Brasil invade a praia de San Vito Lo Capo e fatura 5 medalhas!

Por: Marcus Cicarini

Foto: Marcus Cicarini

San Vito Lo Capo – O Brasil fez a festa na arena de San Vito Lo Capo, no dia 9 de outubro. Um dia que entrou para a história do vôlei de praia brasileiro que saiu do Sul da Itália com 5 medalhas: 2 de ouro e 3 de prata. Para o professor Wallace Souza, a ficha ainda não caiu. Sentimos uma emoção do tamanho do mundo e levar esse troféu pra casa é motivo de muito orgulho, desabafou o professor. Tenho a convicção de que esse título vai mudar a história do vôlei de praia da minha cidade, concluiu o técnico de Roraima que venceu os ucranianos por 2×1, parciais de 21×19 – 22×24 e 15×11.

E cheio de alegria estão também os meninos da Paraíba que venceram a Itália por 2×0, na categoria seleção. Um show de vôlei de praia sob o comando do técnico bicampeão mundial Allan Garcia que não mediu palavras depois da conquista do ouro. “Um sentimento de muita gratidão a Deus pela conquista desse bi campeonato em San Vito Lo Capo e pela oportunidade de vivenciar essa experiência incrível nesse mundial. Obrigado a todos da CBDE pelo trabalho brilhante com o desporto escolar brasileiro.”

Foto: Maracus Cicarini

Além das duas medalhas de ouro, o Brasil faturou mais 3 medalhas de prata. Na categoria Sub-16, as cariocas não conseguiram vencer a fortíssima dupla americana e foram superadas pelos Estados Unidos, com resultado final de 2×0 para as americanas, parciais de 21×14 e 21×11. Na categoria Sub-14, mais uma medalha de prata. O Brasil enfrentou a talentosa dupla da Hungria que acabou vencendo o confronto por 2×0, parciais 21×18 e 21×19. Completando o quadro de medalhas do Brasil, prata para as meninas de São Paulo que não conseguiram a vitória contra a forte dupla americana na categoria seleção. Placar final 2×0 para os Estados Unidos, parciais de 21×14 e 21×13. Na briga por mais medalhas, os pernambucanos da categoria Sub-15 enfrentaram os alemães e terminaram a competição em 4°lugar.

Das 6 finais em San Vito Lo Capo, o Brasil esteve no pódio 5 vezes e mesmo na qual não lutamos pela medalha, estivemos representados pela dupla de arbitragem brasileira Rodrigo e Renata. Uma hegemonia do vôlei de praia escolar do Brasil comprovada pelo favoritismo inicial. Além de voltarmos pra casa com as malas cheias de medalhas, saímos de San Vito Lo Capo com a sensação do dever cumprido e, mais do que isso, com a certeza de que em um mundial de altíssimo nível, colocamos o Brasil em posição de destaque, tanto no fator qualitativo quanto na disseminação da cultura brasileira. Afinal, nossa presença nesse mundial agregou valores importantes na mente e nos corações de todos que pisaram nas areias da Sicília.

Confira os medalhistas do Brasil no mundial escolar de vôlei de praia.

Medalha de Ouro: Categoria Sub-16 Masculino – Roraima

Evandro Cardoso

David Lopes

Isaque Deivison

Técnico: Professor Wallace Souza

Medalha de Ouro: Categoria Seleção Masculino – Paraíba

Pablo Barbosa

Thiego Bernaola

Felipe Pedro

Técnico: Professor Allan Garcia e professor Leopoldo Síndice

Medalha de Prata: Categoria Sub-14 Feminino – Paraíba

Raissa Barbosa

Lara Pacheco

Gabriele Lucena

Técnico: Professor Allan Garcia e o professor Leopoldo Síndice

Medalha de Prata: Categoria Sub-16 Feminino – Rio de Janeiro

Rafaela Oliveira

Manuela Cerqueira

Lorena Tavares 

Técnico: Professor Fernando Barbosa

Medalha de Prata: Categoria Seleção Feminino – São Paulo

Isabella Almeida

Pâmela Torres

Beatriz Santos

Técnico: Professor Luiz Silva

Confira os resultados dos jogos do dia 9 de outubro em San Vito Lo Capo: 

Categoria Seleção Masculina 2001-2002. Paraíba

Quartas de final: Brasil 2 X 0 Chile. (21-8, 21-14)

Semifinal: Brasil 2 X 0 Holanda. (21-18, 21-18)

Categoria Seleção Feminina 2001-2002. São Paulo

Semifinal: Brasil  2 X 1 Polônia. (17-21, 23-21, 15-11)

Categoria 2003-2004 Masculino. Roraima.

Semifinal: Brasil  2 X 1 Índia. (11-21, 21-16, 15-11)

Categoria 2003-2004 Feminino. Rio de Janeiro.

Semifinal: Brasil  2 X 0 F. Polinésia. (21-17, 21-15)

Categoria 2005-2006 Masculino. Pernambuco.

Brasil  2 X 0 China. (21-17, 21-14)

Brasil  0 X 2 Alemanha. (16-21, 18-21)

Categoria 2005-2006 Feminino. Paraíba.

Brasil 2 X 0 Alemanha. (21-19, 21-3)

Brasil 2 X 0 Holanda. (21-19, 21-14)

Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *