Milton Dantas visita instalações dos JEB’s no Rio de Janeiro

Por: Jesus Filho

O presidente da Federação Sergipana de Futebol (FSF), Milton Dantas, visitou na manhã desta terça (05), o escritório de trabalho da CBDE no Parque Olímpico do Rio de Janeiro. Recebido pelo presidente Antônio Hora Filho, e por seu vice-presidente, Robson Aguiar, o dirigente sergipano que chefiou a delegação do Brasil na última Gymnasiade U-15, realizada na cidade de Belgrado, na Sérvia, oportunidade em que o futebol feminino conquistou a medalha de ouro, falou com entusiasmo sobre o que viu.

“Quero cumprimentar o presidente Hora pela gestão por excelência que realiza na CBDE. Vivemos em Belgrado fortes emoções, sobretudo com o anúncio de que em 2023, o Brasil mais uma vez sediará uma Gymnasiade. No dia de hoje, por ocasião de minha vinda ao Rio, não poderia deixar de pessoalmente conhecer a estrutura que a entidade montou para realizar os Jogos Escolares Brasileiros. Tenho certeza de que o evento será um sucesso potencializando cada vez mais o esporte estudantil”, disse.

Gestor esportivo reconhecido em todo país com passagens por entidades e clubes, Dantas falou também sobre a importância de se fomentar o esporte nas escolas.

“Esporte e educação são ferramentas imprescindíveis na formação do cidadão de bem. Eu acredito no meu país e tenho plena convicção de que os estudantes dos JEB’s de hoje, serão os nossos atletas Olímpicos de amanhã. E ter esse incentivo esportivo na escola faz toda a diferença na educação de qualquer país”, revelou.

Depois de conhecer e caminhar pelo Parque Olímpico, Milton Dantas seguiu para outros compromissos de sua agenda.

Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar

Buscando vaga nos JEB’s 2021, estudantes atletas participam em todo país de seletivas estaduais

Por: Jesus Filho / CBDE

A cidade maravilhosa será palco da próxima edição dos Jogos Escolares Brasileiros após 17 anos. A competição que se notabilizou no passado promete agitar o Rio de Janeiro entre os dias 27 de outubro e 05 de novembro. A grande novidade desta retomada é a realização do evento no Parque Olímpico da Barra da Tijuca, palco dos Jogos Olímpicos de 2016.  

Ao todo, serão 17 modalidades, entre as quais: 12 individuais e 05 coletivas. Entre um gol feito no futsal, um mergulho na piscina ou um saque no vôlei de praia, estudantes atletas de todo país participam das seletivas estaduais buscando carimbar o passaporte para esse mundo de possibilidades.

“Estou muito confiante na delegação que iremos levar ao Rio. Nesta semana, fizemos nossa seletiva com apoio integral do Governo do Estado e o saldo foi amplamente positivo. Nossas crianças fizeram bonito e Alagoas chegará aos JEB’s para lutar por medalhas”, disse Iran Cândido, presidente da Federação Alagoana de Esportes Colegiais (FAEC).

Um dos fatores imprescindíveis para o retorno dos Jogos Escolares Brasileiros é a união entre o Governo Federal, através da Secretaria Especial do Esporte, órgão oficial do ministério da Cidadania e a Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE), entidade responsável pela execução do evento. Essa soma de esforços fez com que outros poderes buscassem o senso comum fortalecendo a base esportiva de nosso país, como o Sesc, além do Governo do Estado, da Prefeitura Municipal e, também, da Federação de Esportes Estudantis do Rio de Janeiro – FEERJ.

Feliz com essa mobilização que através do esporte estimula um futuro cheio de possibilidades para os estudantes, o presidente da Federação Gaúcha do Desporto Escolar, Fernando Mabilde, não escondeu a emoção de estar em mais um JEB’s, só que desta vez, como dirigente esportivo.

