Escola pública de Chapecó – SC, Lourdes Lago vence desafio virtual da CBDE

Por: Jesus Filho

Comemoração do título Mundial ISF de Futsal, em 2018, no pátio da Lourdes Lago. Foto: arquivo pessoal da escola

Brasília – Uma instituição de ensino público que não se cansa de fazer história. Se há uma frase que melhor traduza a trajetória de sucesso da Escola Estadual Lourdes Lago, de Chapecó, em Santa Catarina, sem dúvidas é essa. Com o viés de apostar no esporte como ferramenta de inclusão através da educação, a ‘Lourdão’, como carinhosamente é chamada pelos alunos, depois de movimentar a cidade e conseguir formar uma corrente de engajamento nas redes sociais, foi a grande vencedora do segundo desafio virtual entre escolas promovido pela CBDE.

“Foi uma campanha linda. Nossos pais, alunos, professores e a própria população fizeram questão de participar. Chapecó foi a sensação. A Lourdes Lago foi a sensação! Estou muito emocionada com a conquista desse título virtual que movimentou a nossa cidade a ponto de a imprensa local ter nos apoiado. Realmente foi muito legal e quando a gente entra em uma competição, com certeza é para ganhar. Construímos uma rede do bem que nos ajudou vencer. Somos uma escola pública, com pouquíssimos recursos que fez história mais uma vez”, contou emocionada a diretora da escola, Susieli Casonatto.

Localizado no bairro Bela Vista, a Lourdes Lago possui uma metodologia de ensino reconhecida em todo país. Com 62 professores, a instituição conta com uma estrutura capaz de receber os 922 alunos que fazem o seu dia a dia acontecer. Do ensino fundamental ao médio, acreditar no esporte sempre foi uma de suas principais bandeiras.

“Sempre tivemos um olhar muito carinhoso pelo esporte escolar. Para que se tenha uma ideia, nossa escola tem uma diversidade cultural riquíssima, tendo em vista que muitas atletas de diversos estados do país, todos os anos vem para cá estudar conosco. Por isso, temos um olhar muito carinhoso por essas adolescentes que em muitos casos são oriundas de lugares onde a vulnerabilidade social é grande. Sempre fomos conscientes do nosso papel e as abraçamos como uma verdadeira família”, contou a diretora do Lourdão.

Comemoração do título Mundial ISF de Futsal, em 2018, no pátio da Lourdes Lago. Foto: arquivo pessoal da escola

Com um projeto esportivo que visa fomentar tanto o futebol, quanto o futsal feminino no Brasil, a Lourdes Lago possui em sua galeria de troféus títulos importantes, como o Mundial ISF de Futsal, realizado em 2018, na cidade de Rishon Le Zion, em Israel. Depois de uma campanha invicta sendo aplaudida de pé pela torcida israelense que pôde testemunhar o talento das alunas brasileiras, a equipe mais uma vez fez história desenvolvendo a base esportiva de nosso país.

O projeto desportivo liderado pelo professor Amauri Giordan, um dos mais importantes nomes do esporte escolar brasileiro segue rendendo bons frutos. Além do título mundial e diversos outros nacionais, regionais e estaduais, a Lourdes Lago segue estimulando a prática esportiva através da educação, condição para que as atletas possam viver esse sonho.

Em tempos de pandemia com a exigência das autoridades públicas de saúde para que se mantenha o distanciamento social, a escola também teve que se adequar a esse novo momento. Segundo a professora Susieli, o desafio de ensinar de maneira remota é estimulado pela certeza de que em breve tudo voltará ao normal.

“Nós ficamos praticamente um ano parados e tivemos que nos adaptar para que as aulas pudessem retornar. Demos a possibilidade de os pais escolherem se seus filhos teriam aulas presenciais ou remotas. Estamos buscando manter a qualidade de ensino, mesmo que de forma remota. Quanto ao esporte, todas as nossas alunas optaram pelo remoto em razão do indispensável, pelo menos neste momento, distanciamento social e pela maioria serem oriundas de outras cidades”, destacou.

Comemoração do título Mundial ISF de Futsal, em 2018, no pátio da Lourdes Lago. Foto: arquivo pessoal da escola

Com a vitória no desafio virtual da CBDE, a Lourdes Lago receberá mais uma premiação ao longo de sua história. Na decisão contra o Colégio Elite, do Rio de Janeiro, por uma diferença apertada de exatos 25 votos, a escola foi a grande campeã da disputa. A decisão acirrada entre as duas instituições de ensino comprova não só o espírito competitivo dos nossos atletas escolares que deram um verdadeiro show, como também, o sucesso de nossa campanha.

Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar

Com a presença do Presidente Antônio Hora, Bolsonaro assina decreto que cria o Programa Integra Brasil

Por: Jesus Filho

(Brasília – DF, 17/03/2021) Lançamento do Programa Integra Brasil. Foto: Isac Nóbrega/PR

Brasília – Na tarde desta quarta-feira (17.03), o presidente Jair Bolsonaro instituiu por meio de um decreto o ‘Programa Integra Brasil’ que visa sensibilizar, promover e enfrentar violações de direitos humanos, ampliar o acesso e o alcance da prática esportiva no país e prevenir o uso de álcool e outras drogas nos diversos espaços e ambientes esportivos. Agora, o Integra Brasil deixa de ser projeto ministerial para se tornar programa governamental, o que dá ainda mais força à iniciativa. Além disso, a ação ganhou mais dois parceiros: o Ministério da Educação e a Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE).

“Para nós, que compomos a Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE), é uma honra e um privilégio unir esforços com o Governo Federal e algumas entidades privadas no sentido de estabelecer uma política pública com pilares estratégicos bem definidos para proteger nossos jovens”, disse Antônio Hora Filho.

Além de Hora Filho, a cerimônia realizada no Palácio do Planalto, em Brasília, contou com a presença do ministro da Cidadania, João Roma; da ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves; do ministro da Educação, Milton Ribeiro; do presidente da CBF, Rogério Caboclo; além de secretários das pastas envolvidas, como Marcelo Magalhães, da Secretaria Especial do Esporte; e Ronaldo Lima, da Secretaria Nacional de Futebol e Defesa dos Direitos do Torcedor, ambos do Ministério da Cidadania.

“A proposta é muito nobre. Ele foi criado para tornar o futebol um aliado da luta por um país com mais direitos humanos, menos drogas, menos violência e mais educação e possibilidade de um futuro melhor para nossos jovens. Ele está totalmente alinhado com o pensamento do presidente Jair Bolsonaro e o decreto assinado hoje é a prova disso”, contou o secretário especial do Esporte, Marcelo Magalhães.

(Brasília – DF, 17/03/2021) Lançamento do Programa Integra Brasil. Foto: Isac Nóbrega/PR

A proposta foi lançada em 2019 e promulgada em 2020 como projeto da Secretaria Nacional de Futebol e Defesa dos Direitos do Torcedor, da Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania, em parceria com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Além do decreto, foram assinados dois Acordos de Cooperação Técnica entre o Ministério da Cidadania, o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos e o Ministério da Educação com a Confederação Brasileira de Futebol e a Confederação Brasileira de Desporto Escolar. Os acordos visam a implementação de ações conjuntas que promovam os direitos humanos e a defesa dos direitos do torcedor por meio de todas as modalidades do futebol.

“É um grande orgulho estar aqui representando o futebol do Brasil em um projeto de inclusão social que se relaciona com educação, com o afastamento dos jovens das drogas, entre outros”, contou Rogério Caboclo.

Com foco na promoção de ações que buscam prevenir à violência doméstica e nos estádios durante os jogos de futebol, o programa estimula o enfrentamento as violações dos direitos humanos. Além disso, pretende auxiliar na redução de violações de direitos das crianças e dos adolescentes, na redução da discriminação racial, na redução da violência contra a mulher, na promoção da igualdade de oportunidades e na promoção do esporte para pessoas com deficiência e em situação de vulnerabilidade social.

Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar

100% dos estados aderem aos Jogos Escolares Brasileiros

Por: Jesus Filho

Brasília – Entidades representativas do desporto escolar nacional seguem trabalhando em conjunto para que atletas escolares de todo país, possam viver as emoções dos Jogos Escolares Brasileiros, competição seletiva para os Jogos Escolares Sul-americanos, previstos para serem realizados no fim do ano, na capital federal.

Realizados pela Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE), em parceria com a Secretaria Especial do Esporte, órgão oficial do Ministério da Cidadania, o evento está de volta depois de 17 anos sem ser disputado. Além do apoio do governo federal, a competição conta também com a participação do governo do estado do Rio de Janeiro, da prefeitura municipal da cidade e, também, da Federação de Esportes Estudantis do Rio (FEERJ).

Com previsão de receber milhares de estudantes na capital que em 2016 sediou os Jogos Olímpicos, todo o instrumento esportivo utilizado na competição estará à disposição dos atletas escolares durante o evento que promete fortes emoções.

Com apoio total das federações escolares, o evento contará com a participação de todos os estados brasileiros que aderiram a competição, através dos governos locais que nas últimas semanas assinaram um termo de cooperação técnica garantindo a participação dos estudantes no evento.

A grandeza dos números comprova não só o crescimento do esporte escolar nacional, como também, a capacidade de articulação política, aliada a credibilidade tanto da CBDE, quanto de suas federações que seguem trabalhando em conjunto, com os estados, para que a competição seja o sucesso que todos esperam.

Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar

Eleito orador da turma pelos colegas, Antônio Hora Filho se forma no principal curso de gestão esportiva do país

Por: Jesus Filho

Foto: Guilherme Tabuada / COB

Brasília – Com carga horária de mais de 360 horas distribuídas em nove módulos, na última sexta-feira (26), o presidente da Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE), Antônio Hora Filho, se formou no Curso Avançado de Gestão Esportiva (CAGE), do Instituto Olímpico Brasileiro (IOB), órgão educacional do Comitê Olímpico do Brasil (COB). Trata-se do mais importante curso de gestão esportiva do país, que no mercado, tem status de mestrado em gestão avançada, onde personalidades do segmento participam de um amplo, exigente e disputado programa de capacitação do comitê.

“O CAGE é o maior curso de gestão do COB. Seu impacto se dá tanto pela qualidade da equipe de docentes, quanto dos alunos gestores participantes. Durante o período do curso, há um intenso ambiente de análises e discussões sobre cenários da gestão do esporte brasileiro, além do desenvolvimento de projetos que visam solucionar problemas reais das principais organizações esportivas do país”, contou Soraya Carvalho, gerente do Instituto Olímpico Brasileiro.

Foto: Guilherme Tabuada / COB

A presença do presidente da CBDE no mais importante curso de gestão esportiva do país, teve importantes resultados. Além de ter sido aprovado “com louvor” nas exigentes etapas do CAGE, Hora Filho durante seu discurso, fez questão não só de fazer um elogio público ao presidente do COB, Paulo Wanderley, que acompanhou e participou da cerimônia de formação que ocorreu de forma remota, como também, ressaltou a importância do time acadêmico que compõe o curso. 

– O presidente Paulo Wanderley não só como técnico campeão Olímpico, mas como gestor, é uma inspiração a todos os gestores esportivos do nosso país em razão de todo o sucesso que conquistou ao longo de sua história. Sua liderança nos motiva a buscar cada vez mais a excelência que o seu bom exemplo nos oferece como principal legado. Ressalto, também, a importância do “dream team” de orientadores do IOB, capitaneado pela Soraya Carvalho. Cada um com sua característica específica que consegue desenvolver habilidades extraordinárias em pessoas comuns que muitas vezes não sabem que as possuem. Ter a possibilidade de conviver com gestores de diversas entidades esportivas nesse network, nos possibilita realizar um planejamento esportivo atualizado e cada vez mais eficaz. 

Foto: Guilherme Tabuada / COB

Durante a apresentação de seu TCC baseado no plano estratégico da CBDE para o ciclo 2021/2024, Hora Filho foi um dos destaques da turma não só por sua desenvoltura, mas pela objetividade e praticidade das informações que foram passadas, como salientou o professor Criatiano d’El Rei, escolhido pelo gestor sergipano para ser seu orientador.

– O trabalho que o Hora apresentou foi um dos melhores de todo o grupo. Informações consistentes que obedeceram a todas as etapas solicitadas para a sua elaboração. Alguns optaram por modelos mais acadêmicos, já a apresentação dele visou a praticidade que já está sendo elaborada no dia a dia da CBDE. Acho que esse foi um dos diferenciais do seu TCC que foi amplamente elogiado.

Foto: Guilherme Tabuada / COB

Depois de quase dois anos de convivência, d’El Rei fez questão de elogiar não só o desempenho de Antônio Hora no curso, como também, a sua preocupação de sempre estar aprendendo para colocar em prática todo o seu conhecimento a favor do esporte brasileiro.

– É muito bom conviver com pessoas sinceras, inteligentes e extremamente tranquilas como ele é. O tempo inteiro se mostrou interessado em estar ali não como pessoa física, mas pelo líder gestor que o Brasil conhece. Esse, sem dúvidas, foi o seu diferencial ao longo de todo esse tempo.

Foto: Guilherme Tabuada / COB

A boa relação entre os colegas aliada à sua capacidade intelectual, fizeram com que o seu nome fosse o escolhido por votação direta para ser o orador da turma. Feliz com os resultados, logo após a formatura, Hora declarou que as boas práticas, aliadas as regras de compliance e transparência, seguirão sendo os fatores primordiais de sua gestão à frente da CBDE.

– O próximo passo é dar continuidade na gestão da CBDE, baseado nas boas práticas de governança, dando ênfase a transparência, a conformidade, atendendo a todos os conceitos de compliance.

Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar

FEMADE e SEDEL firmam parceria para os Jogos Escolares Brasileiros

Por: Jesus Filho

Hamilton Ferro, presidente da FEMADE; Rogério Lima, secretário de estado do Esporte e Lazer; e Márcio Alves, assessor técnico da secretaria – Foto: Ascom | Governo do Estado do Maranhão

Brasília – Na tarde desta terça-feira (23), a Federação Maranhense do Desporto Escolar (FEMADE), representada pelo presidente Hamilton Ferro, assinou junto ao governo local, através da secretaria de estado do Esporte e Lazer, um termo de cooperação técnica que visa estabelecer a participação de atletas escolares do Maranhão, nos Jogos Escolares Brasileiros. 

A assinatura do documento contou com a presença do secretário Rogério Lima, e também do assessor técnico do órgão, Márcio Alves. Na oportunidade, foi firmada também uma parceria, através de um termo de adesão, em que estabelece ações entre as duas entidades com o objetivo de fortalecer o Esporte Escolar no estado. 

“Vamos atuar em conjunto em benefício da comunidade esportiva nas instituições de ensino. A ideia é promovermos capacitação, extensão e cooperação para a qualificação dos serviços para o atendimento ao sistema esportivo de nosso estado”, contou Hamilton Ferro. 

A reunião ocorreu na sede da secretaria, na capital maranhense. Além da FEMADE, outras federações escolares também firmaram parcerias com os governos locais, para que estudantes de todo país possam participar da reedição dos Jogos Escolares Brasileiros.

JEB’s 

Previstos para serem realizados em outubro de 2021, no Rio de Janeiro, os Jogos Escolares Brasileiros – JEB’s, prometem reunir atletas escolares de escolas públicas e privadas de todas as partes do país na cidade que sediou a última edição dos Jogos Olímpicos, em 2016. Seletiva para os Jogos Sul-Americanos Escolares que também serão realizados no Brasil, a competição promete marcar época na história do esporte brasileiro tendo a cidade maravilhosa como seu palco principal. 

Promovido pela CBDE, o evento será realizado em parceria com o Governo Federal, através da Secretaria Especial do Esporte, órgão do ministério da Cidadania. Além disso, conta com o apoio do Governo do Estado do Rio de Janeiro, Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro; e da Federação de Esportes Estudantis do Rio de Janeiro, (FEERJ). 

Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar 

Governo do Espírito Santo e FECADE assinam termo de cooperação técnica para os Jeb’s 2021

Por: Jesus Filho

Foto: Ascom – Governo do Espírito Santo

Brasília – Na tarde desta quinta-feira (11), o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), recebeu no Palácio Anchieta, sede do governo local, dirigentes do esporte estudantil nacional que estão na capital do Estado. Na ocasião, foi assinado um termo de cooperação técnica entre o órgão, através da secretaria de Estado de Esporte (SESPORT), e a Federação Capixaba do Desporto Escolar (FECADE), visando estabelecer a participação de estudantes capixabas nos Jogos Escolares Brasileiros.

A competição ocorre em outubro desse ano, no Rio de Janeiro, cidade que sediou os Jogos Olímpicos de 2016. Além da assinatura do documento que contou com a participação do presidente da Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE), Antônio Hora Filho; de Robson Aguiar, vice-presidente da Federação Internacional do Desporto Escolar (ISF); de Lidimar Marquêz, presidente da Federação Capixaba do Desporto Escolar (FECADE), e do secretário de Estado de Esporte, Júnior Abreu, as entidades se comprometeram a atuar em conjunto pelo fortalecimento do segmento no país.

Durante a passagem de Antônio Hora e Robson Aguiar pela capital capixaba, ambos prestigiaram, ontem, a posse de Lidimar Marquêz, presidente reeleito da FECADE. O evento ocorreu no auditório da Universidade Aberta do Brasil, na cidade de Vila Velha, e contou, também, com a participação de outras autoridades esportivas e políticas, além de professores, estudantes e gestores de esporte do Estado.

Foto: Ascom – Governo do Espírito Santo

Além da audiência com o governador e o secretário de Esporte, ocasião em que o termo de cooperação técnica para a participação dos estudantes capixabas nos Jeb´s foi assinado, Hora Filho e Aguiar, visitaram algumas instalações esportivas no Estado que poderão, no futuro, serem utilizadas nos torneios nacionais realizados pela CBDE.

Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar

Comitiva do Estado de Goiás visita a CBDE

Por: Wesley Soares

Brasília – A comitiva de Goiás, fez hoje (03/02), uma visita à sede da CBDE, em Brasília, a fim conhecer sua estrutura e solicitar parceria para os eventos do Desporto Escolar nos municípios goianos, capitaneada pela Secretaria de Estado de Educação, por meio do Superintendente do Desporto Educacional, Arte e Educação, Ítalo Aguiar, da Gerente de Desporto, Patrícia Silva, do Presidente da Federação Goiana do Desporto Escolar (FGDE), Marco Maia, e do membro do Conselho de Administração da FGDE, Ronei Oliveira.

Na pauta, foram tratados diversos assuntos, dentre eles o apoio para realização da fase municipal dos Jogos Escolares Brasileiros – JEB’s, o Circuito do Esporte Escolar que atenderá crianças por meio de programa de oficinas esportivas, os cursos de formação profissional a fim de qualificar os treinos de modalidades existente e a implementação de novas.

O presidente da CBDE, Antônio Hora, pontuou todas as demandas e não deixou nenhuma sem retorno, informando que muitos dos pedidos já fazem parte do portfólio da entidade, para o corrente ano. Necessitando assim, da parceria com o Governo de Goiás, junto as emendas parlamentares estaduais e federais, para que os programas possam acontecer em suas regiões.

“Os projetos e expertise a CBDE já os tem, no entanto deixo os municípios e o Estado livres, para realizarem os programas de atendimento aos alunos com quem desejarem, pois o importante é as ações chegarem nas escolas e nos municípios”, comentou o Presidente.

O melhor da recepção da comitiva de Goiás ficou para o final, quando Antônio Hora deu retorno a respeito da solicitação feita por Ítalo Aguiar, quanto a realização do Seminário Nacional do Desporto Escolar, em Goiás, exclusivamente para a cidade de Caldas Novas. Como a cidade havia se candidatado para sediar o Campeonato Brasileiro Escolar de Vôlei de Praia, sendo o mesmo cancelado em razão do cancelamento do Mundial, o Presidente teve a sensibilidade de levar outro evento para a cidade de Águas Quentes, muito bem aceito pelo Prefeito Kléber Marra.

Além do vice-presidente da CBDE, Robson Aguiar, que participou de todas as reuniões, também estiveram presentes: os representantes de Caldas Novas, a Secretária Municipal de Educação Esporte e Lazer, Keila Paula Monteiro Rezende, o Diretor de Esporte, Carlos Antônio de Sousa, assessor de Assuntos Institucionais, Cosme Ferreira dos Anjos. 

Assim como representantes de Aragarças, o Secretário Municipal de Educação, Dulcindo Figueiredo, a Coordenadora de Esporte, Gisely Torres; representantes de Itumbiara, o Vereador (Republicanos), Carlos Henrique Borges, o Diretor de Esportes, Rhavier Fernandes Avelar; representantes de Pontalina, a Vice-prefeita e Secretaria Municipal de Educação, Joana Darc de Godoi, o Advogado da Câmara Municipal, Matheus Almeida Silva, o Secretário Municipal de Esporte, Antônio Raimundo de Morais (Biá) e o Coordenador de Esporte, Helrrayne Victor Pires. Além do Presidente da Federação de Xadrez do Estado de Goiás – FEXEG, Claudionor Carneiro, recém empossado.

Ascom- Confederação Brasileira do Desporto Escolar

Com participação da CBDE, FESPORTE e FCDE assinam termo de cooperação técnica para os JEB’s

Por: Jesus Filho

Foto: Fesporte / Governo de Santa Catarina

Brasília – Os Jogos Escolares Brasileiros prometem agitar o país em outubro deste ano. E na tarde desta segunda (1), ao lado de Robson Aguiar, 1º vice-presidente da Federação Internacional do Desporto Escolar (ISF); Aurélio Santos, Conselheiro da Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE); Antônio Zytkuewisz, presidente da Federação Catarinense do Desporto Escolar (FCDE); e de Sérgio Galdino, membro da Comissão de Atletas da CBDE, o presidente Antônio Hora Filho, se reuniu na capital catarinense com Rui Godinho, presidente da Fundação Catarinense de Esporte (FESPORTE), oportunidade em que foi assinado um termo de cooperação técnica entre as entidades buscando oportunizar a participação dos estudantes catarinenses nos JEB’s. 

A reunião ocorreu na sede da FESPORTE, em Florianópolis. Na ocasião, o presidente Hora fez uma breve explanação sobre os jogos destacando a importância desse momento de estímulo ao esporte brasileiro. 

“A assinatura do termo de cooperação técnica entre a FESPORTE e a FCDE, com participação da CBDE, significa estreitar os laços institucionais unindo esforços para aglutinar ideias buscando fortalecer a base esportiva de nosso país”, disse Antônio Hora.

Sérgio Galdino, membro da comissão de atletas da CBDE, Aurélio Santos, conselheiro da CBDE, Robson Aguiar, vice-presidente da ISF, Rui Godinho, presidente da Fesporte, Antônio Zytkuewisz, presidente da FCDE, e Antônio Hora Filho, presidente da CBDE.


Para o presidente Antônio Zytkuewisz, titular da FCDE, a assinatura do termo de cooperação técnica com a FESPORTE significa trabalhar cada vez mais para que os estudantes possam ter uma experiência única na participação do Estado nos JEB’s.

“Agradeço ao presidente Antônio Hora, e a seu vice-presidente, Robson Aguiar, pela confiança em nosso trabalho. Vamos atuar em parceria com a FESPORTE para que os nossos estudantes vivam as emoções dos Jogos Escolares Brasileiros”, garantiu.

No fim do encontro, ainda na capital catarinense, a comitiva da CBDE fez uma visita de cortesia a vice-governadora, Daniela Reinehr, na sede do governo local, ocasião em que o esporte estudantil foi a pauta principal. 

Foto: Fesporte / Governo de Santa Catarina

JEB’s

Previstos para serem realizados em outubro de 2021, no Rio de Janeiro, os Jogos Escolares Brasileiros – JEB’s, prometem reunir atletas escolares de escolas públicas e privadas de todas as partes do país na cidade que sediou a última edição dos Jogos Olímpicos, em 2016. Seletiva para os Jogos Sul-Americanos Escolares que também serão realizados no Brasil, a competição promete marcar época na história do esporte brasileiro tendo a cidade maravilhosa como seu palco principal. 

Promovido pela CBDE, o evento será realizado em parceria com o Governo Federal, através da Secretaria Especial do Esporte, órgão do ministério da Cidadania. Além disso, conta com o apoio do Governo do Estado do Rio de Janeiro, Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro; e da Federação de Esportes Estudantis do Rio de Janeiro, (FEERJ). 


Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar 

Jair Bolsonaro recebe comitiva da CBDE para lançamento dos JEB’s

Por: Jesus Filho / Governo Federal

Brasília – O presidente Jair Bolsonaro encontrou-se, nesta sexta-feira (29.01), com sete embaixadores dos Jogos Escolares Brasileiros 2021 – JEB’s. A competição, que voltará a ser realizada após um hiato de 17 anos, reunirá, no Rio de Janeiro, mais de 6,2 mil estudantes, das 27 unidades da federação, entre 29 de outubro e 5 de novembro.

No grupo dos embaixadores que desembarcou na capital para a agenda no Palácio do Planalto, há cinco medalhistas olímpicos, três deles campeões: são eles Giba, ouro em Atenas 2004 com a Seleção de vôlei, e Serginho, parceiro de Giba na conquista na Grécia e destaque do Brasil no triunfo nos Jogos Rio 2016, e Maurren Maggi, ouro no salto em distância em Pequim (2008).

O ex-velocista André Domingos, bronze no revezamento 4 x 100m em Atlanta 1996 e prata na mesma prova em Sydney 2000, além da judoca Mayra Aguiar, bronze em Londres (2012) e no Rio 2016, completaram a lista de medalhistas. Os outros dois embaixadores que estiveram em Brasília são destaque nas artes marciais: José Aldo, bicampeão do UFC, e o mestre em jiu-jitsu Renzo Gracie.

“Nós temos potencial (para o esporte), mas temos que garimpar. É igual ao futebol, tem que garimpar. E onde começa esse garimpo? Na escola. Estou feliz com vocês, que aceitaram ser embaixadores, e temos certeza de que seremos vitoriosos”, afirmou Bolsonaro.

“Desde que chegamos à secretaria, um de nossos principais compromissos foi valorizar o esporte de base. E a base de tudo está na escola. Então, para nós, o retorno dos JEB’s é a concretização dessa valorização que queremos para nossas crianças e jovens. Temos certeza de que a retomada dos JEB’s será um enorme sucesso. Este encontro com o presidente e com tantas estrelas que aceitaram o convite para serem embaixadores só comprova isso”, frisou o secretário especial do Esporte do Ministério da Cidadania, Marcelo Magalhães.

“A retomada dos JEB’s é a reafirmação de um evento que nunca deveria ter deixado de existir. Esse resgate traz à tona uma esperança que a gente dá para as nossas crianças, para nossos atletas, de poderem competir em um evento em nível nacional”, ressaltou André Domingos. “Eu tive o prazer de competir nos JEB’s em 1991, em Presidente Prudente, e foi maravilhoso. Para cada criança que vai participar desses jogos é como se ela estivesse nos Jogos Olímpicos, porque são várias modalidades. Estou emocionado e feliz por ser embaixador. Não vejo a hora de chegar a competição e de poder estar lá e contar a minha história para essas crianças e falar para elas que é possível”, completou o medalhista olímpico.

A campeã olímpica Maurren Maggi partilhou do sentimento do ex-colega de pistas. “Temos uma abertura grande para o esporte por meio do presidente. É uma pessoa que nos apoia e assina embaixo de qualquer ação nossa. Ainda estou emocionada com o convite que recebi para ser embaixadora e tenho certeza de que vamos arrasar nos JEB’s”.

Para o presidente da CBDE, Antônio Hora Filho, já há, entre alunos e estudantes, uma grande expectativa em torno dos JEB’s e o evento desta sexta-feira só amplia esse sentimento. “Foi um momento mágico o presidente da República receber a comunidade esportiva e esses embaixadores, muitos deles campeões e medalhistas olímpicos. Temos um exército de esportistas, de grandes ídolos, apoiando o projeto dos JEB’s. Isso gera expectativa na base esportiva do Brasil que está na escola. Alunos e professores de todo o Brasil já estão vivendo antecipadamente esse momento que será realizar os JEB’s no Parque Olímpico. Esperamos que em outubro o mundo já tenha superado a pandemia e que a gente possa fazer uma grande confraternização esportiva”, disse Antônio Hora Filho.

No total, os Jogos Escolares Brasileiros já contam com 12 embaixadores confirmados. Além dos sete que estiveram em Brasília, o multicampeão da natação paraolímpica Daniel Dias, o campeão olímpico da ginástica artística Arthur Zanetti; a campeã olímpica do vôlei de Praia Jacqueline Silva, a destaque da seleção brasileira na ginástica artística Flávia Saraiva, e o jogador de basquete Nenê Hilário, astro do Brasil na NBA, aceitaram o convite.

O encontro no Planalto contou também com a presença da ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves; do ministro do Turismo, Gilson Machado; do secretário adjunto da Secretaria Especial do Esporte, André Alves; do secretário nacional de Alto Rendimento, Bruno Souza; da secretária nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social, Fabíola Molina; e da secretária nacional da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem, Luisa Parente. O presidente do BNDES, Gustavo Montezano, e o presidente da Azul Linhas Aéreas, John Rodgerson, também estiveram presentes.

Os JEB’s

Os Jogos Escolares Brasileiros de 2021 terão disputas em atletismo, basquete, futsal, handebol, judô, vôlei, vôlei de praia, natação, tênis de mesa, xadrez, caratê, wrestling, ginástica artística, ginástica rítmica, badminton, ciclismo e taekwondo.

Do total de 17 modalidades, nove são seletivas para os Jogos Sul-Americanos Escolares, que serão disputados em Brasília, em dezembro deste ano: atletismo, basquete, futsal, handebol, judô, vôlei, natação, tênis de mesa e xadrez.

Destinada a atletas escolares nascidos em 2007, 2008 e 2009, os Jogos Escolares Brasileiros são organizados pela Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE), em parceria com a Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania, e contam com o apoio da Federação de Esportes Estudantis do Rio de Janeiro (FEERJ).

Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar / Governo Federal

Tocantins assina termo de cooperação com a CBDE para a participação nos JEB’s 2021

Por: Jesus Filho

Fotos: Governo do Estado de Tocantins – SEDUC

Brasília – Ao lado do vice-presidente da Federação Internacional do Desporto Escolar (ISF), Robson Aguiar, e do presidente da Federação Tocantinense do Desporto Escolar (FTDE), Luís Cláudio Pereira, o presidente da Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE), Antônio Hora Filho, foi recebido na manhã de ontem, em Palmas (TO), pela secretária de Educação, Juventude e Esportes do Estado, Adriana Aguiar. Na ocasião, as autoridades assinaram um termo de cooperação entre o governo local, através da secretaria, e a CBDE, visando estabelecer a participação dos atletas escolares tocantinenses nos Jogos Escolares Brasileiros – JEB’s.

Durante o encontro que foi realizado na sala de reuniões da Seduc, o presidente da FTDE disse que essa parceria fará toda a diferença no desenvolvimento do esporte no estado. “Essa parceria visa fortalecer o trabalho e dar melhores condições para que nossos alunos e professores possam participar da etapa nacional com tudo pago. O esporte começa na escola e nós já temos aqui em Tocantins alguns atletas que participaram de competições mundiais”, revelou Luís Cláudio.

Buscando unir esforços para que o evento possa proporcionar uma experiência única na vida dos estudantes que irão participar, o presidente da CBDE também falou sobre a expectativa de início da competição. “Os JEB’s vão marcar história por ter representantes de todos os estados deste imenso e lindo Brasil, com igual número de participantes em todos os esportes”, destacou, Antônio Hora Filho.

Ainda segundo o presidente da CBDE, a realização dos Jogos Escolares Brasileiros marcará época no esporte nacional. “Não estamos poupando esforços para realizar um megaevento, que ficará para sempre na memória de atletas, treinadores professores, e todos os participantes. Este termo não estimula apenas a participação do Tocantins no JEB’s mas sim todo o esporte no estado”, completou.

Também participaram da reunião o assessor jurídico da CBDE, Dr. Gabriel Pereira Faustino, além do secretário executivo da Seduc, Robson Vila Nova Lopes; do superintendente de Esporte, Juventude e Lazer, Clay Rios, e do diretor de Esporte e Lazer, Luciano Alves Oliveira.

Previstos para serem realizados em outubro de 2021, no Rio de Janeiro, os Jogos Escolares Brasileiros – JEB’s, prometem reunir atletas escolares de escolas públicas e privadas de todas as partes do país na cidade que sediou a última edição dos Jogos Olímpicos, em 2016. Seletiva para os Jogos Sul-Americanos Escolares que também serão realizados no Brasil, a competição promete marcar época na história do esporte brasileiro tendo a cidade maravilhosa como seu palco principal.