Após conquista de 14 medalhas, judocas do Brasil treinam na Índia

11/07/2017
Após conquista de 14 medalhas, judocas do Brasil treinam na Índia

AGRA – O judô escolar do Brasil terminou ontem a sua participação na 1ª edição do Combat Games, mundial de artes marciais que ocorre na cidade de Agra, na Índia. Com o objetivo de fomentar o intercâmbio entre os atletas escolares dos seis países que participam do evento, a Federação Internacional do Desporto Escolar (ISF), em parceria com a Federação Internacional de Judô (IJF), promoveu hoje um dia de treinamentos para que os atletas pudessem interagir e trocar experiências.

Ontem a equipe brasileira de judô conquistou a expressiva marca de 10 medalhas de ouro, 3 de prata e 1 de bronze despedindo-se assim da competição. Amanhã será a vez do karatê que deverá repetir a dose trazendo mais medalhas para o Brasil.

A 1ª edição do Combat Games privilegia a Índia e hoje todas as delegações farão uma passeio ao longo do dia onde conhecerão a cidade de Agra, região onde as disputas acontecem. Com quase 2 milhões de habitantes e a cerca de 200 km de Nova Delhi, capital do país, Agra possui um dos monumentos mais visitados do planeta: o famoso TAJ MAHAL.

História


A obra foi feita entre 1632 e 1653 com a força de cerca de 20 mil homens, trazidos de várias cidades do Oriente, para trabalhar no suntuoso monumento de mármore branco que o imperador Shah Jahan mandou construir em memória de sua esposa favorita, Aryumand Banu Begam, a quem chamava de Mumtaz Mahal ("A joia do palácio"). Ela morreu após dar à luz o 14º filho, tendo o Taj Mahal sido construído sobre seu túmulo, junto ao rio Yamuna.

Assim, o Taj Mahal é também conhecido como a maior prova de amor do mundo, contendo inscrições retiradas do Corão. É incrustado com pedras semipreciosas, tais como o lápis-lazúli entre outras. A sua cúpula é costurada com fios de ouro. O edifício é flanqueado por duas mesquitas e cercado por quatro minaretes. Supõe-se que o imperador pretendesse fazer uma réplica do Taj Mahal original na outra margem do rio, em mármore preto, mas acabou morto antes do início das obras por um de seus filhos.


Departamento de Comunicação da CBDE
Coordenadação e texto: Jesus Filho
E-mail: imprensa.jesus@cbde.org.br
+ 55: 061 99136-0090 / + 55: 061 3967-7176
Endereço sede: SCN Quadra 01 - Ed. Central Park, Sala 108
Brasília/DF - CEP 70711-903

Outras notícias