CBDE e Secretaria Especial do Esporte acertam parceria com a Azul para realização dos JEBs 2021

Por: Jesus Filho

Foto: Paulo Rossi / Min. Cidadania

Brasília – Realizados pela Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE), em parceria a secretaria especial do Esporte, órgão vinculado ao ministério da Cidadania, os Jogos Escolares Brasileiros – JEBs, que contam também com o apoio da Federação de Esportes Estudantis do Rio de Janeiro (FEERJ) e ainda dos governos estadual e municipal do Rio, pode ganhar o reforço da Azul Linhas Aéreas.

Na tarde de ontem, em Brasília, o secretário especial do Esporte, Marcello Magalhaēs, ao lado de todo o time da secretaria, recebeu o presidente e o vice da CBDE, Antônio Hora Filho, e Robson Aguiar, para uma reunião de trabalho com o Diretor de Relações Internacionais da companhia, Fábio Campos, oportunidade em que ele assegurou não só a parceria logística, como também, ressaltou a importância de se apoiar um evento que fará a diferença no futuro de milhares de jovens brasileiros. 

– Os JEBs são uma oportunidade de trazer o jovem de volta para as escolhas certas. O esporte representa bem isso para a juventude”, avaliou. “A Azul é a empresa que mais conecta o Brasil. A gente vai poder levar todos esses estudantes para o Rio de Janeiro, numa parceria fundamental para viabilizar um projeto esportivo e social”, disse. 

Feliz pela parceria, o presidente da CBDE destacou o compromisso da companhia de atuar no fortalecimento do esporte nacional. “Ficamos felizes em saber que uma empresa da importância da Azul tem o comprometimento social de proporcionar a crianças e adolescentes de todos os estados, num país continental como o Brasil, a participação numa grande confraternização do esporte e do desenvolvimento humano”, contou. 

Previstos para serem realizados em outubro de 2021, no Rio de Janeiro, os Jogos Escolares Brasileiros – JEBs, prometem reunir atletas escolares de escolas públicas e privadas de todas as partes do país, no Rio de Janeiro, cidade que sediou a última edição dos Jogos Olímpicos, em 2016. Seletiva para os Jogos Sul-Americanos que também serão realizados no Brasil, no próximo ano, a competição promete marcar época na história do esporte brasileiro tendo a cidade maravilhosa como seu palco principal. 

Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar 

CBDE inova mais uma vez na elaboração do orçamento participativo 2021

Por: Wesley Soares

Brasília – Prezando sempre pela transparência e eficiência da gestão do desporto escolar nacional, a CBDE se reuniuontem (18/11), para definir e priorizar recursos referente ao orçamento participativo do ano de 2021. 

Para a condução dos trabalhos, a CBDE contou com o auxílio do renomado consultor, professor José Finocchio, que utilizou as mais modernas técnicas para o bom andamento das atividades.

Participaram dessa reunião o presidente Antônio Hora, o Vice-presidente Robson Aguiar, o CEO Luiz Delphino, oDiretor de Administrativo Financeiro José Maria Santucci, a especialista em governança processos, Anne Affiune e os representantes da Secretaria Especial de Esportes, Carlos Lombardi e Mario Vaz.

Ao final da reunião foram elencados os projetos que receberão prioritariamente os recursos no orçamento de 2021.

Remotamente também participaram, os membros da comissão de atletas, do conselho de administração e ospresidentes das federações.

Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar

CBDE divulga calendário esportivo para 2021

Por: Jesus Filho

Brasília – A Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE), divulgou nesta semana, o seu calendário esportivo para o próximo ano. Diversos estados do país foram contemplados com Seletivas Nacionais, entre eles, Santa Catarina, que terá a responsabilidade de sediar o Brasileiro CBDE de Futsal, evento classificatório para o Mundial ISF da modalidade que ocorre entre os dias 31/05 e 07/06, na cidade de Lyon, na França.

Mas o ano de 2021 será mais que especial por dois fatores importantes: o retorno dos Jogos Escolares Brasileiros – JEBs, que serão disputados no Rio de Janeiro, e a próxima edição da Gymnasíade, maior competição escolar do mundo que será realizada em Jinjiang, na China, entre os dias 16 e 23 também no mês de outubro. A escolha dos atletas escolares que irão compor a delegação brasileira no torneio será realizada através da maior seletiva já feita pela CBDE no Brasil. O evento será disputado na cidade de Aracaju, em Sergipe, nos meses de julho e agosto.

Outros dois mega eventos prometem agitar as escolas no próximo ano. O Brasileiro CBDE de Vôlei será realizado no Paraná, estado que sediará, também, o Mundial ISF da modalidade no mesmo ano, entre os dias 22 e 30 de maio. Antes, porém, a seletiva nacional formará a delegação que representará o Desporto Nacional na competição. Os confrontos começam no dia 25 de fevereiro na turística cidade de Foz do Iguaçu.

Muitas competições internacionais com participação do Brasil serão realizadas em 2021. Além do vôlei de praia, em Israel, a Federação Internacional do Desporto Escolar (ISF), também realizará o handebol e a Orientação, ambos na cidade de Belgrado, na Sérvia.

Confira abaixo o nosso calendário para 2021:

Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar

CBDE compõe Conselho Nacional do Esporte

Por: Wesley Soares

Brasília – Em mais uma demonstração de parceria, o Governo Federal divulgou na
última quinta-feira (05/11), a nova composição do Conselho Nacional do Esporte – CNE.

A CBDE, que antes alternava a titularidade com outra entidade, agora possui uma vaga definitiva e exclusiva para representar o desporto escolar nacional, um passo a mais na concepção de novas perspectivas para o futuro do esporte escolar no país.

“Uma promessa tão antiga que agora se tornou realidade. Felizmente o secretário
especial de Esporte, Marcelo Magalhães, sensível a causa desporto escolar nacional, proporcionou que a CBDE pudesse compor este órgão tão importante que é o CNE. Completou Antônio Hora, presidente da CBDE.

O CNE, é órgão colegiado de deliberação, normatização e assessoramento, além de ser parte integrante do Sistema Brasileiro de Desporto, e tem por objetivo buscar o
desenvolvimento de programas que promovam a massificação planejada da atividade física para toda a população, bem como a melhoria do padrão de organização, gestão, qualidade e transparência do esporte nacional.

Confira aqui a portaria.

Outubro Rosa – Combate e prevenção ao câncer de mama na CBDE

Por: Wesley Soares

Brasília – A CBDE promoveu uma série de ações em contribuição e apoio à prevenção ao câncer de mama. Entre elas, a distribuição de informativos sobre o tema e a participação de todos os colaboradores na palestra: Atividade física e a prevenção ao câncer de mama, com a Palestrante: Keity de Araujo Zago Marquesini, profissional de Educação Física e Fundadora da Kazm Saúde Corporativa.

Durante a palestra, realizada remotamente, no dia 27/10, foram abordados assuntos relacionados ao autoexame, a importância da mamografia e da realização dos exames clínicos uma vez ao ano. Além disso os funcionários receberam orientações e dicas sobre alimentação saudável e sobre os vários benefícios relacionados à prática regular de exercícios físicos. Como: a prevenção de doenças, aumento da concentração, diminuição do estresse e da ansiedade.

O presidente da CBDE, Antônio Hora, reforça sua preocupação em estabelecer um clima cada vez mais propício e favorável para se trabalhar, por isso, a CBDE busca implementar uma política de gestão pensando na satisfação do colaborador e no desenvolvimento humano. “É um projeto audacioso, de transformar gerações influenciando-as com as ferramentas do esporte educacional”.

Com o propósito de contribuir para o desenvolvimento de seus colaboradores, a CBDE, tem realizado um conjunto de ações de treinamento e desenvolvimento em consonância com a Política de Pessoas da Confederação. Foram três meses, de uma hora de treinamentos diários, abrangendo todas as áreas da Confederação.

Para a Coordenadora de Recursos Humanos da CBDE, Edlane Álvares, o foco no desenvolvimento humano contínuo, pode gerar bem estar e contribuir para um clima organizacional equilibrado. “As palestras e os treinamentos são muito importantes e são capazes de desenvolver, orientar e capacitar o funcionário”.

Nesse sentido, tendo como a prioridade a promoção das competências dos colaboradores para a melhoria da eficiência, eficácia e qualidade dos serviços prestados pela CBDE, o Cronograma de Treinamento contemplou as políticas e procedimentos da entidade, com destaque, entre outras, para as Políticas de Gestão de Pessoas, Cargos e Salários e Banco de Horas, Código de Conduta Ética, Política de Integridade e Anticorrupção, Treinamento para Prevenção de Assédio Sexual e Assédio Moral e a Política de Gestão de Riscos.

Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar

Giba (medalhista olímpico), Visita a sede da CBDE em Brasília

Texto: Wesley Soares

Brasília- Giba (padrinho da CBDE), esteve na manhã dessa quarta-feira (14/10), na sede da Confederação Brasileira do Desporto Escolar – CBDE.

Recepcionado pelo presidente Antônio Hora Filho, pelo vice-presidente Robson Aguiar e acompanhado pelo presidente da Federação do Desporto Escolar do Paraná, Clésio Prado, fizeram uma reunião técnica para discutir sobre a organizaçãodo Campeonato Mundial Escolar de Voleibol. Logo após a publicação do calendário de competições de 2021 pela International School Sport Federation – ISF, confirmando a realização dos campeonatos mundiais escolares. Dentre eles ocampeonato de voleibol, que será realizado em Foz do Iguaçu,no próximo ano.

Ainda em Brasília, durante sua visita, Giba foi convidado pelo Secretário Especial do Esporte, Marcelo Magalhães, para ser o padrinho dos Jogos Escolares Brasileiros, JEBs 2021.  

O ex-jogador de vôlei, que já foi um atleta escolar, atuava na posição de atacante de ponta e conquistou os principais títulos pela Seleção Brasileira, desde as categorias de base à principal, sendo oito vezes medalha de ouro na Liga Mundial, tricampeão mundial e ouro olímpico em 2004 e prata em 2008 e 2012. Em toda sua trajetória Giba leva como ensinamento o trabalho em equipe. “O Voleibol é um esporte individual e totalmente coletivo, precisamos viver em sociedade, é o que o esporte deu como premissa na minha vida.”

O presidente Hora afirma que Giba é a melhor escolha. Por toda sua trajetória, ele é exemplo para os nossos jovens que o tem como referência no mundo do esporte escolar. “O Giba foi descoberto em competições escolares, e dessas competições escolares surgiu esse grande atleta. Ele é um exemplo claro de que a massificação do esporte escolar além de contribuir para a formação integral do indivíduo e para o desenvolvimento humano, também possibilita o surgimento de atletas com potencial olímpico como no caso dele. A CBDE e o JEBs só têm a agregar a chegada do Giba como padrinho do evento.”

A retomada dos Jogos Escolares Brasileiros, que se tornaram referência nacional possibilitará que os atletas escolarestenham a oportunidade de vivenciar um intercâmbio esportivo nacional, colocar em prática os valores e o espírito esportivo. Entre os objetivos dos JEBs estão: fomentar a prática do esporte escolar com fins educativos, possibilitar a identificação de talentos esportivos nas escolas; contribuir para o desenvolvimento integral do aluno como ser social, autônomo, democrático e participante, estimulando o pleno exercício da cidadania por meio do esporte; e garantir o conhecimento do esporte de modo a oferecer mais oportunidade de acesso à prática do esporte estudantil.

Para Giba essa é uma experiência única e um feito muito importante. “É uma honra poder trabalhar ao lado do presidente da CBDE, Antônio Hora e do presidente da Federação do Desporto Escolar do Paraná – FDEPR, ClésioPrado, que juntos estão trazendo o mundial de vôlei para o Estado do Paraná. É um orgulho maior ainda ser o padrinho e estar junto nesse grande evento.” Sobre o retorno dos JEBs Giba acredita que é o melhor momento para descobrir novos talentos. “Estou feliz com a volta dos JEBs, suspensos desde 2004, é muito importante a realização dos Jogos para que sejam revelados novos talentos em todos os esportesbrasileiros.”

Giba deixa ainda, uma mensagem de motivação para os jovens atletas: nunca deixem de estudar, esportistas de sucesso não abandonam seus estudos e nunca desistam dos seus sonhos pois só você pode conquistá-los.

CBDE isenta escolas da rede pública de ensino do pagamento de taxas e anuidade para as suas seletivas

Por: Jesus Filho

Brasília – Visando estabelecer uma política esportiva que continue destinando recursos para ações prioritárias do Desporto Educacional, por determinação do presidente da Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE), Antonio Hora Filho, buscando proteger e incentivar as manifestações desportivas de criação nacional, com ênfase no desenvolvimento da pessoa e seu preparo no exercício da cidadania, a partir de agora, as escolas da rede pública de ensino de todo país estão isentas das taxas e anuidades para que seus alunos possam participar das seletivas estaduais e nacionais promovidas pela CBDE ou suas federações filiadas.

A decisão do presidente beneficia milhares de escolas públicas que a partir de agora poderão fazer sua inscrição em nossos torneios sem nenhum custo. A ação contempla todas as competições estaduais e nacionais, buscando não só o incentivo à prática esportiva na escola pública, como também, o fortalecimento da base educacional de nosso país.

Clique AQUI e confira a portaria.

Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar

Conselho Gestor da CBDE cria Comissão de Ética e define seus integrantes

Por: Jesus Filho

Brasília – Por iniciativa do presidente Antônio Hora Filho, seguindo as regras de compliance em conformidade com a legislação vigente no país, o Conselho de Administração da Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE), em sua última reunião ordinária, indicou três nomes para a criação do Conselho de Ética da entidade. Amparada no que determina seu estatuto e após realizar um rigoroso ‘Background Check’ dos indicados, a presidência tornou pública a portaria nº 09, de 21 de julho de 2020, que institui a criação da Comissão e define suas diretrizes.   

Funcionando de maneira independente, o órgão irá assessorar o Conselho de Administração atuando na deliberação de situações que envolvam questões relacionadas a ética de colaboradores, atletas, técnicos e dirigentes. Será também de competência da Comissão Disciplinar, instruir procedimentos administrativos Internos decorrentes de atos antiéticos que, porventura, ocorram na forma do Estatuto Social da CBDE.

Com o compromisso público de avigorar a gestão por excelência, utilizando todos os instrumentos para que a transparência e o respeito com a coisa pública continuem sendo colocados em prática, a criação de sua Comissão de Ética segue um novo modelo de governança que está sendo implementado pela CBDE no país. Para a consultora Vanessa Bulcão Schimidt, essa iniciativa comprova que o modelo de administração apresentado pela entidade, estimula a prática do bom exemplo.  

– A criação da Comissão de Ética da CBDE é a consolidação de todo o trabalho de modernização de governança, transparência e integridade que ela vem propondo nesses dois últimos anos. Esse novo órgão vai colocar em prática todas as regras, fazendo valer qualquer verificação em conformidade ao seu código de conduta e ética, garantindo assim a transparência no processo de gestão independente do cargo que você tenha assumido. A partir deste modelo, todos estarão sujeitos a essas boas práticas e a criação desta comissão irá garantir que o processo de verificação seja feito pelo colegiado e não de forma individual.

José Valmir dos Santos Filho é Analista Judiciário do Tribunal Superior do Trabalho (TST) | Foto: Arquivo pessoal

Entre seus membros eleitos estão o desportista e empresário José Glennyson Mendonça Cruz, que possui relevantes serviços prestados ao esporte nacional. Advogado entre os mais renomados do país, Breno Gonçalves de Oliveira Porto também integrará o órgão. Soma-se a eles o Analista Judiciário do Tribunal Superior do Trabalho (TST), José Valmir dos Santos Filho (foto), que falou sobre a importância de estimular a boa governança em uma entidade que é modelo de gestão no país.

– Vamos atuar em conformidade ao que determina o Código de Conduta da CBDE. Sabemos de nossa responsabilidade e não iremos medir esforços para que ela possa cada vez mais seguir as regras de boa governabilidade contribuindo para o fortalecimento do segmento na sociedade. Minha expectativa é grande, tendo em vista que as instituições brasileiras precisam mostrar bons trabalhos servindo de exemplo para a nossa juventude.

Semelhante ao que disse Breno Gonçalves de Oliveira Porto que garantiu atuar com imparcialidade e justiça na Comissão.

O advogado Breno Gonçalves de Oliveira Porto foi eleito membro do Conselho de Ética da CBDE

– Primeiramente gostaria de dizer que muito me honrou ter sido indicado e eleito membro deste importante Conselho. Trago para agregá-lo a imparcialidade, transparência e justiça, quesitos dos quais não abro mão. Garanto dedicação e cumprimento ao que determina o Conselho de Ética da CBDE, orientando e atuando em conformidade ao que me foi confiado.

Convicto de que terá uma missão desafiadora pela frente, José Glennyson Mendonça Cruz garantiu zelar pelas boas práticas buscando na lisura, seguir o modelo transparente de gestão implementado pela CBDE no país.

José Glennyson Mendonça Cruz é empresário e desportista | Foto: Arquivo pessoal

– A CBDE é uma das principais entidades esportivas do mundo, vide seus recentes resultados globais, especialmente ao que vimos nas últimas três edições da Gymnasiade. Por isso, agregado a tudo que foi dito pelos meus pares, em primeiro lugar sinto-me honrado de pertencer ao seu recém-criado Conselho de Ética e não medirei esforços para que o Brasil possa continuar sendo uma referência esportiva escolar tanto por quem compete, quanto por quem faz toda essa engrenagem acontecer.

CEO da Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE), Luiz Delphino revelou que a entidade está cumprindo com as suas obrigações ao estabelecer como meta a referência de governança na gestão de recursos públicos. “Sabemos da nossa responsabilidade e estamos buscando atuar em conformidade com a legislação brasileira, para que a transparência continue sendo nossa principal aliada em um modelo de gestão que segue revolucionando o segmento no país”, disse.

Pouco depois de baixar a portaria que forma a nova Comissão de Ética da CBDE, o presidente Antônio Hora Filho agradeceu a disposição dos membros eleitos e garantiu continuar estimulando uma gestão por excelência.

– A criação da Comissão de Ética da CBDE, traduz o sentimento coletivo de que esse é mais um passo na gestão por excelência que realizamos priorizando sempre a boa governança, transparência e conformidade legal em nossas ações. Desejo boas-vindas aos membros deste novo órgão que terá um papel fundamental no dia a dia de nossa entidade e reitero a minha satisfação com os rumos que estamos seguindo.

Eleitos com o desafio de estimular a iniciação esportiva no país, dando cada vez mais lisura e transparência aos atos da CBDE, os três novos membros titulares da Comissão de Ética da entidade irão se reunir nas próximas semanas para traçar metas e organizar sua agenda de trabalho.   

Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar

Secretário Especial do Esporte anuncia volta dos JEB’s que passam ser realizados pela CBDE em 2021

Por: Jesus Filho

Os Jogos Escolares Brasileiros serão realizados pela CBDE em 2021, para adolescentes com idade, entre 12 e 14 anos

Brasília – O secretário especial do Esporte, Marcelo Magalhães, anunciou há pouco, em suas redes sociais, a volta dos Jogos Escolares Brasileiros, popularmente conhecidos como JEB’s. A novidade é que a próxima edição prevista para acontecer em 2021, será realizada conjuntamente entre a Secretaria Especial do Esporte, órgão vinculado ao ministério da Cidadania, e a Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE).

A anúncio oficial deverá ser feito pelo presidente Jair Bolsonaro nas próximas semanas, após um almoço no Palácio do Planalto entre ele, o secretário Magalhães e o presidente Antônio Hora Filho. Além de contemplar milhares de adolescentes em todo país, a proposta abrange também, a pioneira caravana do desporto escolar que visa estimular a prática esportiva nas escolas, através de núcleos de iniciação esportiva promovidos pela CBDE nos estados.

Agora há pouco, o secretário falou com a nossa reportagem sobre esse momento histórico e confirmou o seu compromisso de trabalhar pelo fortalecimento do segmento no país.

– Estou emocionado com o trabalho da CBDE no Brasil. Construiremos relevância juntos e colocaremos o esporte estudantil no lugar de destaque que ele sempre mereceu estar.

Registro feito antes da pandemia, após reunião de trabalho entre o secretário especial do Esporte, Marcelo Magalhães, ao lado de seu secretário adjunto, André Alves, com o presidente da CBDE, Antônio Hora Filho. Foto | Francisco Medeiros – Ministério da Cidadania

Indagado sobre que as medidas que pretende tomar logo após o anúncio do presidente Bolsonaro, Marcelo Magalhães disse que vai estreitar cada vez mais os laços, construindo e desenhando conjuntamente as ações que serão tomadas a partir de agora.

Ainda segundo o secretário que fez um público elogio à gestão por excelência realizada pelo presidente Antônio Hora Filho, esse pontapé inicial começou após a reunião de ontem com membros da CBDE, em seu gabinete, em Brasília.

– Esse pontapé começou ontem e eu vou fazer tornar realidade. O presidente Bolsonaro fará o anúncio oficial. Parabéns aos senhores que realizam um trabalho magnífico no desporto estudantil brasileiro. Sou fã do presidente Antônio Hora.

Muito emocionado com o anúncio do retorno dos JEB’s feito pelo secretário há pouco em suas redes sociais, Antônio Hora Filho retribuiu a gentileza de Marcelo Magalhães e reafirmou o compromisso de trabalhar cada vez mais para levar, junto com o Governo Federal, através da Secretaria, o esporte estudantil a níveis jamais vistos antes.

– Acredito que com a determinação e o comprometimento já demonstrado pelo secretário Marcelo Magalhães, levaremos o esporte estudantil nacional a níveis de desenvolvimento jamais alcançados. Além de contribuir para a boa formação do cidadão, estará também garantindo o surgimento de novas gerações de atletas Olímpicos e Paraolímpicos. Não tenho dúvidas e acredito que o esporte brasileiro está em boas mãos. Conte com a CBDE, secretário, para auxiliá-lo em sua plataforma de governo, afinal de contas, o esporte, agora mais do que nunca, começa aqui.

Comitiva da CBDE na posse do secretário especial do Esporte, Marcelo Magalhães, em Brasília. Antônio Hora, Robson Aguiar e Luiz Delphino, presidente, vice-presidente e CEO da CBDE. Foto | divulgação

Impactado com a notícia que fará a diferença na vida de tantos adolescentes espalhados em todo país, o brasileiro Robson Aguiar, vice-presidente da Federação Internacional do Desporto Escolar (ISF), disse que esse pacote de medidas irá revolucionar o desporto escolar nacional.

– Um anúncio importante que comprova o compromisso do governo brasileiro, através da Secretaria Especial do Esporte, com o futuro esportivo de nosso país. Essa medida causará um impacto positivo na vida de milhares de estudantes que querem ser estimulados. Apostar na base de hoje é incentivar o surgimento de atletas Olímpicos amanhã, tendo em vista que esse alinhamento institucional marca um novo momento em nossa história.

O torneio servirá como seletiva para os Jogos Sul-americanos Escolares que serão realizados em dezembro do ano que vem no Brasil

Federações filiadas ao sistema CBDE em todo país comemoraram o retorno dos JEB’s. Gileno Souto, presidente da Federação Norte-rio-grandense do Desporto Escolar (FNDE), disse que essa medida impulsionará o setor movimento como nunca se viu o esporte nas escolas. Alinhado ao pensamento do colega potiguar, o presidente da Federação Regional do Desporto Escolar do Distrito Federal e Entorno (FRDE-DF), Jonas Figueredo que comemorou a notícia.

–  Vamos estimular cada vez mais a nossa base esportiva, com ações pioneiras que visam fazer a diferença no futuro de nossas gerações. Acredito que o esporte continua sendo a maior ferramenta de inclusão social existente no mundo e tanto o presidente Hora, quanto o secretário Marcelo Magalhães, estão de parabéns pelo bem que estão fazendo aos atletas escolares do nosso país.

Os Jogos Escolares Brasileiros serão realizados pela CBDE em 2021, para adolescentes com idade, entre 12 e 14 anos. O torneio servirá como seletiva para os Jogos Sul-americanos Escolares que serão realizados em dezembro do ano que vem no Brasil. Nos próximos dias, o secretário especial do Esporte, Marcelo Magalhães, e o presidente da CBDE, Antônio Hora Filho, pretendem convidar secretários estaduais de esporte de todo país, para uma reunião conjunta visando alinhar o calendário das etapas municipais e estaduais objetivando que os estados também sejam parceiros na realização dos JEB’s.

Ao longo dessa semana você acompanha todos os detalhes do retorno dos Jogos Escolares Brasileiros e a repercussão nacional do anúncio oficial que será feito em breve pelo presidente da República, Jair Bolsonaro.

Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar

CBDE propõe reedição dos JEB’s e apresenta plano estratégico pós-covid-19 ao Secretário Especial do Esporte

Por: Jesus Filho

Representantes da Secretaria Especial do Esporte e da CBDE em Brasília. Foto: Francisco Medeiros / Min. Cidadania

Brasília – A Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE), apresentou na manhã desta quarta-feira (3), ao secretário especial do Esporte, Marcelo Magalhães, no ministério da Cidadania, em Brasília, um planejamento estratégico visando o “pós-covid-19”. O objetivo do encontro foi o de alinhar esforços para fortalecer a base do esporte brasileiro expandindo ações que possam beneficiar milhares de atletas escolares em todo país.

Dedicada ao desporto escolar, a proposta visa a sustentação de quatro pilares que são de fundamental importância para o crescimento do segmento, entre eles: o desenvolvimento da capacitação de profissionais e dos familiares dos atletas escolares tanto a distância, quanto presencialmente; a implementação de centros de referência de excelência do esporte escolar; a organização de competições esportivas; e a ampliação do atendimento de esporte em escolas públicas do Brasil.

Com a criação de oficinas escolares que funcionarão nos centros de referência e excelência do esporte escolar, previstos para funcionar a partir do próximo semestre em alguns estados, a ideia é utilizar esses espaços para a realização das capacitações e promover núcleos de iniciação esportiva com estudantes da rede pública de ensino. A ampliação do atendimento de esporte nas escolas passa pela implementação do Circuito do Esporte Escolar no Brasil. A proposta é sair com uma estrutura itinerante no país, visitando incialmente 48 cidades da Região Nordeste, de segunda a domingo, com a previsão de atender mais de 400 mil crianças em nossos programas de oficinas esportivas.

Um dos atrativos da ideia é a reedição dos Jogos Escolares Brasileiros, popularmente conhecidos como JEB’s, na faixa etária de 12 a 14 anos, sendo seletiva para os jogos sul-americanos escolares que serão realizados no Brasil, em dezembro de 2021. A parte técnica do evento seria organizada pelo Time CBDE, já sua coordenação, feita pela secretaria especial do Esporte, em parceria com secretários estaduais de esporte. A proposta inicial é a de realizar os jogos na cidade do Rio de Janeiro utilizando os instrumentos do legado Olímpico.

Ao lado de Robson Aguiar, vice-presidente da Federação Internacional do Desporto Escolar (ISF), o presidente da CBDE, Antônio Hora Filho entregou ao secretário Marcelo Magalhães, e ao secretário adjunto, André Alves, um brinde da Confederação.
Foto: Francisco Medeiros / Min. Cidadania

Com um calendário diversificado e muitas ações esportivas no radar, há uma série de competições que pretendem aquecer o esporte escolar nacional e que foram apresentadas ao secretário. Além do Mundial Escolar de Voleibol, adiado para 2021 em razão da pandemia, a CBDE vai pleitear, junto à Federação Internacional do Desporto Escolar (ISF), além da realização de outros mundiais, como o de basquete, também, a organização da Gymnasiade em 2026. Trata-se da maior competição escolar do mundo que não só movimenta a economia, como propõe um intercâmbio multicultural esportivo do tamanho de sua importância.

“Esta gestão acredita que o desporto escolar deve ser a base imprescindível para o desenvolvimento do esporte no país e vamos trabalhar nesse sentido, dando todo o apoio que pudermos à CBDE para fomentar cada vez mais a prática de atividade física entre nossos estudantes”, disse Marcelo Magalhães.

“Gostamos muito do que nos foi apresentado pelo presidente Antônio Hora Filho e por sua equipe e, a partir de agora, vamos trabalhar para viabilizar esses projetos, porque eles são muito importantes e, com certeza, terão reflexos bastante positivos para nossa sociedade como um todo e para o esporte brasileiro, em particular”, afirmou o secretário.

O plano estratégico apresentado pela CBDE animou o secretário Marcelo Magalhães que ficou impressionado com o alcance dos programas propostos pela entidade. Com o aceno positivo da secretaria, órgão vinculado ao ministério da Cidadania, nos próximos dias poderá ser divulgada a confirmação da proposta que será implementada ‘pós-pandemia’, com o apoio da secretaria Especial do Esporte.

Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar