Eleição dos atletas: comissão eleitoral divulga os estudantes vencedores

Por: Jesus Filho

Brasília – Seguindo as diretrizes de seu novo estatuto, com base no método de governança que prioriza a transparência em suas ações, a Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE), através do comissão eleitoral destacada para o pleito, anuncia os nomes dos atletas escolares que irão compor a Assembleia Geral da entidade, participando das decisões do segmento no país.

A eleição ocorreu presencialmente e on-line, através do nosso site, para que os estudantes que participaram das nossas competições ao longo de 2019 pudessem votar.

Com a escolha dos nove representantes titulares da comissão de atletas da CBDE definida, um estudante entre os nove eleitos será o representante da categoria no Conselho Administrativo da entidade. Essa escolha será exclusivamente realizada entre eles.

Confira abaixo o resultado da votação:

NOTA-OFICIAL-CBDE

Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar

Eleição dos atletas: início da contagem dos votos será no próximo dia 06 de dezembro

Por: Jesus Filho

Brasília – O comitê eleitoral, responsável pela votação que estabelecerá a comissão de atletas que irá compor o Conselho Administrativo da Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE), informa que para dar mais celeridade ao resultado, iniciará a contagem dos votos no próximo dia 06 de dezembro, a partir das 13h, na sede da entidade, em Brasília.

Essa iniciativa é uma exigência legal com base na legislação vigente no país. Além disto, atende os dispositivos do novo estatuto da CBDE. Quem vencer, irá representar a categoria participando das decisões da entidade em prol do Desporto Escolar Nacional.

Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar

Eleição dos atletas: saiba tudo sobre o prazo da contagem dos votos

Por: Jesus Filho

Brasília – Com base na política de nova governança da Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE), seguindo as diretrizes de nosso novo estatuto priorizando a transparência de nossas ações e, atendendo todas as exigências necessárias, informamos que a contagem dos votos para a composição dos atletas em nosso Conselho Administrativo, será realizada na sede da entidade, na capital federal, entre os dias: 07 e 08 de dezembro de 2019. A contagem começa às 8h30 da manhã e o resultado geral você confere no dia 10/12.

Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar

Secretário Especial do Esporte é homenageado pela CBDE na Capital Federal

Por: Jesus Filho

Brasília – Em agradecimento a parceria difundida entre a Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE) e o Ministério da Cidadania através da Secretaria Especial do Esporte, na manhã desta segunda-feira (25), o secretário Décio Brasil, titular da pasta, recebeu das mãos de Robson Aguiar, vice-presidente da Confederação, uma placa de agradecimento não só pelas ações conjuntas entre as duas instituições, como também de reconhecimento pelo apoio que o Governo Federal tem dado ao esporte estudantil nacional. Na oportunidade, o secretário especial adjunto, Coronel Marco Aurélio Araújo também foi homenageado.

O encontro aconteceu no gabinete do secretário, em Brasília. Após a audiência, Aguiar disse que fez questão de realizar essa homenagem não só pela parceria, mas pelo incentivo que o ministério sempre deu ao desenvolvimento do desporto escolar no país.

– Fomos recebidos hoje pelo General Brasil, secretário especial de Esporte, para que pudéssemos entregá-lo uma placa de agradecimento por essa parceria que beneficia atletas escolares de todas as partes do país. Agradecemos a ele pelo apoio e ratificamos o compromisso de continuarmos trabalhando juntos para que o esporte estudantil continue atuante na formação do cidadão.

Depois das homenagens, as autoridades posaram para o registro do encontro.

Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar

Começa em Brasília a Assembleia Geral Extraordinária da CBDE

Por: Jesus Filho

Brasília – Entidades representativas do Desporto Escolar Nacional estão reunidas em um hotel da capital federal, participando da Assembleia Geral Extraordinária da Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE). Último encontro do ano entre os presidentes das federações filiadas, o evento foi aberto pelo presidente Antônio Hora Filho, que deu boas-vindas aos participantes do encontro e passou a palavra para o advogado e presidente da Federação Alagoana de Esportes Colegiais (FAEC), Irã Cândido, responsável pela comissão eleitoral do próximo pleito da CBDE que ocorrerá em janeiro de 2020.

Mas se por um lado o dia é dedicado para as diversas reuniões que irão ocorrer, por outro, serve também para reencontrar os amigos em uma atmosfera democrática de respeito mútuo entre os que fazem o esporte estudantil no Brasil. Para João Bosco, presidente da Federação Mato-grossense do Desporto Escolar (FMDE), o ano marcou a história da CBDE e isso precisa ser comemorado.

– Fazer parte desse momento histórico do Desporto Nacional muito me emociona. Diversos estudantes foram beneficiados diretamente com nossas ações e essa realidade tem mudado vidas em todos os lugares do país. A assembleia serve para que possamos ter ciência das diretrizes aplicadas pela CBDE ao longo do ano, mas também, de revermos os amigos que assim como nós no Mato Grosso, atuam diariamente pelo desenvolvimento do segmento no país.

Entre as pautas da Assembleia, estão:

  1. Apresentação do Regime Eleitoral;
  2. Aprovação do Regimento Interno da Assembleia Geral – Anexo II;
  3. Aprovação do Código de Conduta de Ética – Anexo II;
  4. Apresentação do Portifólio de Projetos para 2020;
  5. Apresentação da Proposta de Orçamento para 2020.

A reunião ocorre durante essa sexta-feira (22), sem horário previsto para terminar.

Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar

Seminário Nacional do Desporto Escolar começa hoje na capital federal

Por: Jesus Filho

O presidente da CBDE, Antônio Hora Filho, ao lado das autoridades durante o Seminário do Desporto Escolar em 2018, na cidade de Aracaju, em Sergipe. Foto | Arthur Leite

Brasília – A Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE), realiza a partir de hoje, no Distrito Federal, em Brasília, mais uma edição do Seminário Nacional do Desporto Escolar. Com o objetivo de expandir ações que agreguem valor ao desenvolvimento do segmento no país, personalidades políticas, esportivas e acadêmicas irão discutir os avanços do desporto dialogando entre as mais variadas áreas do setor.

Uma das curiosidades do evento este ano é a participação das entidades representativas do Desporto Escolar das Américas. Um dos professores convidados é o americano Roger J. Goudy, presidente Continental Americano da Federação Internacional do Desporto Escolar (ISF). Além dele, o ex-ministro do Esporte, Leandro Cruz Fróes também confirmou presença. Responsável hoje pela Secretaria de Estado de Esporte e Lazer do Distrito Federal, Fróes abrirá o seminário ao lado do presidente da Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE), Antônio Hora Filho.

Os encontros serão realizados até domingo, 24, em um hotel da capital federal. A última edição do seminário foi realizada no ano passado na cidade de Aracaju, em Sergipe. Na ocasião, o medalhista Olímpico Giba, foi uma das principais atrações. Neste ano, além de uma série de palestras nos três dias do encontro, os participantes poderão interagir com o professor Nelson Jorge Acevedo, representante do Ministério da Educação da República Dominicana.

Confira abaixo a programação completa do evento e acompanhe todos os detalhes em nossos canais oficiais de comunicação.

programaçao-seminario__vfinal-2__

Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar

Começa em Salvador o Brasileiro CBDE de Basquete 3×3

Por: Jesus Filho

Salvador – Delegações formadas por atletas escolares de todas as partes do país já estão na capital baiana onde disputam o título Brasileiro de Basquete 3×3. São jovens alunos de escolas públicas e particulares que trazem na bagagem a confiança na busca incessante pela oportunidade de defender as cores do Brasil no Mundial da modalidade previsto para ocorrer em 2020 na Índia.

As disputas começaram logo cedo no Complexo Esportivo do Centro Pan-americano de Judô. Com uma estrutura de excelência, a única preocupação dos competidores era a de estrear com o pé direito. Pela manhã, vinte e quatro jogos foram realizados. Entre eles, o confronto entre Rio Grande do Norte x Distrito Federal. Os alunos do Colégio Salesiano Dom Bosco (RN), venceram por 20 a 12 a nivelada equipe do Centro de Ensino Médio Ave Branca (DF), garantindo assim a primeira vitória no torneio.

A disputa feminina entre Pará e Roraima revelou a supremacia paraense após a vitória de 14 a 04. Embora as meninas do Instituto Batista de Roraima tenham buscado uma reação, o ataque fulminante do Colégio Santa Rosa foi decisivo para o placar favorável. Com a vitória, a equipe paraense comemorou o resultado em quadra sendo aplaudida pela torcida que acompanhava o jogo.

Entre os jogos mais disputados do dia, Amapá e Paraíba fizeram uma partida bonita de assistir. Com pontos ajustados, as duas equipes buscaram até o último minuto o resultado, mas quem se deu melhor foram os amapaenses que venceram o jogo por 17 a 14. Os meninos da Escola Estadual M. F. Alvares de Azevedo (AP), reconheceram a qualidade técnica da forte equipe do Interativo Colégio e Curso (PB), mas comemoram, e muito, a vitória.

Durante a parte da tarde outros vinte e quatro jogos fecharam a 1ª rodada do Brasileiro CBDE de Basquete 3×3. Os alunos do Colégio Santa Mônica, do Rio de Janeiro, enfrentaram e venceram os atletas da Sociedade Escolar de Santa Cruz, do Rio Grande do Sul, por 16 a 13. Embora nos minutos iniciais do jogo os gaúchos tenham conseguido abrir uma vantagem de cinco pontos, os cariocas foram buscar o resultado e saíram de quadra com o objetivo alcançado.

Outro confronto definido no detalhe foi entre Minas Gerais x Amapá. Com jogadas ensaiadas e lances ajustados, o que se viu em quadra foram duas equipes de altíssimo nível que vieram para Salvador buscar uma posição de destaque na competição. Embora tenham vencido o jogo por 15 a 01, os atletas do Colégio Batista Mineiro tiveram que literalmente suar a camisa para conseguirem infiltrar na defesa da Escola Estadual Professor Gabriel Café. Com a vitória mineira no confronto, a equipe segue na competição motivada a se classificar para a Série Ouro.

Seletiva Nacional para o Mundial ISF de Basquete 3×3, evento realizado pela Federação Internacional do Desporto Escolar que ocorre no próximo ano, na Índia, o torneio já é considerado o maior já realizado no Brasil. Promovido pela Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE), em parceria com a Federação Baiana de Esporte Escolar (FBEE), o evento conta também com o apoio do Governo do Estado da Bahia, através da Superintendência dos Desportos.

Confira abaixo o boletim diário com todos os resultados atualizados, bem como os confrontos desta terça-feira (06).

BoletimN03-1

Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar

A um ano da Gymnasiade, desporto escolar cresce em todo país

Por: Jesus Filho

Brasília – Falta pouco para o início da maior festa do desporto escolar mundial. A Gymnasiade 2020 promete ser a maior de todos os tempos, dessa vez, realizada na cidade de Jinjiang, na China. Com os esforços das autoridades para que o evento atraia o maior número de países participantes à Ásia, o evento promete ser um sucesso.

Em 2013, coube ao Brasil ser o grande anfitrião do Mundial. Com a participação de representantes de várias etnias, pela primeira vez no Continente Americano a Federação Internacional do Desporto Escolar (ISF) realizou a Gymnasiade, sinal de prestígio, já naquela época, do Brasil diante da entidade máxima do segmento.

Na Turquia, em 2016, a delegação brasileira atingiu a primeira colocação geral conquistando 128 medalhas, entre elas: 57 de ouro, 32 de prata e 39 de bronze. Semelhante ao que ocorreu no Marrocos, em 2018, com a honrosa terceira colocação, ocasião em que os brasileiros conquistaram 86 medalhas sendo 27 ouros, 26 pratas e 33 bronzes. A primeira colocada da Gymnasiade 2018, foi a Ucrânia, com 104 medalhas, seguida pelo Marrocos, país-sede que contou com ‘duas delegações participantes’, com 87 medalhas. 

Com recordes importantes sendo atingidos em 2019, o desporto escolar brasileiro vem crescendo em todo país fazendo com que cada vez mais jovens pratiquem o esporte em suas escolas. Tudo isso graças a gestão responsável, transparente e enxuta que o conselho adminiutatido da CBDE vem realizando.

Com a expectativa da participação brasileira na próxima Gymnasiade, muitos estudantes contam os dias para o início da seletiva nacional que os credenciará para o Mundial. O evento será realizado em 2020, na cidade de Aracaju, em Sergipe, atraindo milhares de estudantes que disputarão uma vaga para o Mundial.

Uma novidade em Jinjiang é a contrução de um complexo esportivo onde as provas serão disputadas. Tudo isso graças aos esforços da própria ISF e do governo chinês que promete realizar um evento que marcará história na base esportiva mundial estudantil.

A competição ocorrerá entre os dias 17 e 24 de outubro do próximo ano. Até lá, estudantes de todos os estados do país continuam focados em busca da sonhada vaga para a China.

Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar

Série Bronze: MG e RJ conquistam o ouro no Brasileiro Escolar de Handebol

Por: Jesus Filho

Foto: Paulo Pestana

Brasília – Estudantes entre 15 e 18 anos de escolas públicas e privadas de todos os estados do país participam, na capital federal, da maior competição escolar de handebol já realizada no Brasil. Ao todo, quase mil pessoas disputam o Brasileiro CBDE de Handebol, competição seletiva para o Mundial ISF da modalidade que ocorre em junho do ano que vem na Sérvia.

Abrindo as finais do torneio, pela Série Bronze, a equipe feminina da Escola Estadual Professora Salatiel de Almeida (MG), enfrentou as estudantes do Instituto Dom Fernando Gomes (SE). O jogo começou nivelado tecnicamente mostrando a disposição tática das duas equipes que lutavam por cada bola em busca da medalha de ouro.

Tecnicamente organizadas, as sergipanas optaram por um jogo mais ofensivo levando perigo para a defesa mineira. Mas essa exposição fez com que as meninas da Salatiel de Almeira explorassem os contra-ataques jogando nas falhas do IFG, fator que foi determinante para a vitória da equipe de Minas Gerais por 17 a 09.

Foto: Paulo Pestana

Com o resultado, a Escola Estadual Professora Salatiel de Almeida, da cidade de Muzambinho, interior do Estado de Minas Gerais, conquista a medalha de ouro para a alegria não só da equipe, como também de toda a cidade que acompanhou o jogo ao vivo pelo facebook da CBDE.

Pelo masculino, foi a vez de Rio de Janeiro e Paraíba se enfrentarem em um jogo eletrizante do início ao fim. Com saídas rápidas pelas laterais, os estudantes do Colégio Motiva João Pessoa (PB), terminaram o primeiro tempo com uma desvantagem de 9 bolas, com a parcial de 17 a 07. Pressionado, na segunda etapa os estudantes paraibanos tiveram que atacar. Embora tenham conseguido fisicamente suportar a pressão de uma partida de alto nível como esse jogo se revelou, os alunos do Colégio Recriando, do Rio de Janeiro, foram melhores e venceram o jogo por 37 a 14.

Foto: Paulo Pestana

Com a vitória, o professor Anderson Jesus, técnico da equipe carioca, não escondeu a emoção pela medalha de ouro conquistada.

– Em primeiro lugar é preciso reconhecer a qualidade técnica da equipe paraibana. Fizemos um jogo de igual para igual e conquistamos essa vitória importante para a nossa equipe. Quero agradecer aos pais, aos nossos atletas e aos alunos do nosso colégio que torceram e nos incentivaram a chegarmos aqui.

Com a medalha conquistada, os estudantes premiados na Série Bronze, voltam para casa não só com o prêmio, mas com a bagagem cheia de conhecimentos e boas histórias para contar.

Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar

Brasil invade a praia de San Vito Lo Capo e fatura 5 medalhas!

Por: Marcus Cicarini

Foto: Marcus Cicarini

San Vito Lo Capo – O Brasil fez a festa na arena de San Vito Lo Capo, no dia 9 de outubro. Um dia que entrou para a história do vôlei de praia brasileiro que saiu do Sul da Itália com 5 medalhas: 2 de ouro e 3 de prata. Para o professor Wallace Souza, a ficha ainda não caiu. Sentimos uma emoção do tamanho do mundo e levar esse troféu pra casa é motivo de muito orgulho, desabafou o professor. Tenho a convicção de que esse título vai mudar a história do vôlei de praia da minha cidade, concluiu o técnico de Roraima que venceu os ucranianos por 2×1, parciais de 21×19 – 22×24 e 15×11.

E cheio de alegria estão também os meninos da Paraíba que venceram a Itália por 2×0, na categoria seleção. Um show de vôlei de praia sob o comando do técnico bicampeão mundial Allan Garcia que não mediu palavras depois da conquista do ouro. “Um sentimento de muita gratidão a Deus pela conquista desse bi campeonato em San Vito Lo Capo e pela oportunidade de vivenciar essa experiência incrível nesse mundial. Obrigado a todos da CBDE pelo trabalho brilhante com o desporto escolar brasileiro.”

Foto: Maracus Cicarini

Além das duas medalhas de ouro, o Brasil faturou mais 3 medalhas de prata. Na categoria Sub-16, as cariocas não conseguiram vencer a fortíssima dupla americana e foram superadas pelos Estados Unidos, com resultado final de 2×0 para as americanas, parciais de 21×14 e 21×11. Na categoria Sub-14, mais uma medalha de prata. O Brasil enfrentou a talentosa dupla da Hungria que acabou vencendo o confronto por 2×0, parciais 21×18 e 21×19. Completando o quadro de medalhas do Brasil, prata para as meninas de São Paulo que não conseguiram a vitória contra a forte dupla americana na categoria seleção. Placar final 2×0 para os Estados Unidos, parciais de 21×14 e 21×13. Na briga por mais medalhas, os pernambucanos da categoria Sub-15 enfrentaram os alemães e terminaram a competição em 4°lugar.

Das 6 finais em San Vito Lo Capo, o Brasil esteve no pódio 5 vezes e mesmo na qual não lutamos pela medalha, estivemos representados pela dupla de arbitragem brasileira Rodrigo e Renata. Uma hegemonia do vôlei de praia escolar do Brasil comprovada pelo favoritismo inicial. Além de voltarmos pra casa com as malas cheias de medalhas, saímos de San Vito Lo Capo com a sensação do dever cumprido e, mais do que isso, com a certeza de que em um mundial de altíssimo nível, colocamos o Brasil em posição de destaque, tanto no fator qualitativo quanto na disseminação da cultura brasileira. Afinal, nossa presença nesse mundial agregou valores importantes na mente e nos corações de todos que pisaram nas areias da Sicília.

Confira os medalhistas do Brasil no mundial escolar de vôlei de praia.

Medalha de Ouro: Categoria Sub-16 Masculino – Roraima

Evandro Cardoso

David Lopes

Isaque Deivison

Técnico: Professor Wallace Souza

Medalha de Ouro: Categoria Seleção Masculino – Paraíba

Pablo Barbosa

Thiego Bernaola

Felipe Pedro

Técnico: Professor Allan Garcia e professor Leopoldo Síndice

Medalha de Prata: Categoria Sub-14 Feminino – Paraíba

Raissa Barbosa

Lara Pacheco

Gabriele Lucena

Técnico: Professor Allan Garcia e o professor Leopoldo Síndice

Medalha de Prata: Categoria Sub-16 Feminino – Rio de Janeiro

Rafaela Oliveira

Manuela Cerqueira

Lorena Tavares 

Técnico: Professor Fernando Barbosa

Medalha de Prata: Categoria Seleção Feminino – São Paulo

Isabella Almeida

Pâmela Torres

Beatriz Santos

Técnico: Professor Luiz Silva

Confira os resultados dos jogos do dia 9 de outubro em San Vito Lo Capo: 

Categoria Seleção Masculina 2001-2002. Paraíba

Quartas de final: Brasil 2 X 0 Chile. (21-8, 21-14)

Semifinal: Brasil 2 X 0 Holanda. (21-18, 21-18)

Categoria Seleção Feminina 2001-2002. São Paulo

Semifinal: Brasil  2 X 1 Polônia. (17-21, 23-21, 15-11)

Categoria 2003-2004 Masculino. Roraima.

Semifinal: Brasil  2 X 1 Índia. (11-21, 21-16, 15-11)

Categoria 2003-2004 Feminino. Rio de Janeiro.

Semifinal: Brasil  2 X 0 F. Polinésia. (21-17, 21-15)

Categoria 2005-2006 Masculino. Pernambuco.

Brasil  2 X 0 China. (21-17, 21-14)

Brasil  0 X 2 Alemanha. (16-21, 18-21)

Categoria 2005-2006 Feminino. Paraíba.

Brasil 2 X 0 Alemanha. (21-19, 21-3)

Brasil 2 X 0 Holanda. (21-19, 21-14)

Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar