju, em Sergipe. Naquele ano, cinco professores que entrariam para história eram técnicos de suas respectivas equipes:

Antônio Hora Filho, técnico à época de Sergipe, é hoje presidente da CBDE. Luiz Delphino, treinador da equipe de São Paulo, tornou-se 13 anos depois diretor técnico de futsal da ISF e CEO da CBDE; Antônio Zico, comanda hoje a Federação Amazonense do Desporto Escolar; seguido de Djalma Pacheco, que durante anos conduziu a Federação Alagoana de Esportes Colegiais (FAEC); e de Marcelo Ottoline; eleito no último pleito da CBDE conselheiro da entidade, mas que até então realizava um grande trabalho à frente da Federação Regional do Desporto Escolar do Distrito Federal e Entorno (FRDE-DF).

A primeira participação do Brasil na Gymnasiade ocorreu em 2002, na França. Na época, a delegação brasileira que era formada por estudantes de Minas Gerais, fez história conquistando medalhas no atletismo, única modalidade com participação verde e amarela no torneio.

Na última década e já na gestão de Antônio Hora Filho, a CBDE deu um salto de excelência que a cada ano vai mantendo o Brasil no topo como uma das principais potências esportivas do mundo. Com recorde absoluto de participações em nossos torneios, estudantes de todo país seguem conquistando títulos fazendo a diferença no esporte estudantil nacional.

Uma das emblemáticas vitórias do sistema CBDE ao longo desses vinte anos, foi o topo do mundo conquistado pela delegação que representou o Brasil na Gymnasiade da Turquia. O evento, realizado pela Federação Internacional do Desporto Escolar (ISF) em 2016, contou com a presença maciça do Brasil que formou a segunda maior delegação do mundial, perdendo somente para o país anfitrião. Na oportunidade, o Brasil conquistou 128 medalhas, sendo: 57 de ouro, 32 de prata e 39 de bronze.  

Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *