CBDE reúne participantes dos JEB’s para avaliação do evento

Por: Carolina Martinez

Foto: Jorge Henrique Oliveira e Cleben Lopes

A Confederação Brasileira do Desporto Escolar – CBDE reuniu hoje, em Brasília, os 27 Chefes de Delegação dos Estados participantes e convidados das instituições parceiras para a apresentação dos resultados da pesquisa de avaliação do evento. A pesquisa foi realizada pela Consultoria Véli RH entre os dias 19 e 26 de novembro, de forma independente e on-line. As impressões coletadas pelo levantamento subsidiarão os próximos Jogos Escolares Brasileiros, previstos para ocorrer no final de 2022. Esse encontro faz parte do calendário de ações da competição e fecha de forma oficial os JEB’s 2021.

“A avalição dos JEB´s é um procedimento metodológico. Estamos fazendo em etapas e, neste caso, envolvemos os chefes de delegação. São profissionais técnicos que atuam em seus estados e que se deslocam para a competição nacional; por isso, a opinião dessas pessoas é importante, pois eles são os atores principais dentro desse cenário de organização. Avaliar os JEB´s nesse espaço democrático é a melhor maneira de planejar o JEBs de 2022”, diz Antônio Hora Filho, Presidente da CBDE.

Após a apresentação dos resultados, o grupo participou de uma dinâmica para desenvolver habilidades que colaboram na construção coletiva de eventos grandes como o JEBs.

”Sextou” com vitórias brasileiras na Sérvia

Quem acordou cedinho nesta sexta-feira, 04, começou o dia feliz da vida com o desempenho dos representantes brasileiros no Mundial de Escolar de Handebol, que está sendo disputado em Belgrado, na Sérvia.
 
As meninas do Colégio Amorim entraram em quadra às 5h (horário de Brasília) e encerraram a participação com a segunda vitória consecutiva, dessa vez sobre a Dinamarca: 21X17. Os destaques da partida foram a goleira Rayane e a armadora Rayra. Com o triunfo, o Brasil conquistou a 9ª posição no feminino.
 
Às 8h (horário de Brasília), foi a vez dos meninos entrarem em quadra. Assim como na primeira fase, Brasil e Polônia fizeram um jogaço. No primeiro tempo, o time europeu abriu uma vantagem considerável de 15 x 9. Mas, com mais uma grande atuação do goleiro Nelsinho e com o jogo coletivo no ataque funcionando, os meninos viraram a partida e venceram por 22 x 21. Que jogo!
 
 
Os meninos voltam à quadra neste sábado, 04, às 6h30 (horário de Brasília) contra a Eslováquia ou Luxemburgo (em definição) na disputa pelo quinto lugar.
 

A gente já está ficando com gostinho de saudade do Mundial de Handebol. Então, vamos aproveitar esse último jogo do Brasil para fecharmos a participação do Brasil com chave de ouro. Fique ligado no Youtube da CBDE (youtube.com/c/Brasil). 

Texto: Airton Lima e Marcus Cicarini

Brasil se esforça, mas perde para o Egito no Mundial Escolar de Handebol

O time formado pelos alunos do Colégio Amorim entrou em quadra na manhã desta quinta-feira, 02, para o duelo que valia a classificação para as semifinais masculinas no Mundial Escolar de Handebol, que está acontecendo em Belgrado, na Sérvia. O adversário era o representante africano, o Egito.
 
Com marcação forte e ótimo aproveitamento no ataque, a equipe da terra dos faraós disparou no placar e fechou o primeiro tempo com sete gols de vantagem sobre o Brasil: 15 X 8. No segundo tempo, os adversários imprimiram um ritmo ainda mais forte e ampliaram a vantagem. Placar final: Brasil 14 x Egito 28. 
 
O time masculino permanece no campeonato e ainda pode conquistar o 5º lugar na competição. O próximo jogo acontece sexta-feira (04/12), às 8h (horário de Brasília): Brasil x Polônia.
 
Já o time feminino fez bonito e conseguiu uma grande vitória contra a Bulgária por 42 x 20. Destaque para a estudante-atleta Júlia Machado (pivô/ponta), que fez uma partida irretocável. Também nesta sexta-feira, 04, as meninas entram em quadra às 5h (horário de Brasília) contra a Dinamarca. Elas estão na disputa pela nona colocação no Mundial.
 
Então você já sabe: despertador cedinho e foco na torcida! Nosso “sextou” será de rodada dupla no Mundial Escolar de Handebol, com transmissões ao vivo pelo YouTube da CBDE (youtube.com/c/CBDEBrasil). 
 
Tome nota! Sexta-feira, 4 de dezembro:
 
– 5h: Brasil x Dinamarca (Feminino)

– 8h: Brasil x Polônia (Masculino)

Texto: Airton Lima e Marcus Cicarini

Romênia vence o Brasil, mas seleção feminina segue no Mundial Escolar de Handebol

Depois da estreia com derrota para as atuais campeãs mundiais, a Alemanha, a seleção feminina do Brasil voltou à quadra nesta terça-feira, 30, para enfrentar a Romênia, valendo vaga na fase de quartas de final.
 
O time voltou a ter dificuldade para marcar gols e viram a Romênia abrir boa margem no placar logo nos primeiros minutos em quadra.
 
Com um jogo consistente e uma defesa forte, a Romênia fechou o primeiro tempo vencendo por 12×5. Mesmo com grande desvantagem, o Brasil teve a atleta Livia como destaque, que marcou três gols, e a goleira Luísa, que defendeu dois tiros de 7 metros.
 
Com uma nova estratégia de jogo, a seleção igualou o nível contra as romenas e venceu a parcial no segundo tempo por 11×10, mas não foi o suficiente para reverter o placar. Placar final: Brasil 16 x 23 Romênia.
 
Com esse resultado, o time feminino não conseguiu avançar para as quartas de final, mas seguirá na competição para disputar do nono ao décimo segundo lugares. 
 
As meninas voltarão à quadra na quinta-feira, 02/12, ainda sem adversário definido.
 
Vale frisar que os torneios organizados pela ISF visam a integração e o intercâmbio como pontos principais, muito mais importantes do que qualquer resultado esportivo. Essa linha também é adotada pela CBDE, que procura formar cidadãos conscientes, instruídos e com vivências únicas que farão a diferença na formação como seres humanos.
 
Parabéns às meninas que estão representando o Brasil, único País das Américas a estar presente no evento.
 
Texto: Airton Lima e Marcus Cicarini

Mundial Escolar de Handebol: Brasil estreia no feminino e garante primeiro lugar no grupo no masculino

Uma segunda-feira de dobradinha brasileira nas quadras de Belgrado, na Sérvia. O Mundial Escolar de Handebol segue esquentando o gelado país do leste europeu. 
 
A seleção brasileira feminina finalmente estreou. Representada pelo Colégio Amorim, o time brasileiro teve uma difícil missão logo de cara: a Alemanha. Além de atuais campeãs do torneio, são elas as inventoras desse esporte que em 2021 completa 102 anos.
 
O Brasil teve dificuldades no setor ofensivo e viu as adversárias abrirem 4×1 logo nos primeiros minutos. A seleção tentava ataques, mas esbarrava na grande atuação da goleira alemã Richer. O primeiro tempo terminou com o placar de 16×12 para as alemãs.
 
A seleção mudou a forma de marcar e contou com a boa entrada e atuação da estudante-atleta Giovana Xavier, que com garra tentou colocar o Brasil no jogo. Porém, a Alemanha seguia letal no ataque e manteve a liderança até o final: placar de 22×15.
 
As meninas voltam à quadra nesta terça-feira, às 8h (horário de Brasília), em confronto direto contra a Romênia, valendo vaga nas quartas de final. Acompanhe a transmissão pelo YouTube da CBDE (YouTube.com/CBDE).
 
Quem não só garantiu vaga, como ficou em primeiro lugar do grupo foi a seleção masculina. Em um jogo emocionante, o Brasil terminou o primeiro tempo perdendo para a Polônia por 17×16. Porém, em uma virada histórica, venceu por 31×30, com direito a uma defesa espetacular do goleiro Nelsinho no último lance do jogo. 
 
Os meninos voltarão à quadra na quinta-feira. Eles aguardam o adversário que sairá do grupo que conta com Alemanha, Bulgária e Egito.
 
Texto: Airton Lima e Marcus Cicarini

Brasil estreia com vitória no Mundial Escolar de Handebol

A torcida brasileira acordou cedo e começou bem o domingo com a vitória da seleção masculina. Os estudantes-atletas brasileiros, que estão sendo representados pelo Colégio Amorim, de São Paulo, tinham uma difícil missão: estrear contra os donos da casa, a Sérvia.
 
O time do Brasil começou impondo ritmo e abriu 5 x 0 no placar com menos de seis minutos jogados. Fechou o primeiro tempo com uma ótima vantagem: 19×11. 
 
O técnico Maurício Antonucci utilizou todos os jogadores durante a partida e a seleção mostrou ter um elenco homogêneo, que não só manteve a vantagem, como ampliou o placar. Final: Brasil 34 x 19 Sérvia.
 
Destaque para Bertoldo, armador camisa 21, artilheiro do jogo com seis gols. Também marcaram para o Brasil: Thiago (5 gols), Zilio (4 gols), Ricão (3 gols) e com dois gols marcados Góes, Diego, Nico, Gustavão, Pernambuco, Pedro, Maranhão e Milantoni. Vale também ressaltar a ótima partida realizada pelos dois goleiros, Nelsinho e Maia.
 
O presidente da CBDE, Antônio Hora Filho, também “madrugou” e vibrou com a vitória dos meninos: “Nada melhor do que começar o dia com uma linda vitória na estreia. O Colégio Amorim é referência e a CBDE busca fazer parcerias para dar oportunidade aos estudantes-atletas para vivenciar experiências como essa. Parabéns e vamos para os próximos jogos.”
 
O campeonato é dividido em quatro grupos, com três seleções cada. Com a vitória de hoje, o Brasil garantiu classificação de forma antecipada para a fase de quartas de final. O time voltará à quadra nesta segunda-feira, 29/11, às 5h (horário de Brasília), para enfrentar a Polônia, jogo que também terá transmissão ao vivo no canal oficial da CBDE no YouTube (YouTube.com/CBDE)
 
Texto: Airton Lima e Marcus Cicarini

Delegação brasileira embarca para o Mundial Escolar de Handebol na Sérvia

Finalmente começa a missão brasileira rumo ao Mundial Escolar de Handebol, que será realizado em Belgrado, na Sérvia, entre os dias 27 de novembro e 5 de dezembro. Nosso País será representado pelo Colégio Amorim, de São Paulo, que conquistou a vaga ao vencer o Campeonato Brasileiro CBDE de Handebol, em 2019

As equipes feminina e masculina terão os seguintes estudantes-atletas:

Feminino: Merelen Rost, Kayane Melli, Julia da Silva, Luísa Albinelli, Yannka de Jesus, Sofia Bragoni, Pietra Jardim, Nathaly Mariano, Rayane Emelly, Lívia Freitas, Mirela Caetano, Giovana Xavier, RayraVieira, Alana Generoso. Técnica: Carla Vanessa Rodrigues Antonucci.

Masculino: Pedro Henrique, Nelson Lopes, Gabriel Milantoni, Vinicius de Castro, Thiago Souza, Gustavo de Moura, Enrico Magina, Guilherme Maia, Matheus Heffliger, Diegho Oliveira, Luis Otaviano, Pedro Herberth, Nicolas de Souza e João Vitor Sousa. Técnico: Maurício Antonucci.

Além do Brasil, outros 13 países estarão envolvidos na competição: Bulgária, Dinamarca, Egito, França, Alemanha, Índia, Luxemburgo, Marrocos, Polônia, Romênia, Eslováquia, Eslovênia e a anfitriã Sérvia.

O mundial da modalidade acontece a cada dois anos. O primeiro campeonato foi realizado em 1973, na Françaportanto, essa será a 25° edição do evento. A última edição aconteceu em Doha, no Catar, e o Brasil ficou com a quarta colocação no feminino e a sexta no masculino.

As competições internacionais escolares ficaram paralisadas devido à pandemia de COVID-19 e foram retomadas em setembro com a Gymnasíade, também na Sérvia, com o suporte da ISF (Federação Internacional do Desporto Escolar). Protocolos de saúde foram adotados com sucesso nessa competição e serão mantidos no Mundial de Handebol. No Brasil, a CBDE segue rigorosamente esses protocolos com testagem, distribuição de máscara, álcool em gel e orientações fundamentais para a manutenção da saúde dos componentes da delegação.

Além de todos os cuidados com a segurança e a saúde dos estudantes-atletas, a CBDE montou a estrutura para que os estudantes-atletas possam ter o suporte necessário para, muito além da oportunidade de disputar uma competição internacional, viver um intercâmbio cultural e ter uma experiência que fará a diferença na formação de cada um como cidadão. Confira o quadro de profissionais CBDE envolvidos no Mundial de Handebol:

Cássio Roberto Fonseca (Chefe da delegação);
Francisco Braz da Cruz Filho (Segundo Vice-Presidente da CBDE);
Gileno Pereira Souto Júnior (Presidente da Federação Norteriograndense do Desporto Escolar);
Flávia Soares de Oliveira (Presidente da Federação de Esportes Estudantis do Piauí);
Silmara Pereira Sanches Furtado (Árbitra);
Maria Isolina Fazzani (Árbitra);
Jorge Augusto (Fisioterapeuta);
Marcus Cicarinni (Jornalista/Cinegrafista);
Airton Queridão (Jornalista/Social Midia e Narrador).

A CBDE transmitirá os jogos das seleções brasileiras pelo canal oficial da entidade no YouTube (https://www.youtube.com/c/CBDEBrasil) e fará a cobertura do evento pelo Instagram (@cbdeoficial) e Facebook (cbdeoficial/).

Fique de olho e não perca o calendário de jogos. Contamos com a sua torcida!

Por: Airton Lima e Marcus Cicarini

Conselho de Ética da CBDE atua com zelo e eficiência no JEB’s 2021 no Rio de Janeiro

Conselho de Ética

Conselho de Ética da CBDE atua com zelo e eficiência nos JEB’s 2021 no Rio de Janeiro
Pouco conhecida devido ao trabalho discreto que desempenha na entidade, a Comissão de Ética da Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE), é um órgão independente, de assessoramento técnico do Conselho de Administração e tem como objetivo, deliberar sobre situações que envolvam questões relacionadas à ética dos membros dos poderes, colaboradores, atletas, técnicos e dirigentes, sem prejuízo à responsabilização civil por suas ações.
O Conselho de Ética tem ainda como finalidade, instruir procedimentos administrativos internos, decorrentes de atos antiéticos, que porventura ocorram e venham ferir o Estatuto Social da entidade. O órgão é composto por três membros, o presidente, empresário José Glenysson Mendonça Cruz, o analista Judiciário, José Valmir dos Santos Filho e o advogado Breno Gonçalves de Oliveira Porto.
Segundo o presidente Glenysson Cruz, nesses Jogos Escolares Brasileiros, o Conselho de Ética tem tido uma atuação destacada, avaliando, julgando e punindo quando se faz necessário. “Atuamos conforme o que determina o Código de Conduta da CBDE. O Conselho de Ética prima pelas regras de boa governabilidade, pelo fair play, contribuindo para o fortalecimento do segmento na sociedade”.
Para José Valmir, membro da Comissão de Ética da CBDE desde a sua criação, o órgão colegiado é de grande importância nessa competição, pois estará presente, para observar as relações entre os participantes, para que essa relação seja uma relação cordial, desportiva e de forma justa.
– É importante que todos levem em conta os valores de solidariedade, companheirismo e de cordialidade. Nós da Comissão de Ética, estamos atentos para que se mantenha essa situação e, que tenhamos jogos de toda a natureza, mas jogos cordiais. Primamos pelo fair play, não só nas competições, nas disputas, mas principalmente fora das quadras, fora dos campos, pistas e piscinas. Nós estamos observando esse fair play fora do ambiente de disputa. Que sejam corteses, não só o atletas, mas todos os participantes do evento – disse José Valmir.
Breno Porto tem uma visão quase parecida com os demais membros da Comissão. “A Comissão de Ética é um órgão que prima pela harmonia e o equilíbrio da competição, não só entre os atletas para respeitar as condutas, a ética, mas também todos os integrantes, aqueles que participam do evento como um todo, como chefe de delegação, colaboradores. Todos que fazem parte da competição, devem respeitar nosso Código de Ética e a gente como membro da comissão, analisamos todas as situações”, avaliou Breno Porto.
As observações e denúncias são feitas “de ofício”, se for observada por um membro da Comissão, ou quando chega alguma notificação junto à CBDE, alguma coisa mais formal. “Temos dois casos em andamento. Vamos lançar os resultados, para depois ver as providencias que serão tomadas. O regimento prevê punições que vão da advertência, até suspensões. Temos que ter cautela, apreciarmos com todo zelo, apurando todas as situações direitinho, para não apresentarmos um resultado precipitado, errado, que venha cometer injustiças”, concluiu Breno Porto.

CBDE convoca delegação que irá representar o Brasil na Gymnasíade sub-15 na Sérvia

A Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE), convocou na última segunda-feira (16), os estudantes atletas que irão compor a delegação que vai representar o Brasil na Gymnasíade sub-15, evento promovido pela Federação Internacional do Desporto Escolar (ISF), que irá ocorrer entre os dias 11 e 19 de setembro, na cidade de Belgrado, na Sérvia.

Nas modalidades futebol feminino e wrestling, a participação verde e amarela promete agitar o país que em 2019 foi palco do primeiro título mundial do desporto escolar nacional com o futebol. Dessa vez, a expectativa é que o Brasil repita o bom desempenho das últimas edições do mundial e possa trazer novas medalhas.

Confira abaixo a convocação completa. 

oficio_295_convocacao_U15_Servia

Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar

CBDE promove Campeonato Brasileiro virtual em diferentes modalidades

Por: Jesus Filho

Brasília – Entre os dias 17 e 25 de julho, estudantes atletas de todo país são convidados a participar de mais um super desafio virtual promovido pela Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE). Dessa vez, em duas modalidades, os participantes terão a chance de concorrer a uma super premiação. Mas para participar é preciso ficar atento ao Regulamento Geral da Competição e praticar tanto o “Futebol Show – estilo freestyle”, quanto o “Karatê – estilo kata individual”.

O desafio será realizado virtualmente através de vídeos que podem levar até 55 segundos. A atividade precisa obrigatoriamente ser gravada em formato “horizontal”, sem qualquer tipo de edição. Durante as inscrições na fase nacional, as federações enviarão os vídeos através de uma plataforma que a CBDE orientará. A comissão organizadora será composta pelos colaboradores da coordenação técnica e de comunicação de nossa entidade.

Apenas estudantes matriculados em instituições de ensino autorizadas pelas federações locais poderão participar do desafio. Cada entidade estadual poderá indicar 01 (um) atleta por modalidade, gênero e categoria. Lembrando que para a postagem dos vídeos, o participante deverá seguir o perfil oficial da CBDE no instagram, “cbdeoficial”.

A primeira etapa da competição será realizada pela federação estadual do desporto escolar. Ficará a cargo da entidade local a realização de uma seletiva que irá classificar seus representantes para a 1ª fase da etapa nacional. Depois que receber os vídeos, a CBDE selecionará os melhores através do voto popular que classificará os estudantes atletas para as próximas fases do desafio.

Na disputa final, os participantes gravarão novos vídeos que serão exibidos ao vivo. A soma do voto popular e das notas técnicas definirá quem serão os vencedores do campeonato.

Então não perca tempo e participe!

Clique AQUI e confira o regulamento completo. 

Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar