Premiação emociona paraibanos na festa que encerrou o Brasileiro de Vôlei de Praia em João Pessoa

Por: Jesus Filho

A alegria dos paraibanos que compareceram à Arena CBDE nas areias de Cabo Branco em João Pessoa | Foto: Lorena Alencar

João Pessoa – A emoção tomou conta das finais do 5º Brasileiro Escolar de Vôlei de Praia. A cada comemoração no pódio montado na Arena CBDE, nas areias da praia de Cabo Branco, na capital paraibana, aplausos e o incentivo de uma torcida apaixonada pelo esporte que lotou o espaço para acompanhar a premiação.

Médica veterinária, Maria do Rosário torceu pelas paraibanas Lara e Raíssa durante o confronto final contra o Rio de Janeiro. Bastante emocionada ao vê-las no pódio, após a vitória, a paraibana de 59 anos contou que gostaria que os netos, Gustavo (7) e Marina (5), também seguissem o mesmo exemplo.

– O meu choro é de felicidade por ver tanta alegria no semblante dessas crianças. Espero que meus netos possam um dia disputar um campeonato como esse para que a minha família sinta a mesma alegria que os pais de Lara e Raíssa estão sentindo neste momento. – Revelou.

Foto: Lorena Alencar

A cerimônia de premiação foi liderada pelo professor Clésio Prado, ex-atleta de voleibol que até hoje é referendado não só pelos incentivos que deu ao atleta multicampeão Giba, como também por ter sido a primeira dupla de Emanuel. Emocionado, Prado fez um discurso empolgante, falando sobre a engrenagem que faz um evento deste porte ser executado.

– Tudo isso só é capaz de acontecer em razão do trabalho de excelência que é realizado pela CBDE no Brasil. O espelho da nossa entidade é seu presidente, o professor Antônio Hora, que é de sala de aula e conhece como poucos como o esporte é importante na vida de um cidadão. Espero que vocês curtam esse momento e não desistam dos seus sonhos, pois o esporte muda vidas, como mudou a minha. – Contou.

Premiação por Categorias:

Seleção Feminina

Na Série Ouro, pela categoria “Seleção Feminina”, São Paulo levou o Ouro, Paraíba a Prata e, Minas Gerais, o Bronze. Já na Série Prata, o Rio de Janeiro levou o ouro, Mato Grosso a prata e, o Rio Grande do Sul, o bronze. Na série bronze, Sergipe ficou com o ouro, Mato Grosso do Sul com a prata e, Santa Catarina, com o bronze. 

Seleção Masculina

No masculino deu Paraíba 1 levando o ouro na Série Ouro, Rio de Janeiro a prata e, Santa Catarina, o Bronze. Na Série Prata, Minas Gerais conquistou o ouro, Amazonas a prata e, Alagoas, a medalha de bronze. Já na Série Bronze, o Rio Grande do Sul levou o ouro, Bahia a prata e o Espírito Santo o bronze. 

Escolar Feminina 2003, 2004

O Rio de Janeiro ficou em primeiro lugar na categoria Escolar Feminina, 2003 – 2004, garantindo na Série Ouro a medalha de ouro. Em seguida, o Ceará levou a prata e o Paraná a medalha de bronze. Na Série Prata deu São Paulo, garantindo o ouro, Rio Grande do Norte a prata e, Paraíba 2, o bronze. Enquanto isso, na Série Bronze, Santa Catarina recebeu o ouro, Amazonas a prata e o Pará o bronze. 

Escolar Masculina 2003, 2004

O Estado de Roraima levou o ouro, na Série Ouro, seguido por Rio de Janeiro que ficou com a prata e, Rio Grande do Norte, que conquistou o bronze. Já na Série Prata, Tocantins levou o ouro e o Paraná a prata. A medalha de bronze ficou com os atletas de Rondônia. Na Série Bronze, o ouro ficou com o Amazonas, seguido de Mato Grosso que ficou com a prata e, Goiás, que levou o bronze.

Escolar Feminina 2005, 2006

Na classificação final da categoria Escolar Feminina 2005, 2006 – quem levou o ouro na Série Ouro, foi a Paraíba 2. Com a prata ficou o Rio de Janeiro seguido do Rio Grande do Sul que levou o bronze. Na Série Bronze, o ouro foi para Pernambuco, seguido do Rio Grande do Norte que garantiu a prata e de Roraima que conquistou o bronze. Na Série Bronze, o ouro foi para Rondônia que conquistou o 1º lugar. São Paulo e Bahia levaram a prata e o bronze respectivamente. 

Escolar Masculina 2005, 2006

Pela Série Ouro da categoria Escolar Masculina 2005, 2006 – Pernambuco ficou com a medalha de ouro, seguido de Roraima, que levou a prata e, Paraíba 2, que levou o bronze. Já pela Série Prata, o Rio de Janeiro garantiu o ouro, Espírito Santo, a prata, e Mato Grosso do Sul, o bronze. Na Série Bronze, o ouro ficou com Sergipe, seguido do Distrito Federal que garantiu a prata e, Alagoas, o bronze.

Clique abaixo e confira o resultado completo e a classificação geral dos estados/equipes por categorias. 

Boletim-7-Vôlei-de-Praia-2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *