A um ano da Gymnasiade, desporto escolar cresce em todo país

Por: Jesus Filho

Brasília – Falta pouco para o início da maior festa do desporto escolar mundial. A Gymnasiade 2020 promete ser a maior de todos os tempos, dessa vez, realizada na cidade de Jinjiang, na China. Com os esforços das autoridades para que o evento atraia o maior número de países participantes à Ásia, o evento promete ser um sucesso.

Em 2013, coube ao Brasil ser o grande anfitrião do Mundial. Com a participação de representantes de várias etnias, pela primeira vez no Continente Americano a Federação Internacional do Desporto Escolar (ISF) realizou a Gymnasiade, sinal de prestígio, já naquela época, do Brasil diante da entidade máxima do segmento.

Na Turquia, em 2016, a delegação brasileira atingiu a primeira colocação geral conquistando 128 medalhas, entre elas: 57 de ouro, 32 de prata e 39 de bronze. Semelhante ao que ocorreu no Marrocos, em 2018, com a honrosa terceira colocação, ocasião em que os brasileiros conquistaram 86 medalhas sendo 27 ouros, 26 pratas e 33 bronzes. A primeira colocada da Gymnasiade 2018, foi a Ucrânia, com 104 medalhas, seguida pelo Marrocos, país-sede que contou com ‘duas delegações participantes’, com 87 medalhas. 

Com recordes importantes sendo atingidos em 2019, o desporto escolar brasileiro vem crescendo em todo país fazendo com que cada vez mais jovens pratiquem o esporte em suas escolas. Tudo isso graças a gestão responsável, transparente e enxuta que o conselho adminiutatido da CBDE vem realizando.

Com a expectativa da participação brasileira na próxima Gymnasiade, muitos estudantes contam os dias para o início da seletiva nacional que os credenciará para o Mundial. O evento será realizado em 2020, na cidade de Aracaju, em Sergipe, atraindo milhares de estudantes que disputarão uma vaga para o Mundial.

Uma novidade em Jinjiang é a contrução de um complexo esportivo onde as provas serão disputadas. Tudo isso graças aos esforços da própria ISF e do governo chinês que promete realizar um evento que marcará história na base esportiva mundial estudantil.

A competição ocorrerá entre os dias 17 e 24 de outubro do próximo ano. Até lá, estudantes de todos os estados do país continuam focados em busca da sonhada vaga para a China.

Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *