Medalhas e Noite das Nações sacodem o Mundial de Natação no Rio de Janeiro

Rio de Janeiro O último dia de competições do Campeonato Mundial Escolar de Natação, que acontece no Rio de Janeiro, agitou as águas do Maria Lenk e comprovou a potência de países como Taipé Chinês, Turquia, Romênia e Brasil, que dominaram o pódio.

O atleta de Taipé Chinés Kuan-Hung Wang, por exemplo, levará cinco medalhas de ouro para casa. Ao ser questionado qual o segredo para a conquista de tantas medalhas, ele ressalta que muito treino, dedicação e amor pelo esporte.

“Treino muito porque gosto do esporte. Meus pais e minha treinadora são meus grandes incentivadores. Isso ajuda muito a conquistar as medalhas. Gostei muito do Rio de Janeiro e estou muito feliz com esta conquista”, disse Wang.

Mas não foi só preciso fôlego para conquistar medalhas. Após a competição, os nadadores participaram da Noite das Nações, evento no qual puderam conhecer os principais costumes de cada país participante, além das danças típicas.

Nesta quarta-feira (22), os nadadores participam ainda do Festival de Revezamento, um momento de confraternização no qual os atletas precisam nadar em equipe para conquistar melhores resultados, e do Dia Cultural, onde conhecerão o Cristo Redentor, cartão-postal do Rio de Janeiro e do Brasil. A cerimônia de encerramento acontecerá à noite e contará com a premiação dos países que tiveram as melhores colocações.

Sobre o evento

A 13ª edição do Campeonato Mundial Escolar de Natação é promovida pela Federação Internacional do Desporto Escolar (ISF) e pela Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE). Cerca de 400 atletas, de 17 países, com idades entre 15 e 18 anos, participam do evento, que tem como principal objetivo promover o intercâmbio cultural e a saúde por meio do esporte escolar.

Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar
Foto: Cláudio Castro

Brasil estreia bem e conquista 15 medalhas no Mundial ISF de Natação

Rio de Janeiro O primeiro dia de provas do Mundial ISF de Natação revelou o que já era esperado: o nível técnico da competição nesta edição superou as expectativas. Com 17 países participantes e uma delegação brasileira motivada a subir ao pódio, o que se viu ontem nas águas do Maria Lenk foi a garra de uma equipe que a cada braçada buscava o resultado.

Assim que a piscina foi liberada para os 50 metros borboleta, era perceptível a concentração do estudante Lucas Souza que pulou na água com o incentivo da torcida que acreditava em sua vitória. E numa prova disputada no detalhe, o brasileiro venceu e conquistou o primeiro ouro do dia para o Brasil.

Na zona mista, Lucas agradeceu aos seus familiares pela torcida e destacou: “Nadar pelo Brasil em uma competição como essa era um sonho que estou tendo, graças a CBDE, a oportunidade de realizar. Espero que esta seja a primeira medalha de outras que ainda estão por vir”, contou.

Na mesma prova, a atleta Tacyane Lima também conquistou a medalha de ouro. Lutando por cada centésimo em busca do objetivo que era o de subir ao pódio, Lima deixou as adversárias para trás conquistando assim a sua primeira medalha de ouro em um Mundial Escolar.

“Eu sabia que não seria fácil sobretudo por ser uma prova rápida. Havia na minha bateria nadadoras de escolas importantes da natação mundial, mas isso não me assustou. Pulei na água e dei o melhor. Graças a Deus consegui chegar na primeira colocação e com isso volto para casa com a medalha de ouro na bagagem”.

Raphael Rached foi o terceiro nadador brasileiro a conquistar o ouro ontem. Nos 100 metros peito, o atleta não só venceu a prova como também melhorou o seu índice pessoal. Satisfeito com o resultado, revelou o sonho de representar o Brasil numa Olimpíada. “Todo atleta sonha em chegar em uma Olimpíada. Acho que estou no caminho certo”, disse.

No final do dia nas provas de revezamento 4×100, o Brasil garantiu o ouro no feminino e no masculino. Nossos atletas fizeram bonito em cada estilo disputado e subiram ao pódio para delírio da torcida brasileira que compareceu ao Maria Lenk.

Além das 5 medalhas de ouro, o Brasil ganhou mais 5 de prata e outras 5 de bronze. Clique AQUI e veja os resultados finais do primeiro dia de provas do Mundial ISF de Natação.

Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar
Foto: Claudio Franco


Mundial de Natação é aberto com show da Estácio de Sá no Maria Lenk

Rio de Janeiro As delegações que participam do Mundial Escolar de Natação puderam ontem, conhecer um pouco mais do samba carioca durante a cerimônia que abriu oficialmente a competição no Rio. Com direito a mestre-sala e porta-bandeira, passistas, intérprete e uma bateria que contagiava os atletas escolares que acompanhavam os batuques, nem mesmo o vice-prefeito de Jin Jiang, Wang Haifei, conseguiu ficar parado e ao lado do presidente da CBDE, Antônio Hora Filho, arriscou alguns passos do embalo brasileiro.

A abertura aconteceu às margens da piscina do Parque Aquático Maria Lenk, local onde as provas ocorrem. Escolhida para fazer o juramento durante a cerimônia, a estudante Letícia Vaselli não escondeu a emoção em poder vivenciar esse momento. “Sem palavras para expressar o que senti durante o juramento. Foi tudo perfeito e o Brasil está de parabéns por essa linda festa”, disse.

No desfile das delegações, três atletas brasileiros foram escolhidos pelos professores para levarem a bandeira do Brasil. Coube a Matheus Zacharias, Laura Condota e Anderson Gabriel fecharem o desfile sendo aplaudidos de pé pelo público que acompanhava a cerimônia das arquibancadas.

Feliz com o que viu, durante seu discurso e antes de declarar oficialmente o Mundial aberto, o presidente Antônio Hora agradeceu a presença das delegações, saudou o presidente da
ISF Laurent Petrynka na pessoa de João Graça, delegado da ISF para a natação que participando evento e desejou que todos possam muito mais que disputar uma medalha, aproveitarem ao máximo a competição criando novas amizades e adquirindo novos conhecimentos.

O Mundial ISF de Natação é uma realização da Federação Internacional do Desporto Escolar (ISF) e da Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE). O evento ocorre no Parque Aquático Maria Lenk, na Barra da Tijuca, bairro da Zona Oeste do Rio de Janeiro e a entrada é franca.

Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar
Foto: Claudio Castro

Técnicos do Brasil revelam expectativa para o Mundial de Natação no Rio

Rio de Janeiro – Pela primeira vez na história a Federação Internacional do Desporto Escolar (ISF), realiza no Brasil uma edição do Mundial de Natação. São centenas de jovens estudantes de várias nacionalidades que buscam nas águas históricas do Parque Aquático Maria Lenk não só uma vaga no pódio, como também a melhoria de suas marcas pessoais.

Seguindo as diretrizes internacionais da ISF em suas competições, o Mundial Escolar de Natação é dividido nas categorias: “Escola”e “Seleção”. Tendo em vista o nível técnico acompanhado na etapa nacional que credenciou a composição da delegação do Brasil para o Mundial, espera-se uma atuação de destaque dos brasileiros no Rio de Janeiro.

Entre os técnicos do Brasil, Gerson Pazian não escondeu o entusiasmo pela participação brasileira no evento. Para o experiente professor, um dos fatores que contribuem para a boa exibição verde e amarela é o de a competição ser realizada em casa. “Disputar um campeonato como este em casa nos motiva ainda mais, sobretudo por termos o incentivo da torcida nas arquibancadas. Como era esperado o nível técnico é grande, mas nossa delegação tem reais condições de brigar por medalhas”, disse.

Entre os membros da delegação brasileira na última Gymnasiade, no Marrocos, o professor Daniel Melo foi mais cauteloso. “Não existe prova fácil em um torneio que abrange atletas de grandes escolas da natação, como os Estados Unidos , França e Alemanha. Entretanto, o Brasil possui uma equipe disciplinada e muito talentosa, isso por si só gera uma expectativa positiva no que se refere a chance de pódio”, contou.

As provas do Mundial Escolar de Natação começaram na manhã desta segunda-feira (20), no Rio de Janeiro. Promovido pela ISF e pela Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE), a competição está sendo realizada no Parque Aquático Maria Lenk, na Barra da Tijuca, Zona Oeste da cidade. O evento é transmitido ao vivo pela fanpage da ISF no facebook e retransmitido pela CBDE em suas redes sociais.

Ascom – Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira do Desporto Escolar
Foto – Claudio Franco

Mundial ISF de Natação começa no Maria Lenk e agita o Rio de Janeiro

Rio de Janeiro – Temperatura apropriada, apresentação de escola de samba e muitas medalhas fizeram parte do primeiro dia de competições da 13ª edição do Campeonato Mundial Escolar de Natação, evento promovido pela Federação Internacional do Desporto Escolar (ISF) e pela Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE).

Países como o Brasil, Taipé Chinês, Romênia e Turquia tomaram conta do pódio, com a conquista de muitas medalhas. O Brasil, inclusive, conquistou o ouro nas provas de revezamento, o que mostra a qualidade e o equilíbrio da equipe brasileira. Ao todo, cerca de 400 atletas, de 17 países, com idades entre 15 e 18 anos, estão na disputa pelo primeiro lugar do pódio no Parque Aquático Maria Lenk, palco da natação nacional.

O ex-treinador de natação e pai do nadador Alexsander Hazzlet, que participa do evento, o americano Robert Hazlett, elogiou muito a estrututura, a organização do evento e o clima brasileiro. “A competição está perfeita. Tudo muito organizado, de alto nível. O clima também está extremamente apropriado para a competição. É a primeira vez que meu filho conhece a América do Sul e sei que ele levará ótimas lembranças”, destacou Hazzlet, que também já foi atleta da modalidade.

Cerimônia de abertura

A cerimônia de abertura do Mundial contou com a presença de autoridades, como do membro do Comitê Executivo da ISF, João Graça, do presidente da CBDE, Antonio Hora Filho e do vice-presidente, Robson Aguiar, do prefeito de Jin Jiang, da China, Wang Haifei e do presidente da Federação Carioca do Desporto Escolar, Eduardo Fernandes.

A Escola de Samba Estácio de Sá foi a atração principal da abertura, que interagiu com os participantes e tocou músicas conhecidas do repertório brasileiro.

Segundo dia de competições

Nesta terça-feira (21), acontece mais um dia de competições. À noite será o evento cultural, onde os atletas conhecem um pouco da cultura de cada país participante.

Clique AQUI e veja os resultados do primeiro dia de provas.

Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar
Foto: Claudio Franco

Começa no Rio de Janeiro o Mundial ISF de Natação

Rio de Janeiro – O mal tempo que deixou a cidade maravilhosa acinzentada nos últimos dias deu lugar a um típico sol carioca que fez a temperatura subir nas águas do Parque Aquático Maria Lenk. Promovido pela Federação Internacional do Desporto Escolar (ISF) e pela Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE), o Mundial ISF de Natação recebe estudantes de várias nacionalidades para a sua disputa no Rio de Janeiro. Essa é a primeira vez que o Brasil sedia um campeonato internacional escolar desta modalidade. A última edição foi realizada em 2017 na cidade de Budapeste, na Hungria.

Na manhã desta segunda (20), tivemos oficialmente o início da competição. E na primeira série dos 100 metros livres, na categoria “escola”, estreava a atleta brasileira Sofia Rondel que saiu da piscina feliz com a sua exibição. “Fui muito bem na fase classificatória e agora vou me preparar para disputar os próximos desafios”. Logo em seguida, foi a vez da estudante Marcella Queiroz disputar a quarta série também dos 100 livres. A atleta brasileira ficou na segunda posição garantindo assim a vaga para disputar a medalha hoje à tarde.

Ainda nos 100 metros livres também na categoria “escola”, o brasileiro João Vitor Serrano revelou a emoção de representar o Brasil em uma competição internacional. Emocionado, o nadador que garantiu o tempo de 53.66, disse que independente dos resultados na piscina estar aqui é um sonho que o motiva a continuar treinando para poder melhorar seus índices pessoais.

Nos 100 metros costas a atleta Fernanda Celidônio terminou a série em primeiro lugar na fase classificatória. Na última Gymnasiade, na cidade de Casablanca, no Marrocos, a brasileira não conquistou medalhas, retrospecto que pretende mudar no Mundial do Brasil. “Fiquei na quarta posição na Gymnasiade, mas não desisti. Continuei treinando, me classifiquei para o Mundial aqui do Rio e estou pronta para fazer as minhas melhores marcas e quem sabe assim, garantir um lugar o pódio”, sentenciou.

Acompanhada pela torcida que gritava seu nome no Maria Lenk, a brasileira Julia Goes finalizou a 3ª série dos 100 metros costas em primeiro lugar. Com isso, segue para as finais de hoje à tarde com a expectativa de garantir um lugar de destaque na competição. Posição igual a do atleta Pedro Motta que disputou a mesma prova e também garantiu o primeiro lugar pela seleção masculina.

Nos 50 metros peito o brasileiro Nicolas de Souza conquistou o primeiro lugar na 4ª série da prova. Feliz com o resultado, vai disputar a medalha com a expectativa de subir ao pódio. “Quero ter a chance de ganhar uma medalha e ouvir o hino do Brasil”, revelou.

Clique AQUI e confira o balizamento completo das finais A e B de hoje.

Ascom – Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira do Desporto Escolar

Foto: Cláudio Franco

Brasil recebe vice-prefeito de Jin Jiang

Rio de Janeiro – O intercâmbio cultural e de conhecimentos é um dos principais trunfos proporcionado pelo esporte. Prova disso, é a vinda do vice-prefeito de Jin Jiang, na China, Wang Haifei, ao Rio de Janeiro para acompanhar a 13ª edição do Campeonato Mundial Escolar de Natação.
Jin Jiang será sede da próxima Gymnasiade, maior evento de esporte escolar do mundo, que acontecerá em 2020. A visita à cidade carioca, de acordo com o vice-prefeito, se deve à experiência do Brasil em eventos mundiais, como as Olimpíadas Rio 2016, a Copa do Mundo e agora o Mundial de Natação.

Wang foi recebido pelo vice-presidente da Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE), Robson Aguiar, que fez um passeio pelo Parque Aquático Maria Lenk, onde será realizado a competição. “Para nós é uma honra receber o vice-prefeito e poder mostrar o trabalho que temos feito no Brasil no que se refere à realização de eventos de grande porte. Pude conhecer Jin Jiang e tenho certeza de que a cidade também fará um magnífico evento da Gymnasiade”, ressaltou Aguiar.

Dia de treinos e reunião

Neste domingo (19), aconteceu a reunião técnica com a participação de todos os chefes das 17 delegações, junto à comissão técnica da Federação Internacional do Desporto Escolar (ISF) e da CBDE. O dia também foi de treino para as equipes, que puderam fazer um melhor reconhecimento da piscina.

As provas terão início nesta segunda (20), com as classificatórias pela manhã e finais à tarde. A cerimônia de abertura será realizada às 14h, com entrada gratuita.

Sobre o evento

A 13ª edição do Campeonato Mundial Escolar de Natação é promovida pela Federação Internacional do Desporto Escolar (ISF) e pela Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE). Cerca de 400 atletas, de 17 países, estarão na disputa pelos primeiros lugares do pódio.

Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar
Foto: Claudio Castro

Brasil recebe o Mundial Escolar de Natação

Rio de Janeiro – A cidade maravilhosa recebe a partir deste domingo (19), a 13ª edição do Campeonato Mundial Escolar de Natação, evento promovido pela Federação Internacional do Desporto Escolar (ISF) e pela Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE). Cerca de 400 atletas, de 17 países, com idades entre 15 e 18 anos, estarão na disputa pelo primeiro lugar do pódio no Parque Aquático Maria Lenk, palco da natação nacional.

Neste sábado (18), as delegações já fizeram o treino de reconhecimento da piscina. Na parte da manhã deste domingo (19), será a vez da reunião técnica geral e na parte da tarde acontece a cerimônia de abertura. As competições serão realizadas entre os dias 20 e 21 e já contarão com premiações na sequência.

Embora sejam um dos favoritos à conquista do ouro, os atletas dos Estados Unidos, consideram que será uma competição difícil, conforme ressalta a atleta americana Harley Luvender. “Eu penso que será uma competição difícil. Há muitos atletas mais experientes do que eu, além disso, é a primeira vez que saio do meu país. Espero fazer uma boa prova”, destacou Harley.

Lance Freiman está mais confiante. “Tenho treinado bastante há alguns meses e estou muito feliz em representar os Estados Unidos. É uma grande responsabilidade em ser um dos favoritos, mas estou confiando que nosso time representará bem o nosso país”, ressaltou o atleta americano.

É primeira vez que o Brasil recebe uma competição como esta. A última edição, em 2017, aconteceu em Budapeste, na Hungria.

Países participantes

Alemanha, Bélgica, Brasil, Chile, China, China Taipei, Croácia, Emirados Árabes, Estados Unidos, França, Israel, Luxemburgo, Portugal, Romenia, República Checa, Sri Lanka e Turquia.

Ascom – Confederação Brasileira do Desporto Escolar
Foto: Cláudio Franco

Brasil é destaque no Mundial ISF de Atletismo na Croácia

Split – Aconteceu neste sábado (18), a cerimônia de premiação e encerramento do Mundial Escolar de Atletismo realizado na Croácia. Antes marcado para o Castelo de Karmelengo, às 18h horário local, por conta das fortes chuvas que atingiram a região da cidade de Trogir, a organização teve que realocar o local do evento que acabou sendo realizado no hotel Medena onde as delegações estão hospedadas. A cerimônia iniciou-se às 22h horário local.


As equipes foram premiadas nas categorias Escolar e Seleção, feminino e masculino garantindo ao Brasil, a seleção feminina, a medalha de bronze.

Confira abaixo os resultados:

– Escolar Masculino
1•Austrália
2•Espanha
3•Taipei
6•Brasil

– Escolar Feminino
1•Alemanha
2•Austrália
3•França
17•Brasil

-Seleção Masculino
1•Taipei
2•Inglaterra
3•França
4•Brasil

– Seleção feminino
1•Inglaterra
2•França
3•BRASIL

No individual os brasileiros também se destacaram. Veja abaixo os resultados:

Adrian Henrique Vieira –
1• 110 com barreira
1• Salto em distância
Categoria Escolar

Eric Silva –
5• 110 com barreira
(Categoria Seleção)

Kauane Machado –
26• 100m com barreira
15• Lançamento do Dardo
Categoria Escolar

Nerisnélia Souza –
5• 100m com barreira
1• Salto Triplo
Categoria Seleção

Hanã Santos –
9• Salto Triplo
5• Lançamento do Disco
Categoria Escolar

Laiane Santos –
3• Salto Triplo
4• 300m com barreira
Categoria Escolar

Iara Souza –
4• Salto Triplo
5• 200m rasos
Categoria Escolar

Hygor Soares –
15• 100m rasos
15• Salto em altura
Categoria Seleção

Ivan Piccini –
21• 100m rasos
4• Arremesso de peso
Categoria Seleção

Ana Júlia Lazari –
15• 100m rasos
52• Salto em distância
Categoria Escolar

Lissandra Campos –
9• 100m rasos
2• Salto em distância
Categoria Seleção

Rafael Silva –
4• 200m rasos
Categoria Escolar

Lucas Silva –
1• 200m rasos
Categoria Seleção

Gustavo Sanchez –
7• 400m rasos
19• Salto em altura
Categoria Escolar

Erica Cavalheiro –
1• 400m rasos
20• Salto em altura
Categoria Seleção

Pedro Tambolim –
2• 800m rasos
16• Salto em distância
Categoria Seleção

Tainá Antunes –
3• 800m rasos
39• Salto em distância
Categoria Escolar

Ana Luiza Silva –
6• 800m rasos
Categoria Seleção

Adrilaine Santana –
9• 1500m
24• Salto em distância
Categoria Escolar

Natanael Ribeiro –
2• 3000m

Elton Petronilho –
6• 300m com barreira
2• Salto em altura
Categoria Seleção

Jessica Moreira –
2• 300m com barreira
14• Salto em distância
Categoria Seleção

Estefane Navarro –
4• Lançamento do Dardo
Categoria Seleção

Cauam Santana –
5• Salto em altura
Categoria Escolar

Revezamento Medley masculino escolar – 5• lugar
Adrian Henrique/ Gustavo Silva/ Natanael de Sousa/ Rafael de Andrade

Revezamento medley feminino escolar – 5•
Ana Julia Lazari/ Iara Santos/ Laiane Gabriele/ Tainá Beatriz

Revezamento medley Seleção feminino – 1•
Nerisnelia dos Santos/ Lissandra Maysa/ Erica Barbosa/ Jessica Vitória

Revezamento medley masculino Seleção – 1•
Elton dos Santos/ Eric Vitor/ Lucas Rodrigues/ Pedro Tombolim

GERAL POR EQUIPES
Escolar masculino – 6•
Escolar feminino – 17•
Seleção masculino – 4•
Seleção feminino – 3•

Foram dias inesquecíveis onde a inclusão, o intercâmbio e as disputas estiveram presentes e marcaram a convivência das 29 delegações que estiveram em Trogir e Split.

Jesus Filho
Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira do Desporto Escolar
Informações: +55: 061 99136-0090 / +55: 061 3967-7176
Texto: Airton Lima e Jesus Filho
Foto: Airton Lima
E-mail: imprensa@cbde.org.br
Endereço sede: Setor Bancário Norte, Quadra 2, Lote 12
Bloco F, Brasília – Distrito Federal


Mundial ISF de Natação: estudantes irão competir nas águas do Maria Lenk

Brasília – Nascida em 15 de janeiro de 1915, a saudosa Maria Lenk jamais poderia imaginar que algumas décadas depois, se tornaria o maior nome da natação feminina do Brasil. Primeira brasileira a competir em uma Olimpíada, a de 1932, em Los Angeles, nos Estados Unidos, ao longo de sua história rompeu a barreira do preconceito, conquistou recordes mundiais e enquanto estava viva, jamais deixou de praticar o que mais gostava: a natação.

Mas quis o destino que em 2007, três meses após o anúncio de que um dos maiores ‘Parques Aquáticos’ do mundo levaria o seu nome, a mais importante estrela da natação brasileira falecesse. Mas o seu legado de conquistas e recordes continua até hoje incentivando a nova geração que sonha em seguir o seu caminho vitorioso no esporte.

Há 12 anos construído pela Prefeitura do Rio de Janeiro para sediar os Jogos Pan-Americanos, o Parque Aquático Maria Lenk até hoje é palco de grandes competições nacionais e internacionais, como o tradicional troféu que leva o nome de Maria Lenk, tido como um dos mais importantes torneios aquáticos do Brasil.

Repleto de histórias e conquistas, o principal palco da natação nacional abre suas portas para o Mundial Escolar da modalidade, evento promovido pelo Federação Internacional do Desporto Escolar (ISF) e pela Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE), que ocorre pela primeira vez no Brasil a partir de amanhã, com a chegada, credenciamento e o congresso técnico das delegações.

Capital Olímpica em 2016, a escolha do Rio de Janeiro como sede do Mundial Escolar de Natação comprova não só o prestígio internacional da CBDE, como a capacidade da Confederação em realizar grandes eventos esportivos.

Este ano, seguindo a previsão do nosso calendário, foram realizadas seis Seletivas Nacionais, entre as quais: futebol, basquete, orientação, natação, atletismo e, por último, combate games. O mesmo se aplica a participação do Brasil em torneios internacionais promovendo o esporte nas escolas fazendo com que sonhos se tornem realidade.

O Mundial ISF de Natação ocorre de amanhã (18), até a próxima quinta (23), com o retorno das delegações aos seus países de origem. A entrada no Parque Aquático Maria Lenk é franca e você é nosso super convidado a vir não só torcer, como incentivar os nossos competidores.

Jesus Filho
Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira do Desporto Escolar

Informações: +55: 061 99136-0090 / +55: 061 3967-7176
E-mail: imprensa@cbde.org.br
Endereço sede: Setor Bancário Norte, Quadra 2, Lote 12
Bloco F, Brasília – Distrito Federal