– Na minha carreira como árbitro internacional de basquete tive a oportunidade de apitar diversas edições dos Jogos Escolares Brasileiros. Mas por alguma razão esta, do Rio de Janeiro, será diferente. Eu percebo isso tanto em quem está mobilizado para fazê-lo acontecer, como nos atletas, pais e nas próprias crianças. Estou feliz e muito emocionado de participar desses jogos depois de tantos anos.

Esse sentimento é compartilhado por José Reinaldo, presidente da Federação Acreana do Desporto Escolar (FADE), que revelou a ansiedade dos estudantes de seu estado com a proximidade da viagem. “Temos uma delegação alegre por estar vivendo esse sonho. Muitos deles ainda não tiveram a oportunidade sequer de andar de avião. Tenho convicção de que desses jogos sairão novos atletas Olímpicos que nos trarão muitas alegrias”, revelou o presidente.

Disputados por estudantes entre 12 e 14 anos, os Jogos Escolares Brasileiros terão a participação de quase 7 mil crianças de escolas públicas e particulares de todos os estados do país. Fato que aumenta a responsabilidade, mas que por outro lado, reascende a chama do Esporte nessa retomada pós-pandêmica, como frisou o presidente da Federação Norte-rio-grandense do Desporto Escolar (FNDE), Gileno Souto.

– Tenho dito que a reedição dos JEB’s em 2021 será o ‘abre-alas’ do esporte após a pandemia. Todos nós sabemos da missão que teremos pela frente, mas estamos esperançosos não só que o evento será um sucesso, como tudo que a CBDE realiza no país, mas também que o esporte escolar sairá ainda mais fortalecido com essa iniciativa que nos impulsiona a trabalhar cada dia mais, e melhor, pelo futuro do nosso país.

Seguindo as orientações sanitárias das autoridades brasileiras de saúde, todos os integrantes das delegações serão devidamente testados para a Covid-19 antes do embarque para o Rio. Essa medida visa não só salvaguardar os participantes do evento, como também, impedir a disseminação do vírus entre eles.

Fotos – Arquivo: Federações do Rio Grande do Norte (FNDE) e Alagoas (FAEC).

Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar

 

Abertas inscrições para voluntários dos JEB’s 2021

Venha ser voluntário dos Jogos Escolares Brasileiros – JEB’s, que serão realizados na cidade do Rio de Janeiro de 29 de outubro a 5 de novembro, no Parque Olímpico. A maior competição escolar do Brasil para estudantes-atletas de 12 a 14 anos. Uma celebração ao esporte, a vida e a amizade entre os estados. De volta ao Jogo!

Serão 17 modalidades. Um evento realizado pela CBDE em parceria com o Governo Federal por meio do Ministério da Cidadania / Secretaria Especial do Esporte e o Governo Estadual do Rio de Janeiro e a Prefeitura do Rio de Janeiro.

Ser voluntário é contribuir para o sucesso de um evento. E vocês são essenciais.

O trabalho voluntário, nos dias de hoje, representa uma forma de aceitação da cidadania, com objetivos benéficos para a sociedade.

Você não pode ficar de fora. Clique aqui e faça agora a sua inscrição para ser voluntário nos jogos.

Critérios

Disponibilidade integral durante todo o período dos jogos e ser maior de 18 anos.

Data de fechamento: 09/10.

Informações importantes: não haverá alojamento para voluntários de fora da cidade do Rio de Janeiro.

Será disponibilizado aos voluntários: alimentação, ajuda de transporte interno, camiseta do evento e certificado.

PARTICIPE!

Brasil é campeão no futebol feminino nos Jogos Mundiais Escolares Sub-15 em Belgrado

 

A Seleção Escolar Brasileira conquistou, neste sábado (18.09), em Belgrado, na Sérvia, o título dos Jogos Mundiais Escolares Sub-15 no futebol feminino. A vitória sobre a Ucrânia na final, por 6 x 1, representou um resultado histórico para o país na modalidade, já que o Brasil nunca tinha sido campeão mundial em nenhuma categoria de base do futebol feminino.

A capitão da seleção brasileira, Carol Zacharias, da Escola Fundação Bradesco de São Paulo, comentou a vitória:

Muitas meninas nunca tinham saído do Brasil e tivemos uma competição fantástica. Conhecemos pessoas de outros países, fizemos amizades, e é muita emoção representar nossa família, nossos amigos e nosso país”

Antes da partida, ainda no hotel, as brasileiras receberam um apoio e um incentivo de peso, já que a rainha dos gramados Marta, seis vezes eleita a melhor jogadora do mundo, enviou um vídeo parabenizando as jogadoras pela campanha e desejando sucesso na final.

A decisão do torneio foi acompanhada pelopresidente da Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE), Antônio Hora Filho e seus convidados. O secretário Especial do Esporte do Ministério da Cidadania, Marcelo Magalhães, osecretário adjunto da pasta, André Alves, embaixador do Brasil na Sérvia, Eduardo Barbosa, e sua esposa, Monique, que receberam parte da delegação em almoço na sexta (17.09) e fizeram questão de prestigiar a partida.

Além do futebol feminino, o Brasil competiu em Belgrado no wrestling e conquistou cinco medalhas com a equipe feminina. Destaque para a brasileira Rafaela da Luz, única técnica mulher de toda a competição.

“Esse é o meu primeiro mundial e, ter sido convocada pela CBDE como técnica da equipe de wrestling escolar para mim é uma grande honra. Estou extremamente feliz em poder vivenciar um momento como esse onde as mulheres no esporte têm o reconhecimento e incentivo em participar de competições em situações de igualdade de gênero. Acredito que a política da CBDE deve ser estendida a outras federações, não só no Brasil como no mundo. Ser a única técnica mulher do campeonato mundial de wrestling me faz acreditar que o Brasil, através do desporto escolar, saiu a frente dando um exemplo de equidade de gênero para o mundo”.

Vale destacar também que a CBDE optou por levar equipes de apenas duas modalidades à Sérvia em função da pandemia. No total, 28 atletas do país competiram nos Jogos Mundiais Escolares Sub-15. A competição termina neste domingo (19.09) e a delegação retorna na segunda-feira (20.09) para o Brasil.

Correspondentes esportivos em Belgrado:

Alexandra Alves, Airton Lima (Queridão) e Marcus Cicarini.

Brasil conquista primeiras medalhas no mundial Escolar Gymnasiade Sub 15

Hoje foi o dia em que as meninas brasileiras reinaram em Belgrado. Logo pela manhã teve estreia do wrestling na categoria estilo livre.

As atletas Ananda Janurário (39kg), Laysla Estefany (58 Kg), Giovanna Pimeta (42 Kg), Stephany Evangelista (66kg) e Brenda Vitoria (50kg) conquistaram a medalha de bronze eternizando seus nomes na história no desporto escolar mundial.

“Eu estou muito feliz com esta medalha. Vim com a vontade de levar o ouro para casa, mas, foi continuar treinando para quem sabe, voltar a representar meu país no Combat Games”, disse Laysla Estefany, 15 anos, que disputou a categoria 58kg.

Mas o dia era mesmo das mulheres. No futebol feminino a seleção brasileira escolar conquistou o seu lugar na final do campeonato vencendo os dois jogos do dia.

As jogadoras brasileiras estavam sedentas por gol. Só hoje elas marcaram 12 gols. Contra a França jogo encerrado em 7×0 e, na partida da tarde contra a Ucrânia, 6×0. Com o placar o Brasil se classifica para a final e aguarda o confronto entre França e Ucrânia pra decidir seu adversário.

As finais acontecem dia 18/09, às 14h direto do FK Sinđelić.

Além do futebol teremos também o wrestling masculino categoria estilo livre a partir das 10h no Hall Mladenovac.

Já monte a torcida, convide a família e os amigos e acompanhe todas as emoções do Brasil em Belgrado em nossas redes sociais.

CBDE – O esporte começa aqui

Correspondentes esportivos em Belgrado:

Alexandra Alves, Airton Lima (Queridão) e Marcus Cicarini.

 

Inédito! Brasil conquista o direito de sediar os Jogos Mundiais Escolares Sub-15 em 2023

A candidatura do Brasil foi apresentada oficialmente nesta terça-feira (14.09) ao presidente da Federação Internacional do Desporto Escolar (ISF, na sigla em inglês), Laurent Petrynka, pelo presidente da CBDE, Antônio Hora Filho, acompanhado do Secretário Especial do Esporte do Ministério da Cidadania, Marcelo Magalhães, que está na Sérvia acompanhado pelo secretário adjunto da pasta, André Alves.

A reunião de apresentação da candidatura brasileira contou ainda com a presença do vice-presidente da CBDE e vice-presidente da ISF, Robson Aguiar; e do CEO da CBDE, Luis Delfino.

“Estamos muito felizes com o sucesso de nossa missão em Belgrado”, celebrou Marcelo Magalhães. Para o secretário, o anúncio tem conexão direta com uma das prioridades da atual gestão da Secretaria Especial do Esporte, que é inverter a pirâmide esportiva brasileira e valorizar o desporto escolar e o esporte de base.

“No dia 29 de outubro começam, no Rio de Janeiro, os Jogos Escolares Brasileiros. Desde o ano passado, quando oficializamos o apoio à CBDE para a retomada dos JEB’s, temos trabalhado para fazer desta edição a melhor de todos os tempos. O resgate dos JEB’s, após um hiato de 17 anos sem a realização do evento, é o primeiro passo para fortalecermos a prática esportiva entre nossos estudantes”, afirmou o secretário Especial do Esporte.

“Em 2022, teremos os Jogos Escolares Sul-Americanos no Brasil. Agora, com os Jogos Mundiais Sub-15 garantidos no Rio em 2023, tenho certeza de que nossas crianças e jovens terão ainda mais motivação para se dedicarem aos estudos e às atividades esportivas”, completou.

O presidente da CBDE agradeceu o apoio recebido pela Secretaria Especial do Esporte e a maneira como o Governo Federal tem apoiado o desporto escolar. “Nossa ideia é contribuir para a formação integral das nossas crianças e jovens. O esporte escolar se coloca como uma ferramenta fundamental nesse processo. Estamos todos de parabéns, pois outros países manifestaram o desejo de receber os Jogos Mundiais Escolares de 2023, mas o Brasil se posicionou bem na forma como defendeu a candidatura”, afirmou Antônio Hora Filho.  

Primeira edição

A primeira edição dos Jogos Mundiais Escolares Sub-15 reúne cerca de 2.500 participantes, de 36 países, que disputam provas em 14 modalidades: atletismo, badminton, basquete, basquete 3 x 3, xadrez, futebol, judô, caratê, orientação, natação, tênis de mesa, taekwondo, vôlei e wrestling. O evento teve início no sábado (11.09) e segue até domingo (19.09).

No total, 27 estudantes do Brasil estão em Belgrado para a competição, o primeiro evento internacional da Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE) desde o início da pandemia, em 2020. O país compete na Sérvia no futebol feminino e no wrestling, tanto no masculino quanto no feminino.

“É uma sensação única representar o meu país. Sensação melhor, impossível! Estou muito feliz”, declarou a paranaense Aline Bergmann, que compete em Belgrado com a seleção feminina de futebol. “Estou feliz por representar o país e por mostrar o futebol do Nordeste aqui na Sérvia”, completou a maranhense Livia Gabrielle, companheira de time de Aline.

Correspondentes esportivos em Belgrado:

Alexandra Alves, Airton Lima (Queridão) e Marcus Cicarini.

Diretoria de Comunicação – Ministério da Cidadania

Francisco Braz, segundo vice-presidente da CBDE, recebe visita de representantes do Tocantins e de Roraima

Por: Wesley Soares

BrasíliaNa manhã desta terça-feira (14), o segundo vice-presidente da CBDE, Francisco Braz, recebeu a visita doSuperintendente de Esportes, Juventude e Lazer do Estado do Tocantins, Clay Rios e do Diretor do Instituto do desporto de Roraima, Dinaildo Barreto da silva.

Clay e Dinaildo conheceram a estrutura da entidade, e em seguida se reuniram com Braz e conversaram sobre o andamento e a importância da realização das seletivas para os JEBs em cada estado.

“Vamos trabalhar dialogando para ampliar as ações esportivas escolares em cada estado. Estou feliz por receber representantes dos estados do Tocantins e Roraima. Não mediremos esforços para que os nossos estudantes atletas possam continuar alcançando posições de destaque em todas as competições que participarem”, disse Braz.

Logo após a visita, Clay Rios e Dinaildo Barreto seguirampara outros compromissos em Brasília. Antes, porém, fizeramquestão de cumprimentar os colaboradores da CBDE conhecendo de perto cada setor. 

Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar

Brasil conquista 4º lugar no primeiro dia de disputas no Wrestling

Foi teste para cardíaco os combates realizados hoje no Hall Mladenovac ginásio onde estão acontecendo as disputas da modalidade wrestling pelo ISF U15 WORLD SCHOOL SPORT GAMES 2021 ou Mundial Escolar Gymnasiade sub 15.

Nossos atletas Wilson Soares, Ryan Soares e João Pedro participaram o estilo greco-romano. João foi o primeiro a entrar no tapete e encarar o ucraniano Dmytro Chubenko. Infelizmente o atleta escola da Ucrânia demonstrou ter mais técnica e venceu o confronto por superioridade técnica.

Mas as emoções estavam por vir com Wilson Soares, na categoria 68kg. Ele enfrentou Stefan Todosijevic da Sérvia. Sempre muito focado, o atleta brasileiro não pontuou até pouco mais do primeiro minuto. O tempo todo os técnicos Anderson Alves e Rafaela da Luz orientavam o atleta sobre os golpes que poderia deferir para vencer o confronto. E deu certo. Nos segundos finais Wilson consegue imobilizar seu adversário e vencer a luta por 9 a 7.

João Pedro retornou por mais duas vezes ao tapete, porém não teve seu melhor desempenho e perdeu os dois combates. Ryan Soares participou dos confrontos na categoria 62 kg e, também não conseguiu derrotar a superioridade ucraniana que tem uma forte tradição na modalidade.

Wilson conseguiu se classificar para as semifinais enfrentando o croata Marko Klaric mas, faltando 20 segundos para o final não conseguiu manter a pontuação perdendo a chance do pódio. Na disputa do bronze cenário semelhante com virada no final da Sérvia e, a conquista do 4º lugar.

O wrestling volta a ser disputado na quinta-feira, 16/09, a partir das 10h, com a estreia das nossas meninas no estilo livre. Contamos com a sua torcida!!!

CBDE – o esporte começa aqui!

Correspondentes esportivos em Belgrado:

Alexandra Alves, Airton Lima (Queridão) e Marcus Cicarini.

 

Brasil faz bonito e vence na estreia do mundial

As meninas da seleção feminina de futebol deram um show na manhã de hoje, em jogo realizado no estádio do FK Sindjelic, em Belgrado. O duelo aconteceu às 13h30 no horário local (09h em Brasília), com temperatura de 28 graus. As adversárias foram as meninas do time da França.

O Brasil dominou totalmente a partida, criou muitas chances e abriu o placar aos 17 minutos do primeiro tempo com Gabi Tomé. Na volta do intervalo, a atacante Aline entrou em campo e marcou duas vezes para ampliar o marcador e fechar o placar: Brasil 3×0 França.

Quem prestigiou a partida e acompanhou in loco foi o Embaixador do Brasil na Sérvia, Eduardo Barbosa:

“É uma felicidade muito grande receber os brasileiros aqui na Sérvia e poder dar todo o suporte da embaixada para que durante essa estadia em Belgrado, a delegação brasileira possa ter sua logística facilitada e estar livre para poder desempenhar o melhor papel possível e representar bem nosso país”. Disse o embaixador.

O presidente da CBDE, Antônio Hora Filho, ressaltou o suporte dado pela embaixada brasileira:

“A embaixada do Brasil na Sérvia, através do embaixador Eduardo, está fazendo a diferença para que nossa delegação possa estar com todo o aparato necessário para que essa campanha na Gymnasíade seja fundamentada nos princípios da CBDE, que pensa em muito mais que a competição esportiva, o intercâmbio cultural e a experiência que agragerá para o resto da vida dessas crianças.”

Também marcaram presença o Chefe da delegação brasileira em Belgrado, Milton Dantas (Presidente da federação sergipana de futebol, que veio representando a CBF), Marcelo Ferreira Viana (Secretário de esportes do Mato Grosso do Sul, chefe da delegação do futebol), Robson Aguiar (Vice presidente da ISF e CBDE), Luiz Delphino (CEO da CBDE), Simone Simon (Secretária especial) e Dhieisy Bolsanelo (Presidente da comissão de atletas).

O próximo compromisso das nossas meninas será nesta terça, 14, às 04h da manhã (horário de Brasília) contra a seleção da Ucrânia com transmissão ao vivo no youtube.com/cbde

Por: Alexandra Alves, Airton Lima (Queridão) e Marcus Ciccarini.

Jeb’s 2021: equipe se reúne e inicia trabalho no Parque Olímpico do Rio de Janeiro

Por: Jesus Filho

Na manhã desta segunda-feira (13), o diretor-geral dos Jogos Escolares Brasileiros – Jeb’s, Everson Ciccarini, se reuniu, no Parque Olímpico, com os gerentes responsáveis pela execução do evento que já está movimentando o Rio de Janeiro. Em cada área de atuação específica, os profissionais puderam compartilhar um pouco de suas experiências esportivas e não esconderam o entusiasmo com a proximidade da competição.

“Ao longo da minha vida, sempre acreditei que esporte e educação precisam caminhar lado a lado por serem ferramentas preponderantes na formação do cidadão de bem. E estar aqui vivendo tudo isso é um sonho que muito me emociona”, disse Glenda Porto, coordenadora de projetos dos Jeb’s.

Depois da apresentação individual, os coordenadores conheceram detalhes sobre o local onde os jogos serão realizados e fizeram uma visita às instalações. Com um sol escaldante típico da cidade maravilhosa essa época do ano, nem mesmo o forte calor espantou a alegria do #timejebs de viver essa experiência.

As disputas serão realizadas no Parque Olímpico do Rio de Janeiro, local que abrigou os Jogos Olímpicos de 2016. Com a possibilidade de disputar uma medalha nos equipamentos históricos da cidade maravilhosa, atletas escolares de todas as partes do país contam os dias para o início da competição.

“Seguindo as diretrizes do presidente Antônio Hora, estamos trabalhando afinados buscando fazer o melhor para o nosso esporte. O desafio é enorme, mas a vontade de fazer esse sonho se tornar realidade nos impulsiona a vivê-lo intensamente. A chama não se apagou e jamais se apagará”, garantiu Everson Ciccarini, diretor-geral da competição.

Ao todo, serão 17 modalidades, sendo 05 coletivas e 12 individuais. A megaestrutura promete fazer história não só fortalecendo a base esportiva do nosso país, como movimentando e estimulando o esporte escolar nacional.

Realizados pela Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE), em parceria com o Governo Federal, através da Secretaria Especial do Esporte, órgão oficial do Ministério da Cidadania, o evento conta também com o apoio do Governo do Estado do Rio de Janeiro, Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro, do SESC, e da Federação de Esportes Estudantis do Rio de Janeiro (FEERJ).

Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar